“Miau” e Luana salvam noite brasileira e russo leva cinturão histórico no BRAVE CF 29

"Miau" e Luana salvam noite brasileira e russo leva cinturão histórico no BRAVE CF 29

A saída de Marcel Adur do card do BRAVE CF 29 diminuiu o número de brasileiros em ação no Bahrein, mas não tirou a emoção do histórico evento, que coroou o invicto Azamat Murzakanov como o primeiro campeão do KHK World Championship, torneio de uma noite sem limite de peso. No cage, apenas dois brasileiros conquistaram vitórias, com Luan "Miau" Santiago superando o russo Gadzhimusa Gaziev e Luana Pinheiro nocauteando Helen Harper.

"Miau", que perdeu o cinturão peso leve para Cleiton "Predador", teve uma performance comedida, controlando a luta com seu caratê e conectando bons chutes no corpo castigado de Gaziev.

Já Luana comemorou em grande estilo a primeira luta feminina da história do Bahrein. Com as mãos bastante afiadas, a campeã de judô conectou golpes duros na inglesa Helen Harper e derrubou a adversária ainda no primeiro assalto.

"Esse é só o começo. Foi uma honra mostrar o que as mulheres são capazes aqui no Bahrein, um país lindo e onde eu fui muito recebida. Quero muito voltar e vocês podem esperar mais nocautes vindo por aí", comemorou Luana.

Erick "Indio Brabo", Felipe Silva, além dos integrantes do KHK World Championship, Guto Inocente e Kleber Orgulho, acabaram derrotados, com Felipe sendo surpreendido por um gancho de esquerda de Guram Kutateladaze, quando claramente vencia a luta.

Já Guto não foi páreo para o wrestling de Azamat, que controlou a luta no curso de dois rounds na semifinal do KHK World Championship. Já Orgulho não resistiu aos duros golpes de Mohammad Fakhreddine, cansou e acabou derrotado.

Antes da decisão, uma grande festa tomou conta da Khalifa Sports City Arena, com um helicóptero trazendo o cinturão mais prestigioso da história dos esportes. O KHK belt, adornado com 6.2 kg de ouro, seria posto em jogo na final do torneio, com o vencedor ganhando US$100 mil (R$ 420 mil) e o direito de ter a posse provisória da histórica cinta.

Na grande final, Azamat foi superior e mostrou porque é um dos atletas mais completos da atualidade ao nocautear Fakhreddine brutalmente ainda no primeiro assalto.

“Exército Brasileiro” chega ao Bahrein para o BRAVE CF 29

“Exército Brasileiro” chega ao Bahrein para o BRAVE CF 29

A BRAVE International Combat Week é o aguardado anual retorno do BRAVE Combat Federation ao seu país-natal, o Reino do Bahrein. Dessa vez, no entanto, o evento poderia contar com o subtítulo “Exército Brasileiro”, dada a forte presença de atletas do Brasil na programação. Quatro dos cinco brasileiros que competirão no BRAVE 29 chegaram no Aeroporto Internacional do Bahrein juntos e prontos para fazer história em alguns dias.

Estrela da luta principal da noite, a disputa do cinturão inaugural peso mosca contra Jose “Shorty” Torres, Marcel Adur falou sobre o desafio.

“Acabei de chegar aqui ao Bahrein e tive a calorosa recepção de sempre da equipe do BRAVE. Estou ansioso por essa luta e esperando uma vitória. Vou enfrentar um atleta muito duro, o Jose Torres, mas eu já enfrentei atletas tão duros, ou até mais duros que ele. Então, espero que ele esteja pronto para um, dois, três ou cinco rounds, pois, independentemente disso, eu vou sair daqui com esse cinturão”, disse Adur.

A chegada de Adur coincidiu com a de seus ex-colegas de CM System Luan “Miau” Santiago e Felipe Silva. O ex-campeão dos pesos leves Miau retorna ao Bahrein, onde competiu também em 2018, desta vez subindo para os pesos superleves, e pronto para enfrentar o russo Gadzhimusa Gaziev. Por outro lado, Felipe Silva está fazendo sua estreia no Bahrein e enfrentará o georgiano Guram Kutateladze, em uma luta adiada do BRAVE Colômbia alguns meses atrás - quando Guram se lesionou dias antes da luta e forçou uma mudança repentina no adversário de Felipe.

Juntando-se a Marcel, Luan e Felipe, Luana Pinheiro também chegou ao Bahrein, acompanhada por seu namorado, técnico e também atleta do BRAVE Matheus Nicolau. Após duas impressionantes vitórias em suas aparições no BRAVE, Luana chega ao maior card do ano na organização para enfrentar a britânica Helen Harper.

O “Exército Brasileiro” estará completo no dia 12 de novembro, com as chegadas dos três membros restantes: Erick “Índio Brabo” da Silva, que enfrentará Tae Kyun Kim no card preliminar; e Kleber “Orgulho” e Guto Inocente, que farão parte do prestigioso torneio sem limite de peso KHK World Title.

O BRAVE 29 e o KHK World Title vão acontecer no dia 15 de novembro, na Khalifa Sports City, em Isa Town, Bahrein. O card encabeçará a histórica BRAVE International Combat Week 2019, que também conta o Campeonato Mundial de MMA amador da IMMAF.

