BRAVE Combat Federation anuncia criação de evento de boxe

Distrito de Seef, 18 de Maio, 2020

Maior evento de MMA do Oriente Médio, o BRAVE Combat Federation irá expandir suas fronteiras dentro dos esportes de combate. A organização anunciou a criação do BRAVE Boxing, que fará eventos de boxe profissional.

Desde sua criação em setembro de 2016, o BRAVE Combat Federation organizou 34 eventos de MMA, em 19 países - incluindo quatro shows no Brasil. Neste período, a companhia contratou mais de 200 atletas de mais e 60 nações diferentes. Os brasileiros são maioria, com 77 lutadores já tendo atuado pelo BRAVE CF, incluindo os atuais campeões Cleiton "Predador" (peso leve) e Daniel "Gaúcho" (peso médio).

Além de organizar shows em mercados tradicionais dos esportes de combate, como Brasil, Inglaterra, México e Emirados Árabes, o BRAVE CF também levou o primeiro evento internacional de MMA ao continente da África, com shows no Marrocos e na África do Sul, além de estrear em nações como Paquistão, Cazaquistão, Colômbia e Arábia Saudita.

Essas serão algumas das credenciais que o BRAVE Combat Federation trará ao mundo do boxe, com a organização, fundada por Sua Alteza Shaikh Khaled bin Hamad Al Khalida, esperando fazer um impacto imediato na nobre arte.

Presidente do BRAVE CF, Mohammed Shahid fez a seguinte declaração sobre o histórico anúncio.

"A visão de Sua Alteza Shaikh Khaled é a de desenvolver os esportes de combate em uma escala global. Agora estaremos combinando nossos esforços nos dois maiores esportes de combate. O objetivo do BRAVE CF é globalizá-los e emponderar todos os envolvidos, como lutadores, empresários, fãs, jornalistas, e promoters. Esta visão focada que tivemos para levar o MMA a outro nível será apontada agora também para o boxe".

Mais detalhes sobre a incursão do BRAVE CF no boxe serão divulgados nos próximos dias.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Daniel Kinahan confirmado como consultor especial da KHK Sports

Distrito de Seef, Bahrein - 14 de Maio, 2020

Daniel Kinahan, agente internacionalmente reconhecido no mundo do boxe, foi nomeado como consultor especial da KHK Sports, no Bahrein. Kinahan está envolvido no mais alto nível dos esportes de combate desde seus dias como um dos fundadores da MTK Global, antes de se fixar como consultor de alguns dos maiores nomes da indústria na última década. Ele foi fundamental na concretização de alguns dos maiores eventos esportivos dos últimos anos. Como consultor da Top Rank no Oriente Médio, sua perícia e conexões irão fortalecer a marca KHK Sports e expandir imediatamente seu alcance internacional.

O papel de Kinahan se estenderá a todo o portfólio da KHK Sports, que engloba a KHK MMA, KHK Boxing e a organização de MMA que mais cresce no planeta, BRAVE Combat Federation.

A KHK Sports foca no desenvolvimento dos negócios esportivos nacionais em 19 nações, trazendo relações de comércio, investimento estrangeiro direto e fortalecimento do turismo através dos esportes.

A KHK Sports é conhecida por desenvolver os negócios dos esportes de combate e organiza eventos internacionais mundo afora, além de ter em seu portfólio a maior propriedade de mídia esportiva do Oriente Médio.

A KHK Sports apoia atletas nacionais e internacionais e é responsável pelo desenvolvimento das artes marciais mistas no Bahrein em todos os níveis, incluindo o estabelecimento de uma equipe nacional e trazendo astros e eventos internacionais ao país, e encoraja o esporte como ferramenta de desenvolvimento social.

Além da KHK MMA, a KHK Sports lançou com sucesso outras iniciativas esportivas como KHK Boxing, KHK Racing, KHK Wrestling, KHK Cricket e a organização BRAVE Combat Federation, além de investir em outras áreas, como clubes de futebol da Europa.

Khalid bin Hamad Al Khalifa Sports (KHK Sports) é uma visão de Sua Alteza Shaikh Khalid bin Hamad Al Khalifa, fundador do BRAVE Combat Federation.

Sua Alteza reconhece a importância de eventos esportivos promoverem o Reinado do Bahrein internacionalmente e aprecia o tremendo valor que o Sr. Kinahan irá trazer à organização.

