Encerramento da 2ª Marcha Mundial da Paz e da Não-Violência será no Dia da Mulher (08/03)

Convite para dia 8 de MARÇO (domingo), em Curitiba

Serviço

2a. MM pela Paz e Não Violência no Dia Internacional da Mulher -
Mulheres da Favela exigem Paz

Manhã: 9h às 12h
Local: Rua Santa Zita, 281 - Parolin
https://www.facebook.com/events/499069900805129/

Programação Manhã
8h - Concentração
9h - 1º Ato – Denuncia da violência que atinge a favela.
9h30 - Saída da marcha.
2º Ato – A exploração do trabalho, em frente ao Supermercado Extra, na Av. Kennedy.
3º Ato – Educação e Moradia, em frente à Escola de Ensino Fundamental Professora Nansyr Cecato Cavichiolo, na Lamenha Lins.
4º Ato – Conversa sobre a Paz que queremos e como vamos construir.
Com a participação da Bloca Feminista Ela Pode/Ela Vai.
12h - Encerramento

Tarde: 15h às 17h30
Local: Parque Barigui - Coreto atrás do Salão de Atos
Atividades: Danças da paz, Prática de Entre Olhares, Meditação pela Paz, Jogos Cooperativos, Brincadeira de Paraquedas, Roda de conversa. Formação do símbolo humano da Paz para celebração do Ato.https://www.facebook.com/events/533591310621727/

O evento de encerramento da 2ª Marcha Mundial pela Paz e Não Violência será no próximo domingo, 08/03, Dia Internacional da Mulher, data marcada como o final do trajeto da Marcha em Madrid, onde tudo começou. Em 5 meses a marcha, desde que teve início no dia 02 de outubro de 2019, na capital espanhola, percorreu cerca de 150 países dos seis continentes, passando inclusive pelo Brasil. Em Curitiba, a marcha aconteceu em dezembro passado.

A data escolhida para a largada, 2 de outubro, se comemora o nascimento de Gandhi e foi declarada pelas Nações Unidas “Dia Internacional da Não-Violência”.

A principal finalidade da marcha é promover a educação da não violência e federar movimentos em todo o mundo que defendem e promovem a democracia, a justiça social e ambiental; a igualdade entre os gêneros, a solidariedade entre povos e a sustentabilidade da vida no planeta.

A Marcha é uma iniciativa impulsionada pela organização internacional Mundo Sem Guerras em conjunto com diversas organizações e pessoas dispostas a organizar ações e percorrer novamente todo o planeta, para contribuir na construção de um mundo sem guerras e sem violência.

        “Acreditamos que a força das mulheres de todo Brasil é essencial para que a Marcha continue ativa e para que seus objetivos sejam alcançados”, declarou Régis Garret, membro da equipe promotora da Marcha em Curitiba.

Dia internacional da Mulher e Marcha da Paz e Não-Violência

Entre os objetivos da 2ª Marcha Mundial da Paz e Não-Violência estão:

– Ativar um Plano de Medidas Urgentes contra todo tipo de supremacia, racismo, segregação e perseguição por sexo, raça, nacionalidade ou religião.

– Promover uma Carta Democrática de Cidadania Global, que complemente a Declaração de Direitos Humanos (Civis, políticos e socioeconômicos).

De acordo com o IBGE, de uma forma geral, o caminho a ser percorrido em direção à igualdade de gênero, ainda é longo para as mulheres e ainda mais tortuoso se esta for preta ou parda e residir fora dos centros urbanos das Regiões Sul e Sudeste.

Ainda que na área da educação, o gargalo tenha sido superado, com mulheres em maior número e maior grau de escolarização, há muita disparidade no que tange aos direitos reprodutivos, participação na economia, salários, representação política e outros aspectos.

As diferenças se agravam ainda mais em um país em que a cada quatro minutos é registrado um caso de violência contra a mulher. Consolidação de dados feita pelo jornal Folha de São Paulo aponta que os casos de feminicídio aumentaram mais de 7% em 2019, comparados com o ano anterior.

