Kinkan Sweet & Co-Confeitaria apresenta doces finos ao estilo japonês, by Vanessa Malucelli

Pedaçinho do Japão na Vicente Machado

Para quem acha que a confeitaria japonesa se resume a doce de feijão, “manjus” (bolinho recheado de pasta de feijão azuki, cozido no vapor) e “motis” (bolinho de arroz, recheado com feijão azuki) é porque ainda não conhece a Kinkan Sweet & Co.

Assim como as mais finas confeitarias do Japão, a Kinkan produz doces inspirados na pâtisserie europeia – principalmente da França e da Alemanha – mas com um toque oriental.

363

Os doces primam pela beleza, seguindo a relação que os japoneses fazem entre comida, sabor, imagem, cor e belas apresentações. E tudo isso com um toque suave, leve e com menos açúcar ao que o paladar brasileiro está acostumado.

Um diferencial, não tem cardápio você  escolhe na vitrine o que lhe agrada ao paladar e assim fica mais fácil, a escolha por visualização, achei super interessante…

A Kinkan apresenta receitas populares no Japão, como o Choux Cream (massa choux com creme de baunilha) e também criações próprias, como a Apple Choux, que leva a mesma massa, com um creme suave de maçã, inspirada na Maçã do Amor. O cardápio está sempre recebendo novas criações, sempre valorizando o sabor de ingredientes de qualidade.

Na medida perfeita.

Entre os salgados, os carros-chefe são as tartines. Fatias de shokupan – o super macio pão de forma japonês – são servidas quentes, com recheios como almôndega, tomate confitado ou o clássico Croque Monsier.

Além do pão de forma – nas versões tradicional e integral – a área de panificação conta com deliciosos croissants e o pain au chocolat (tanto a receita quanto o chocolate do recheio dessa massa folhada levíssima são franceses).

Um dos sucessos da casa é o cruffin, um croissant recheado com doce de leite ou chocolate. A família dos cruffins vai aumentar, com o lançamento da versão de morango, que será servida gelada, celebrando o início da primavera.

 

Da prancheta para a cozinha

Arquiteto de formação, o chef Cairo Murakami levou para a culinária o apuro estético e a visão de proporção, design e forma.

Após a experiência com a confeitaria no Japão, retornando à cidade natal, Londrina, no norte do Paraná, criou a Hachimitsu, em 2005. Por motivos particulares, ficou à frente da confeitaria por apenas um ano, até vendê-la, e passou mais uma temporada no Japão.

kk logoAntes de criar a Kinkan Sweet & Co em Curitiba, pesquisou e estudou muito. Para incrementar a parte de salgados e poder oferecer pães iguais aos que provou no Japão, qualificou-se com o professor Rogério Shimura, de São Paulo. Os estudos e o talento para descobrir sabores fazem da cozinha um laboratório de “inspiração e experimentação”, como explica Murakami. Assim, cada visita pode reservar uma doce surpresa.

 

Serviço:

  • Kinkan Sweet & Co
    • R. Vicente Machado, 975, Batel
      • Curitiba – PR
    • Funcionamento:
      • Abre de segunda e sábado, das 11 horas até 19 horas,
      • Inclusive nos feriados.
    • Estacionamento:
      • Próprio para sete carros
      • Convênio com o Fort Park, ao lado da confeitaria.
    • Contato:
*com divulgação

 

Categorias:COLUNA VANESSA MALUCELLI, DIVIRTA-SE, FREE LIFESTYLE, GASTRONOMIA

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s