"O esporte tem um grande papel na formação dos nossos jovens e no futuro do mundo. Tendo uma infraestrutura que tem a capacidade de se desenvolver, o esporte promove oportunidades, independente de raça, religião ou até mesmo poder de marketing, e sim baseado em talento e na possibilidade de se criar um projeto global que possa unificar o mundo. É uma questão de esperança e de crença que o impossível não existe. Essa é a visão que queremos atingir com a KHK Sports e sabemos que podemos fazer isso com esse time", comentou Sua Alteza Shaikh Khalid.

CEO da KHK Sports e presidente do BRAVE CF, Mohammed Shahid comentou: "Eu gostaria de dar as boas-vindas ao Sr. Daniel Kinahan, que agora faz parte da família KHK. É um prazer tê-lo conosco. Seu envolvimento nos esportes de combate, seus feitos e seu conhecimento são exatamente o que precisamos para estender a visão da KHK Sports. Daniel tem a mesma visão. Vamos mudar vidas, dar oportunidades iguais, fazer sonhos se tornarem realidade e unir o mundo através dos esportes."

O Sr. Kinahan adicionou o seguinte: "É uma honra trabalhar com Sua Alteza Shaikh Khalid bin Hamad Al Khalifa, o Sr. Mohammed Shahid e toda a equipe da KHK Sports. Esta organização deixou uma marca impressionante nos esportes de combate e tem ambições extraordinárias de crescer internacionalmente. Eu estou animado para trabalhar com o time e realizar esses sonhos, e ajudar a transformar os esportes de combate do Bahrein em uma presença reconhecida globalmente. Nós iremos criar oportunidades para lutadores barenitas nos palcos internacionais e, ao mesmo tempo, atrair os principais nomes dos esportes para o Bahrein. Sua Alteza é um visionário em seu approach aos esportes de combate e construiu a KHK Sports com muita paixão, o que é essencial para o crescimento contínuo e a inspiração do povo do Bahrein".

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Rivais se movimentam e desafiam Daniel Gaúcho, atual campeão do BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 7 de Maio, 2020

Daniel Gaúcho fez história no MMA em dezembro do ano passado ao se tornar o primeiro campeão peso médio do BRAVE Combat Federation, após vitória por nocaute sobre o sul-africano Chad Hanekom, que lutava em casa no BRAVE CF 31. Naturalmente, o atleta da CM System se tornou o foco dos desafios de seus pares.

Além do próprio Hanekom ter mostrado interesse em uma revanche contra Gaúcho, o libanês Mohammad Fakhreddine e o russo Ikram Aliskerov também entraram na fila para enfrentar o brasileiro.

Gaúcho, que tem duas vitórias por nocaute pelo BRAVE CF, teve uma ascensão meteórica em 2019, ao conquistar os dois triunfos de forma avassaladora. Antes de Chad, ele havia nocauteado o compatriota Bruno Assis no BRAVE CF 25, em Belo Horizonte.

Fakhreddine e Aliskerov parecem estar disputando a "pole position" para enfrentar Gaúcho assim que o BRAVE CF retornar às suas atividades - atualmente paralisadas por conta da pandemia do Coronavirus.

"The Latest" Fakhreddine ficou perto de disputar o cinturão meio-médio do BRAVE CF em 2017, mas passou mal no corte de peso da luta inaugural pelo título e acabou sendo substituído por Carlston Harris, eventual campeão. Depois disso, Fakhro subiu ao peso médio e chegou a se aventurar no torneio sem limite de peso organizado pelo BRAVE CF e pela KHK MMA. No KHK World Championships, ele superou o meio-pesado Kléber Orgulho, mas acabou perdendo para Azamat Murzakanov na final. Mesmo assim, saiu com moral do torneio.

Já Aliskerov é o recordista de vitórias nos médios - tem cinco triunfos. Após se aventurar no meio-médio, o russo resolveu retornar à categoria até 84 kg e vem de vitória por nocaute técnico sobre Diego González. Em recente entrevista, Ikram disse que gostaria de enfrentar "Gaúcho" em um evento do BRAVE CF na Rússia.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

UFC 249 mostra que o MMA precisa de regulamentação, diz presidente do BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 8 de Abril de 2020

O mundo inteiro foi afetado pela pandemia do Coronavirus e a atmosfera do esporte não ficou imune a isso. Praticamente todas as grandes organizações foram obrigadas a tomar difíceis decisões e adiar ou cancelar eventos, jogos e campeonatos.

O mundo do MMA também sofreu alterações, com o adiamento de eventos se tornando uma norma ao redor do planeta. Assim também aconteceu com o BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio. Presidente da companhia, Mohammed Shahid iniciou uma campanha online de conscientização que pretende ajudar a frear a propagação do vírus.