Luan “Miau” e Felipe Silva são confirmados em card estrelado do BRAVE CF no Bahrein

Luan "Miau" e Felipe Silva são confirmados em card estrelado do BRAVE CF

no Bahrein

Dois dos maiores strikers do MMA brasileiro estarão em ação no mês que vem. Tanto Felipe Silva quanto Luan Santiago, que treinam na CM System, foram confirmados como atrações do BRAVE CF 29, evento que ocorre no dia 15 de novembro, no Bahrein. Ex-campeão peso leve da organização, “Miau” Santiago subirá de categoria para enfrentar Gadzhimusa Gaziev, enquanto Silva medirá forças com Guram Kutateladze.

Luan conquistou o cinturão fora de casa, ao conectar linda cotovelada giratória sobre Abdul-Kareem Al-Selwady, em abril deste ano, na Jordânia. Em sua primeira defesa de cinturão, porém, foi surpreendido pelo arquirrival Cleiton “Predador”, que o finalizou na luta principal do BRAVE CF 25, disputado em Belo Horizonte. Agora, “Miau” tenta a sorte na divisão superleve diante do russo Gaziev, que já venceu Leonardo “Macarrão” e o libanês Mohammad Fakhreddine, este último comum dos maiores nocuates do ano passado.

Já Felipe Silva, ex-UFC, teve sua estreia marcada para o BRAVE CF 26, na Colômbia, contra Guram Kutateladze. O georgiano, no entanto, se machucou, Felipe venceu Dumar Roa, e finalmente enfrentará o rival, em busca de uma chance pelo cinturão de “Predador”.

O BRAVE CF 29 fará parte do BRAVE International Combat Week, maior festival de lutas da Ásia, que terá também o Mundial Amador da IMMAF, e o KHK World Championship, um torneio sem limite de peso, com semifinais e finais acontecendo na mesma noite e como parte do BRAVE CF 29.

Trailer da BRAVE International Combat Week - https://www.instagram.com/p/B3pKLP4IQL6/

Adversário de “Mineiro” no Brave 18 promete surpreender brasileiro

Adversário de "Mineiro" no Brave 18 promete surpreender brasileiro

Abdul-Kareem Al-Selwady tem menos da metade do número de lutas de seu próximo adversário. No Brave 18 desta sexta-feira (16), ele enfrentará o brasileiro Lucas "Mineiro" com o título linear peso leve do Bravd Combat Federation em jogo. Apesar da desvantagem na experiência, o "Pride of Palestine" (Orgulho da Palestina) promete surpreender o atual campeão interino e levar seu primeiro cinturão internacional de volta para a Jordânia.

Em entrevista à série "Road to Brave", Al-Selwady mostrou um pouco de sua rotina no Texas, onde vive, e garantiu que irá manter a invencibilidade no Brave (são quatro vitórias em quatro lutas, incluindo dois triunfos sobre brasileiros).

"Estou me preparando para os cinco rounds. Claro que se eu puder finalizá-lo ou nocauteá-lo antes vai ser ótimo. Mas tenho treinado para conseguir manter meu plano de jogo por 25 minutos. Essa luta não é o topo da montanha para mim, mas garanto que vai ser o começo de uma grande caminhada na minha carreira. Vou para surpreender", comentou o jordaniano.

Apesar da confiança, Abdul-Kareem, tido como um dos lutadores mais famosos do Oriente Médio, mostrou um lado mais humilde durante o programa. Al-Selwady admitiu que reza também por seus oponentes e declarou que não tem nada contra "Mineiro", chegando a dizer que admira seu próximo adversário.

"Eu tenho uma relação muito próxima com Deus e acredito que isso me dá forças para enfrentar os obstáculos da vida. Tenho como dever rezar por proteção não só a mim, mas a meus adversários também (...) Lucas é um ótimo lutador e desejo tudo de bom a ele", completou.

O Brave 18 terá outras duas lutas de título envolvendo brasileiros. Além de "Mineiro", o paulista Felipe Efrain buscará tirar a coroa peso galo de Stephen Loman, enquanto o catarinense Marcel Adur tenta se tornar o primeiro campeão peso mosca da história do Brave contra Velimurad Alkhasov.

O Brave 18 acontecerá em Isa Town, no Bahrein, nesta sexta-feira (16), e terá transmissão do canal Combate a partir das 13h15.

Card principal
Peso leve: Lucas Mineiro (c) x Abdul Kareem Al Selwady - Pelo título
Peso galo: Abdul Rakhman Dudaev x Joe Taimanglo
Peso pena: Magomedrasul Khasbulaev x Robert Emerson
Peso galo: Stephen Loman (c) x Felipe Efrain - Pelo título
Peso mosca: Marcel Adur x Velimurad Alkhasov - Pelo título

Card preliminar
Peso mosca: Hussain Ayad x Hassan Abo Ali
Peso pena: Akhmed Sheraniev x Antônio Carlos Ribeiro
Peso leve: Luan "Miau" Santiago x Djamil Chan
Peso meio-médio: Goyti Dazev x Vasiliy Kurochkin
Peso casado (73 kg): Cian Cowley x Hardeep Rai
Peso pena: Anzor Abdulkhozjaev x Alexis Savvidis
Peso meio-médio: Mark Kisic x Khamzat Chimaev