O consumo consciente da moda pode trazer mudanças positivas no hábito individual e ambiental

O LIDE Paraná participa da iniciativa internacional de consumo consciente de moda, o “setembro em segunda mão”. Através da plataforma TROC, o grupo angariou roupas de afiliadas e o valor arrecadados converteu em insumos para a famílias em situação de vulnerabilidade atendidas pelo Projeto Luz

Setembro é o mês do consumo consciente da moda. O impacto ambiental da indústria têxtil é uma das mais danosas para o meio ambiente, isso porque para a produção de tecidos é utilizado uma grande quantidade de recursos naturais não renováveis. Além de que é necessário cerca de 150 litros de água para a produção de um quilo de tecido, sendo que 88% acaba sendo descartado como efluentes líquidos e 12% são perdidos por evaporação.

Para conscientizar as pessoas dos impactos ambientais causados pela indústria da moda, a organização solidária britânica Oxfam lançou o desafio “setembro em Segunda Mão”, a ideia é encorajar consumidores a passar a consumir roupas de segunda mão, pelo menos no mês de setembro. A percepção dessa mudança de paradigma sensibilizou também marcar grandes que decidiram reduzir a quantidade de coleções a serem lançadas e focando em alternativas mais sustentáveis nas produções.

Essa mudança já pode ser sentida, mesmo que em pequenos passos. As gerações passadas vivenciaram um crescimento do mercado da moda e sentiram a necessidade de encher os armários com as mais diversas peças, com o intuito de ter quantidade a qualidade. Mas essa mentalidade vem se transformando com a conscientização dos impactos causados ao meio ambiente.

Com vasto conhecimento na área têxtil, a presidente do LIDE Paraná, Heloisa Garrett, produziu um livro “Arte e técnica do vestuário em Santa Catarina” sobre a indústria têxtil em conjunto com a jornalista Astrid Façanha e compreende a importância de dar visibilidade a esta causa.

A questão do meio ambiente vem ganhando força nos últimos anos para cá e as pautas que envolvem esta temática estão ganhando visibilidade. Para além de dar visibilidade para a causa do consumo consciente e sustentável, o LIDE Paraná atua com iniciativas que têm retorno social para além da criação de consciência individual.

Com uma loja na TROC, plataforma de brechó online, o grupo arrecadou roupas de suas filiadas e o valor recebido na venda das peças foi convertido em insumos para famílias em situação de vulnerabilidade atendidos pelo Projeto Luz.

Leilão de grifes de luxo vai arrecadar recursos para compra de alimentos

Marcas desejo como Louboutin, Prada, Dolce & Gabbana e Louis Vuitton estão entre as selecionadas para a live leilão do Bazar do LIDE Mulher que acontece nesta terça-feira, 30 e vai arrecadar alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo Projeto Luz

Muitas mulheres abriram seu guarda-roupa para fazer o bem nas últimas semanas e o resultado da arrecadação das Madrinhas do Bem, iniciativa do LIDE Mulher Paraná, foi fantástico. Peças que são desejo de qualquer mulher serão vendidas online pela startup curitibana TROC, uma referência em e-commerce no ramo no Brasil.

"Conseguimos mobilizar nossas filiadas em uma grande campanha e teremos peças que são desejo de qualquer mulher em nosso bazar online. A ideia foi praticar uma ação de solidariedade, usando também a sustentabilidade na moda e o resultado de todas as vendas será revertido em alimento para pessoas que foram profundamente impactadas com a pandemia e estão sem o essencial, o alimento", destaca a presidente do LIDE Paraná e idealizadora da ação Heloisa Garrett.

Todas as peças que serão vendidas passaram pela curadoria e controle de qualidade da TROC e as "peças desejo" mais exclusivas e de grifes internacionais serão vendidas por meio de uma live leilão que acontece às 20h00 desta terça-feira, 30, pelo instagram da @trocreal. "Selecionamos peças incríveis, o engajamento das minhas amigas foi surpreendente e com certeza os lances serão disputadíssimos", destaca uma das Madrinhas do Bem e que teve a ideia de lançar as vendas com a live leilão, a empresária Michelle Jamur. Também vão participar da ação, tomando todas as medidas de orientação das autoridades sanitárias, Ana Claudia Michelin, representando o Projeto Luz, Emmanuele Mourão, representando o LIDE Mulher, e Luanna Toniolo, fundadora da TROC.

A iniciativa levantou uma grande corrente de solidariedade. "Agora vamos para a fase mais importante que é mobilizar para a compra das peças e assim atingirmos nosso objetivo que é arrecadar o máximo possível para converter em pratos de comida para população de rua e cestas básicas", complementa Garrett. A TROC não terá nenhum lucro sobre as vendas

Mais informações sobre as doações e sobre a campanha pelo concierge do LIDE Mulher Paraná (41) 99111-8248.