Outras organizações, porém, escolheram ignorar a pandemia do Covid-19 e estão colocando vidas em jogo ao "manter o show na estrada".

Com a recente confirmação de que o UFC 249 acontecerá em meio à pandemia, Shahid tocou em um assunto muito próximo ao BRAVE CF - a regulamentação do esporte.

"Todo mundo está perdendo algo com essa pandemia. Só no mundo dos esportes, temos visto jogadores de futebol aceitando cortes nos seus salários, clubes falindo, e organizações trabalhando apenas para se manter no jogo. Nós temos organizações como a UEFA e o COI adiando seus maiores campeonatos e eventos e dando exemplo ao fazerem isso"

"É nosso dever como representantes do MMA caminhar para frente, mas de um jeito que não coloque ninguém em risco. Nós precisamos dar o exemplo. Essa é um problema coletivo, não podemos mostrar ao mundo que não ligamos para isso", comentou o dirigente, frustrado com a má representação do esporte neste momento delicado.

"Nós estamos mal representados como esporte por conta de decisões como essa. Nós somos o esporte mais feroz? Somos! Temos os atletas mais duros? Com certeza. Mas essa não é a dureza que representamos como esporte, de ir contra regras e regulamentos. Nós precisamos regular o esporte de forma profissional e todos precisamos colaborar coletivamente, como um esporte. As decisões devem ser tomadas com o bem-estar das pessoas e do esporte como prioridade, e não baseadas em dinheiro".

Desde seu começo, em Setembro de 2016, o BRAVE CF organizou 24 eventos em 19 países diferentes, incluindo quatro shows no Brasil. O BRAVE CF tem trabalhado com federações locais, nacionais e internacionais para o desenvolvimento do MMA em todos os níveis, da prática amadora ao profissionalismo, além de ajudar a IMMAF a organizar o Mundial Amador por três anos seguidos no Bahrein. Para Shahid, este novo sistema é necessário para a evolução do esporte.

"É preciso introduzir um novo sistema no MMA. Nós precisamos evoluir do negócio de eventos para o negócio do esporte. Nós precisamos tratar o MMA como um esporte, e o MMA deve ser reconhecido como tal. O BRAVE CF, com a liderança e visão de Sua Alteza Shaikh Khaled bin Hamad Al Khalifa, tem liderado o movimento rumo a essa mudança".

"O dinheiro não deve ser prioridade nesse caso. Se o dinheiro for sua prioridade, você não irá conseguir desevolver o esporte. Quando você busca o desenvolvimento do esporte, tudo se aloca de forma correta, incluindo o dinheiro em si. E é isso que estamos fazendo no BRAVE CF".

Rivalidade entre “Predador” e “Miau” no BRAVE CF segue quente apesar de adiamento

Distrito de Seef, Bahrein - 6 de Abril de 2020

Dois dos melhores leves do MMA brasileiro parecem estar novamente em rota de colisão. Cleito "Predador" Silva, campeão da categoria no BRAVE CF, tinha luta marcada no retorno da organização árabe ao Brasil, quando enfrentaria Guram Kutateladze. O sueco se machucou e Luan "Miau" Santiago entrou em sua vaga, buscando vingança, já que Cleiton foi o responsável por lhe tirar o cinturão.

Os dois se enfrentaram no BRAVE CF 25, que aconteceu em Agosto do ano passado em Belo Horizonte. Na ocasião, após semanas de provocações, Cleiton rapidamente finalizou o atleta da CM System, chocando o mundo e se tornando campeão peso leve do BRAVE CF.

Eles voltariam a lutar no BRAVE CF 35, porém a pandemia do novo Coronavirus obrigou a organização a adiar o evento. Os dois, porém, seguem se provocando através das redes sociais. Cleiton declarou que gostaria de "bater de novo" em "Miau", que rebateu dizendo que, no próximo encontro entre os dois, o cinturão retornará a seu poder e que ele, Luan, é o campeão de verdade.

Desde o duelo entre os dois, Santiago se aventurou no peso superleve, categoria intermediária entre os leves e os meio-médios (limite de 74,9 kg ou 165 lbs). No BRAVE CF 29, "Miau" dominou o duro russo Gadzhimusa Gaziev, conquistando vitória na decisão dos jurados.

Cleiton, por sua vez, não luta desde o duelo contra "Miau" e garantiu que irá se preparar para todas as opções (o title shot deve ficar para Kutateladze ou Luan) quando o BRAVE CF retomar suas atividades.

Legenda da foto em anexo - Luan "Miau" e Cleiton "Predador" se encaram antes do primeiro duelo entre os dois, no BRAVE CF 25

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF adia todos os eventos até segunda ordem

Dada a propagação global do Coronavirus (COVID-19), é com grande pesar que anunciamos o adiamento do BRAVE CF 35, do BRAVE CF 36, e do BRAVE C37 até segunda ordem.

Em alinhamento com a atual situação, a equipe do BRAVE CF se sente compelida a tomar as decisões necessárias para minimizar a propagação do vírus.

Os valores centrais do BRAVE CF - de empoderar um ao outro e crescer como uma entidade, nos guiará na face da difícil tarefa de responder ao Coronavirus (COVID-19), que a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou agora ser uma pandemia.

Nossos pensamentos estão com todos os afetados pelo Coronavirus (COVID-19), assim como seus amigos, familiares e entes queridos.

Queremos também expressar toda a nossa admiração aos trabalhadores do setor de saúde, às comunidades locais e aos governos ao redor do mundo por estarem na linha de frente, trabalhando para conter esse vírus. Aos homens e mulheres que tem trabalhado dia e noite para nos ajudar a chegar a um outro dia, seja através dos serviços de emergência, setores governamentais e, claro, os serviços de varejo e serviços, que precisam permanecer abertos nesses tempos difíceis.

Nós nos sensibilizamos com o vasto e crescente impacto do vírus, mas nos sentimos agradecidos com a proatividade demonstrada ao redor do mundo.

BRAVE CF se junta aos esforços feitos por todas as organizações para conter o avanço do vírus, e começamos uma campanha de ação e conscientização, United We Fight (Unidos Lutaremos), #BRAVECombatsCovid19, executada pela Fundação KHK Heroes.

Mais detalhes serão compartilhados em breve e estamos ansiosos por seu apoio contínuo,

Miau faz campanha por revanche contra Predador no BRAVE CF 35, em Balneário

Com Guram Kutateladze fora de combate para o BRAVE CF 35 devido a uma lesão na costela, o posto de desafiante ao título dos leves se encontra atualmente vago, a
menos de um mês para o duelo. A mudança brusca de cenários fez com que o ex-campeão Luan Miau agisse rápido e começasse uma campanha para que seja ele o
substituto de Guram, ganhando assim o direito à sua tão desejada revanche contra Cleiton Predador, seu algoz em agosto do ano passado.

Fãs e apoiadores do brasileiro invadiram a página oficial do BRAVE CF no Instagram, fazendo uma publicação da promoção questionando quem deveria ser o novo oponente de Cleiton Predador ter mais de 100 comentários em menos de uma hora. Literalmente todos eles diziam que deveria ser Luan o contemplado, recebendo assim a chance de se vingar de seu compatriota e atual campeão.

O último encontro de Cleiton Predador e Luan Miau terminou com uma finalização avassaladora de Predador ainda no primeiro assalto, para surpresa de muitos fãs e explosão de alegria de sua torcida em Belo Horizonte (MG), onde o combate aconteceu. Desde então, o campeão está ausente dos cages do BRAVE CF, aguardando sua primeira defesa de título enquanto Miau já se recuperou da derrota meses depois, batendo o russo Gadzhimusa Gaziev em combate realizado no Bahrein.

O BRAVE CF 35 marca a quinta visita da organização de MMA que mais cresce no mundo ao Brasil e acontece no dia 28 de março em Balneário Camboriú (SC). Ainda
sem uma luta principal confirmada, devido à lesão de Kutateladze, a noite terá o duelo entre os super leves Leonardo “Macarrão” Mafra e Carl “The Bomber” Booth como co-main event.

Legenda da foto - Miau e Predador se encaram antes da primeira luta, quando Luan ainda era o campeão.

Gabriel Fly se desentende com espanhol em rede social e pede “acerto de contas” no BRAVE CF

O peso pena do BRAVE Combat Federation e faixa preta de jiu-jitsu Gabriel “Fly” Miranda não faz o tipo falastrão, tão típico entre os lutadores de MMA. Porém, quando provocado, também sabe usar as redes sociais para a modalidade número um do internauta brasileiro: a “treta online”. O alvo da vez foi o espanhol Ilia Topuria, rival de divisão de Fly no BRAVE CF.

Em post no Instagram, Topuria marcou Fly apenas usando um emoji de frango e foi prontamente respondido. “Ei, anão, venha ao Brasil, após lutar contra o Morcego eu vou resolver essa parada contigo ali mesmo. BRAVE CF, faça essa luta entre esse anão e eu, pelo cinturão interino”, rebateu.