Serviço:
Live Leilão - Bazar do LIDE na TROC
Quando: 30/06 às 20h00
Local: perfil da TROC no Instagram @trocreal

Crédito do texto: LIDE Paraná

McDonald’s doa mais mil refeições em quatro cidades paranaenses na campanha McObrigado

Com a meta de chegar a 100 mil doações, empresa aderiu à ação global Thank You Meal e preparou refeições especiais para os profissionais de hospitais, cooperativas e projetos sociais

As cozinhas do McDonald´s no Brasil estão preparando mais do que deliciosas refeições. Desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus, a marca, operada pela Arcos Dorados no país, adicionou doses extras de solidariedade e carinho nas doações que tem feito para os profissionais de saúde e caminhoneiros que estão atuando na linha de frente do combate à doença. Para acelerar essa ação, a companhia aderiu à campanha global Thank you Meal, lançada nos Estados Unidos. Por aqui, a meta é chegar a 100 mil combos doados, o que equivale a um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões de reais.

O Projeto Luz, em Curitiba, que atende pessoas e comunidades inteiras em situação de vulnerabilidade social, recebeu a doação de 200 combos (sanduíche + batata) para atender uma comunidade na Cidade Industrial de Curitiba. Também na capital, a cooperativa Terra Santa, que fica no Tatuquara e recicla dezenas de quilos de resíduos todos os dias, recebeu 30 combos que foram repassados a todos os cooperados. Em São José dos Pinhais, o Hospital Municipal da cidade e o Centro de Especialidades do Paraná (CEP), que está atendendo apenas casos de coronavírus, foram doadas 220 refeições aos profissionais de saúde. Os funcionários do Hospital Universitário de Londrina também foram reconhecidos na ação com 295 combos, enquanto a equipe do Hospital Municipal de Maringá recebeu 220 refeições. Todas as doações ocorreram na última semana e foram entregues em embalagens especiais com mensagens de agradecimento e encorajamento.

Para o Brasil, o nome da campanha foi ajustado: será o McObrigado. “Trata-se de uma forma de levar, além de comida, solidariedade e mensagens de encorajamento para estes profissionais que tem tido uma atuação incansável e excepcional”, explica Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

Até o momento, já foram realizadas mais de 30 mil doações para profissionais de saúde de mais de 70 instituições, em 44 cidades, e caminhoneiros nas rodovias. Todas têm sido preparadas pelos funcionários da rede, que também estão se mobilizando para colocar recados de agradecimento juntos das refeições. Em abril, instituições hospitalres localizadas em Curitiba e Maringá já haviam recebido quase mil doações. Nesta nova onda, a rede está ampliando a entrega de alimentos para instituições que atuam no combate à fome.

Para contar um pouco mais sobre essa ação, um filme em parceria com a DPZ&T foi desenvolvido para os canais digitais da marca. A produção compila imagens reais, desde o preparo até a chegada às mãos dos homenageados. Cada combo inclui uma mensagem de agradecimento. O vídeo ainda traz depoimentos de funcionários do Méqui agradecendo estes profissionais. Assista aqui.

“Em tempos de isolamento, o Méqui reafirma o quanto está junto das pessoas e destaca a importância do distanciamento social. Acreditamos que sairemos desta mais fortes. Por isso, preparamos essa homenagem, para agradecer toda a dedicação dos trabalhadores”, explica João Branco, Chief Marketing Officer do McDonald’s Brasil.

Outras medidas da Arcos Dorados

Acreditando na união de forças para que o país possa superar esse momento de crise, o McDonald’s decidiu apoiar micro e pequenas empresas do setor de alimentação no Brasil, abrindo turmas de formação gratuita e online voltadas a profissionais que atuam nesse segmento.

A companhia criou um curso para microempreendedores, que conta com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, áreas em que a companhia é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Essas são esferas fundamentais para garantir medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo coronavírus.

O curso que iniciou em março teve 1845 inscritos e os módulos estão sendo disponibilizados por meio do site https://trilhas.info/ para que os novos interessados possam acompanhar o conteúdo.

Além disso, O McDonald’s abriu vagas gratuitas para o curso de Desenvolvimento Sustentável em Foco, que nos últimos dois anos contou com cerca de dois mil inscritos e aborda uma grade que contempla 12 temas como Compromisso Social, Energia Renovável, Diversidade & Inclusão, Economia Circular, Mudanças Climáticas e Gestão de Resíduos, entre outros. O curso é o maior programa corporativo de educação para o desenvolvimento sustentável do Brasil.

Medidas para segurança de seus colaboradores

Tendo como prioridade proteger a saúde e bem-estar de seus funcionários e clientes, a companhia implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao tema.

A empresa estabeleceu um protocolo especial para a operação de seus serviços, como Delivery e Drive-Thru, incluindo a demarcação de áreas de distanciamento social nos restaurantes, disponibilização de produtos para higienização das bolsas dos entregadores e lavagem de mãos, cuidado no condicionamento de produtos, além do reforço dos protocolos de higiene em todos os restaurantes da rede, como aumento na frequência da limpeza de equipamentos, ampliação do número de dispensers de álcool em gel, entre outras ações.

Além disso, a empresa seguiu a recomendação de uso de máscaras feita pelo Ministério da Saúde no início de abril. Já foram adquiridas máscaras descartáveis e de tecido e também começaram a ser instaladas barreiras acrílicas para proteção física entre atendentes e clientes.

Entre as iniciativas já implementadas pela empresa, estão o home office ou licença remunerada para seus colaboradores que pertencem ao grupo de risco, em todos os setores, inclusive restaurantes, e a recomendação de trabalho remoto para todos os funcionários da sede administrativa.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2019). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com.