Ilia Topuria não deixou por menos, concordando em resolver dentro do cage as diferenças com o brasileiro. “Isso mesmo, BRAVE CF, faça isso! Eu quero esmagar esse moleque”. Fly ainda reforçou o desejo e propôs que a luta valha o título. “Eu não preciso de um minuto com você. Vamos, BRAVE CF, cinturão interino, Gabriel Fly e ‘Anãozinho’ Topuria”, disparou.

Com 14 vitórias e 5 derrotas, Gabriel Fly tem compromisso marcado no próximo dia 25 de março, em Balneário Camboriú, diante do compatriota e ex-Bellator Rafael
“Morcego” Silva, no BRAVE CF 35. Ilia Topuria segue aguardando seu próximo duelo. O espanhol vem de vitória sobre o sul-africano Steven Gonçalves em novembro do ano passado.

“Macarrão” retorna a Balneário Camboriú e enfrenta inglês no BRAVE CF 35

Natural de Balneário Camboriú, Leonardo "Macarrão" terá a oportunidade de lutar em sua cidade natal pela primeira vez em seis anos. O peso superleve está escalado para o BRAVE CF 35, evento que ocorre no dia 28 de março na cidade catarinense. O brasileiro enfrentará o inglês Carl Booth na luta co-principal do show.

"Macarrão" vem de vitória pela organização de MMA que mais cresce no mundo. No BRAVE CF 25, disputado em agosto do ano passado em Belo Horizonte, ele dominou o holandês Djamil Chan, vencendo-o por decisão unânime e espera que novo triunfo sobre um gringo o deixe mais perto de uma disputa pelo cinturão de Eldar Eldarov.

"Fizemos um esforço a mais para ter o Leonardo no card, pois devemos isso à cidade. Ele é um grande astro de Balneário Camboriú, e levou o nome da cidade para o mundo todo. No BRAVE CF, não tem luta fácil e o "Macarrão" vai pegar uma pedreira, que é o Carl Booth, ex-desafiante ao cinturão da categoria de cima. Vai ser uma grande luta", comentou Marcos Ferraz, gestor do BRAVE CF no Brasil.

Booth, por sua vez, fará sua estreia entre os superleves. Ele vem de duas vitórias seguidas nos meio-médios, e escolheu descer de peso ao invés de esperar uma terceira luta contra o atual campeão Jarrah Al-Selawe. "The Bomber" vem de triunfo dominante sobre o ex-UFC Hayder Hassan na luta principal do BRAVE CF 32, que foi disputado no Quirguistão.

O BRAVE CF 35 marcará a quinta vez que a maior organização de MMA do Oriente Médio aterrisa no Brasil. Com a estreia em Balneário Camboriú, o país se torna a maior casa do BRAVE Combat Federation, junto ao Bahrein.

O show terá como atração principal a primeira defesa de cinturão do campeão peso leve Cleiton "Predador", que enfrenta o sueco Guram Kutateladze, algoz dos brasileiros Erick "Índio Brabo" e Felipe Silva. Também está confirmado para o evento o retorno de Luan "Miau" - o ex-campeão enfrenta o francês Amin Ayoub.

Ex-campeão Luan “Miau” enfrenta francês Amin Ayoub no BRAVE CF 35

Luan "Miau" Santiago é mais um grande nome confirmado para o retorno do BRAVE Combat Federation ao Brasil. O ex-campeão peso leve receberá o francês Amin Ayoub no card principal do BRAVE CF 35, evento que ocorre em Balneário Camboriú, no dia 28 de março. A informação foi divulgada por oficiais da organização nesta sexta-feira.

Dono do Nocaute do Ano no BRAVE CF em 2019, "Miau" conquistou o título em abril diante de Abdul-Kareem Al-Selwady, desferindo uma cotovelada giratória que viralizou mundo afora. Meses depois, porém, ele perdeu o cinturão para o arquirrival Cleiton "Predador" no BRAVE CF 25, em Belo Horizonte.

Em novembro do ano passado, Luan subiu de categoria e se aventurou no superleve, onde conquistou expressiva vitória sobre o russo Gadzhimusa Gaziev no Bahrein, fechando o ano no positivo.

Agora, ele retorna ao peso leve para seguir na caçada a "Predador". Para isso, porém, Santiago terá que passar pelo perigoso Ayoub. Ex-campeão regional em duas categorias, "Fierceness" vem de seis vitórias seguidas e estreou no BRAVE CF com vitória por finalização sobre Djamil Chan na África do Sul.

O BRAVE CF 35 marcará a quinta vez no Brasil da organização que mais cresce no mundo do MMA. O evento será encabeçado pela primeira defesa do cinturão de Cleiton "Predador", que enfrenta Guram Kutateladze. Nos próximos dias, o BRAVE Combat Federation deve divulgar mais nomes de peso para o primeiro show em Balneário Camboriú, após duas visitas a Belo Horizonte e duas a Curitiba.

Veja o trailer do duelo Santiago vs Ayoub - https://www.instagram.com/p/B8RAQIDHuZg/

Veja o pôster oficial da luta principal do BRAVE CF 35, em Balneário Camboriú

Campeão peso leve do BRAVE Combat Federation, Cleiton "Predador" Silva fará a primeira defesa do seu cinturão em casa. Ele será a atração principal do BRAVE CF 35, que ocorre no dia 28 de março, em Balneário Camboriú, Santa Catarina, e enfrenta o sueco Guram Kutateladze. Nesta quarta-feira, a organização divulgou o pôster oficial da luta, que opõe o "Predador" ao "Viking Georgiano".

"Predador" está invicto pelo BRAVE CF, tendo estreado em 2018, com vitória sobre o egípcio Ahmed Amir no BRAVE CF 11. Logo após a estreia, Cleiton viajou à Colômbia, onde finalizou o argentino Marcelo Bustos, se credenciando assim à disputa de cinturão.

O title shot veio diante de Luan "Miau" Santiago, no BRAVE CF 25. Nas semanas que anteciparam a luta, os dois protagonizaram uma ferrenha rivalidade, mas Cleiton riu por último, finalizando "Miau" no primeiro minuto com um mata-leão.

Apesar de ter nascido na Geórgia, Kutateladze opta por representar a Suécia, país para o qual se mudou em no meio da década passada, e aonde treina e mora atualmente. Guram é companheiro de equipe do lendário Alexander Gustafsson, além de outros grandes nomes do MMA como Ilir Latifi, Reza Madadi, e Khamzat Chimaev.

O BRAVE CF 35 marcará o quinto evento no Brasil da organização de MMA que mais cresce no mundo. Em 2017, o BRAVE CF foi a Curitiba duas vezes, e também viajou a Belo Horizonte em 2018 e 2019.

BRAVE CF anuncia retorno ao Brasil com estreia em Balneário Camboriú

Organização de MMA que mais cresce no mundo, o BRAVE Combat Federation renovará seu compromisso com a cena do esporte no Brasil ao retornar ao país em 2020. O BRAVE CF fará sua estreia em Balneário Camboriú no dia 28 de março, após dois eventos em Curitiba e mais dois em Belo Horizonte desde 2017.

Com o evento em Balneário, o Brasil se iguala ao Bahrein como país que mais recebeu eventos do BRAVE CF. Além disso, a organização deverá adicionar aos 77 lutadores brasileiros que já defenderam a bandeira do país no cage do BRAVE CF, apesar de nenhuma luta estar confirmada para o show.

O Brasil também pode se orgulhar de ter sido o primeiro país fora do Reino do Bahrein a receber eventos do BRAVE CF. Em março de 2017, o BRAVE CF 3 abriu o caminho para mais shows internacionais. Hoje, o BRAVE CF já visitou outras 16 localidades em 33 eventos - no próximo dia 19 de janeiro, o BRAVE CF 34 marcará a estreia da promoção na Eslovênia.

Alguns meses depois, em agosto de 2017, o BRAVE CF organizou a primeira disputa de título mundial entre estrangeiros em solo brasileiro. Na ocasião, Carlston Harris, da Guiana, venceu o inglês Carl Booth e se tornou campeão meio-médio.

Atualmente, o Brasil conta com dois campeões brasileiros - no peso leve, Cleiton "Predador" é o dono do cinturão, enquanto Daniel "Gaúcho" reina na divisão dos médios.

Sob o olhar de Cyborg, “Gaúcho” brutaliza e vira primeiro campeão peso médio da história do BRAVE CF

Sob o olhar de Cyborg, "Gaúcho" brutaliza e vira primeiro campeão peso médio da história do BRAVE CF

Foi uma noite inesquecível para Daniel "Gaúcho" Pereira Souza. O brasileiro escreveu seu nome na história do MMA ao se tornar o primeiro campeão peso médio da história do BRAVE Combat Federation. Na luta principal do BRAVE CF 31, na África do Sul, Daniel brutalizou o dono da casa Chad Hanekom e o nocauteou no segundo round, virando o mais novo brasileiro campeão do BRAVE CF e seguindo os passos de Cleiton "Predador", Lucas "Mineiro" e do seu companheiro de equipe Luan "Miau" Santiago.

Com um estilo de defesa de quedas e partindo para a trocação franca, "Gaúcho" chegou a estar em apuros no primeiro assalto, quando Hanekom avançou para as suas costas. O brasileiro soube ter calma, conseguiu sair da posição ruim, e ainda atordoou Chad no fim do round.

No segundo assalto, o pupilo da CM System partiu para cima e rapidamente conquistou o nocaute que o coloca na história do BRAVE CF. Após a luta, ele já aceitou o desafio de Mohammad Fakhreddine, que tem tudo para ser seu primeiro desafiante.

Além de Daniel, outros nocautes brutais tomaram conta da noite. Na presença de Cris Cyborg, embaixadora do BRAVE CF, alguns dos principais atletas do plantel da companhia deram show. Casos de Amin Ayoub, que finalizou Djamil Chan com uma guilhotina, e Kevin Ruart, que nocauteou brutalmente Ibrahim Mane.

Veja os resultados do BRAVE CF 31

CARD PRINCIPAL
Peso médio: Daniel Souza venceu Chad Hanekom por TKO - Round 2
Peso casado (58 kg): Dansheel Moodley venceu Anton Larsson por decisão unânime
Peso casado (73 kg): Amin Ayoub venceu Djamil Chan por finalização (guilhotina) - Round 3
Peso médio: Mizwandile Hlongwa venceu Jeremy Smith por decisão unânime
Peso meio-médio: Kevin Ruart venceu Ibrahim Mane por KO - Round 3

CARD PRELIMINAR
Peso pena: Tariq Ismail venceu Cedric Doyle por decisão unânime
Peso galo: Abdul Hussein venceu Martin Debeer por finalização (ninja choke) - Round 1
Peso galo: Nkosi Ndebele venceu Ian Cleary por decisão unânime
Peso meio-médio: Jason Culverwell venceu Dimitri Fogg por finalização (triângulo) - Round 2
Peso meio-médio: Eleizer Kubanza venceu Matt Raynard por KO - Round 3

Com esquadrão brasileiro, BRAVE 29 terá transmissão online e gratuita no Brasil

Com esquadrão brasileiro, BRAVE 29 terá transmissão online e gratuita no Brasil

O BRAVE 29 será o maior evento do ano para o BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio. O card, que encabeça a edição 2019 da BRAVE International Combat Week no Bahrein, contará com um verdadeiro esquadrão brasileiro, com sete atletas tupiniquins distribuídos ao longo da programação. Para a ocasião, a promoção anunciou que disponibilizará de forma gratuita a transmissão online para todo o território brasileiro.

Para acompanhar o card do BRAVE 29 e o torneio sem limite de peso KHK World Title, os fãs brasileiros devem acessar www.bravecftv.com. Na tela inicial, então, deve-se clicar na opção subscribe. Uma vez na tela de cadastro, na opção Register, é necessário incluir alguns dados, como nome completo, e-mail válido, país de origem e senha. Com todas as informações inseridas, um e-mail de ativação será enviado para a conta do usuário (lembre-se de checar também a pasta de spam). Pronto, use suas informações de login e assista ao BRAVE 29 a partir das 11 da manhã (horário de Brasília).

O “Time Brasil” no Brave 29 é composto por: Marcel Adur, que disputa o cinturão peso mosca contra Jose Torres na luta principal; o ex-campeão peso leve Luan “Miau” Santiago, que sobe de divisão para enfrentar Gadzhimusa Gaziev; o ex-UFC Felipe Silva, que encara Guram Kutateladze; Luana Pinheiro, que tem pela frente Helen Harper; Erick “Índio Brabo” da Silva, que luta contra Tae Kyun Kim; além de Guto Inocente e Kleber “Orgulho”, que farão parte do torneio de uma noite sem limite de peso valendo 100 mil dólares e a posse do cinturão de 6,2kg de ouro puro KHK World Title.

Veja o card completo do BRAVE CF 29:

Card principal

Cinturão peso mosca: Jose Torres vs Marcel Adur
Peso galo: Hamza Kooheji vs Nahuel Gandolfi
Peso pena: Abdul-Kareem Al-Selwady vs Dumar Roa
Peso superleve: Luan “Miau” Santiago vs Gadzhimusa Gaziev
Peso leve: Felipe Silva vs Guram Kutateladze
Peso palha: Luana Pinheiro vs Helen Harper

Card preliminar

Peso mosca: Hussain Ayyad vs Matis Zarahovs
Peso pena: Ilia Topuria vs Steven Gonçalves
Peso mosca: Amir Albazi vs Ryan Curtis
Peso galo: Ali Qaisi vs Jeremy Pacatiw
Peso galo: Kasum Kasumov vs Rany Saadeh
Peso pena: Tae Hyun Kim vs Erick da Silva

Semifinais KHK World Championship

Peso aberto: Kleber Orgulho vs Mohammad Fakhreddine
Peso aberto: Guto Inocente vs Azamat Murzakanov

“Exército Brasileiro” chega ao Bahrein para o BRAVE CF 29

“Exército Brasileiro” chega ao Bahrein para o BRAVE CF 29

A BRAVE International Combat Week é o aguardado anual retorno do BRAVE Combat Federation ao seu país-natal, o Reino do Bahrein. Dessa vez, no entanto, o evento poderia contar com o subtítulo “Exército Brasileiro”, dada a forte presença de atletas do Brasil na programação. Quatro dos cinco brasileiros que competirão no BRAVE 29 chegaram no Aeroporto Internacional do Bahrein juntos e prontos para fazer história em alguns dias.

Estrela da luta principal da noite, a disputa do cinturão inaugural peso mosca contra Jose “Shorty” Torres, Marcel Adur falou sobre o desafio.

“Acabei de chegar aqui ao Bahrein e tive a calorosa recepção de sempre da equipe do BRAVE. Estou ansioso por essa luta e esperando uma vitória. Vou enfrentar um atleta muito duro, o Jose Torres, mas eu já enfrentei atletas tão duros, ou até mais duros que ele. Então, espero que ele esteja pronto para um, dois, três ou cinco rounds, pois, independentemente disso, eu vou sair daqui com esse cinturão”, disse Adur.

A chegada de Adur coincidiu com a de seus ex-colegas de CM System Luan “Miau” Santiago e Felipe Silva. O ex-campeão dos pesos leves Miau retorna ao Bahrein, onde competiu também em 2018, desta vez subindo para os pesos superleves, e pronto para enfrentar o russo Gadzhimusa Gaziev. Por outro lado, Felipe Silva está fazendo sua estreia no Bahrein e enfrentará o georgiano Guram Kutateladze, em uma luta adiada do BRAVE Colômbia alguns meses atrás - quando Guram se lesionou dias antes da luta e forçou uma mudança repentina no adversário de Felipe.

Juntando-se a Marcel, Luan e Felipe, Luana Pinheiro também chegou ao Bahrein, acompanhada por seu namorado, técnico e também atleta do BRAVE Matheus Nicolau. Após duas impressionantes vitórias em suas aparições no BRAVE, Luana chega ao maior card do ano na organização para enfrentar a britânica Helen Harper.

O “Exército Brasileiro” estará completo no dia 12 de novembro, com as chegadas dos três membros restantes: Erick “Índio Brabo” da Silva, que enfrentará Tae Kyun Kim no card preliminar; e Kleber “Orgulho” e Guto Inocente, que farão parte do prestigioso torneio sem limite de peso KHK World Title.

O BRAVE 29 e o KHK World Title vão acontecer no dia 15 de novembro, na Khalifa Sports City, em Isa Town, Bahrein. O card encabeçará a histórica BRAVE International Combat Week 2019, que também conta o Campeonato Mundial de MMA amador da IMMAF.

Kleber Orgulho se junta a Guto Inocente em torneio sem limite de peso no Bahrein

Kleber Orgulho se junta a Guto Inocente em torneio sem limite de peso no Bahrein

Mais um brasileiro foi confirmado no KHK World Championships, torneio de MMA que acontecerá no dia 15 de Novembro, no Bahrein, durante o BRAVE CF 29. Kleber Orgulho substituirá Moise Rimbon e enfrentará Mohammad Fakhreddine nas semifinais. Caso vença, o peso meio-pesado poderá enfrentar Guto Inocente em uma revanche, já que seu compatriota está na outra chave.

Os brasileiros farão parte das duas primeiras lutas do BRAVE CF 29, que valerão para as semifinais do KHK World Championship. Os vencedores dos dois combates irão para a final, que será disputa na mesma noite, na luta principal do histórico evento.

Inocente e Orgulho se enfrentaram uma vez no circuito nacional, em 2010, quando Guto levou a melhor após uma lesão de Kleber.

Orgulho se junta a outros seis brasileiros em ação no estrelado BRAVE CF 29. Marcel Adur lidera o exército do Brasil rumo ao Bahrein. O peso mosca enfrenta Jose Torres, dos Estados Unidos, pelo título inaugural da divisão. Luan "Miau", Felipe Silva, Luana Pinheiro e Erick "Indio Brabo" também estarão em ação, além, é claro, de Guto Inocente.