“A constatação é de que não haverá paz num mundo onde mulheres e homens não tenham os mesmos direitos e não usufruam das mesmas liberdades. A 2ª Marcha Mundial da Paz e Não-Violência, portanto, dá as mãos a todas as mulheres do Brasil e as conclama para fazer parte desse movimento”, conclui Garret.

Contatos: regisgarrett@hotmail.com – Régis Garret (41) 99941 3494. Saiba mais: www.the2worldmarch.org

Mini roteiro pela capital do PR para quem vai passar as férias na cidade

Se engana quem pensa que Curitiba fica parada durante o verão:
a cidade oferece muitos atrativos e opções de entretenimento para essa época do ano

O start para as férias de muitas pessoas começa nessa sexta, 20/12. Alguns vão viajar e aproveitar o descanso em outras cidades, principalmente nas praias, mas muitos ficam em Curitiba para aproveitar atrações e opções que na correria do dia a dia não é possível. Para quem vai ficar por aqui nesse final de 2019 e no começo de 2020, ou até mesmo para os turistas que virão e passarão por aqui entre uma viagem e outra, separamos lugares bacanas para conhecer na cidade.

Um passeio bem tradicional é o ônibus Double Decker da Linha Turismo, que passa pelas mais importantes atrações da cidade: parques, museus, teatros, mirantes, espaços culturais, centro histórico, bairro gastronômico, memoriais étnicos e o recém-reformado Mercado Municipal. O cartão de embarque custa R$ 50 e os passageiros podem sair a cada 30 minutos. Nessa época do ano a linha funciona a partir das 9h até 17h30, com saída inicial na Praça Tiradentes, mas o passeio pode começar em qualquer ponto do roteiro.

Vale a pena investir um tempo a mais para conhecer o Museu Oscar Niemeyer - carinhosamente conhecido como Museu do Olho. E esse é um passeio para toda a família! Em um local lindo da cidade, abriga importantes referências da produção artística de todo o mundo e tem cerca de sete mil obras. É considerado o maior museu de arte da América Latina e foi inaugurado em 2002, com assinatura do arquiteto brasileiro que leva seu nome..

Para os amantes de natureza, ou até mesmo para quem gosta de atividades físicas, o Parque Barigui também é opção. Com pistas para bicicletas e corridas, é ponto de encontro de muitas famílias e turistas. Gansos e capivaras (muito conhecidas na capital) tornam o passeio mais divertido. Aos finais de semana, amigos e famílias se reúnem para passeios de bicicleta, patinete, patins, leitura de livros e piqueniques.

E, como em todo passeio, gastronomia não pode faltar. A dica para encerrar o dia é o SOUQ Curitiba - complexo gastronômico com 30 opções de gastronomia internacional, wine bar, bar de cervejas artesanais e drinks - uma excelente pedida para finalizar aquela tarde gostosa, com a certeza de que todos os paladares serão agradados. Comida mexicana, italiana, brasileira, americana, japonesa, chinesa, tailandesa e até mesmo mongol. São muitas as oportunidades de fazer um verdadeiro “tour” pela gastronomia mundial, aproveitando ainda promoções como o Happy Hour de terça a quinta com 30% em algumas opções de cada operação ou o open de vinho nas quartas por R$49,90. Para quem gosta de cerveja, toda quinta-feira tem o Growler Day com cervejas refrescantes para o verão, como o mais novo lançamento “IPA JAGUADARTE” que a BeerMad lançou em parceria com a cervejaria Locomotive. Neste dia a cerveja custa $26 o litro para quem levar o Growler ou, para quem não tiver o produto para armazenar a cerveja, a loja dispõe de vários modelos para venda.

Para ambientar e deixar tudo mais gostoso, o local aposta em música ao vivo todos os dias e nas quintas a novidade é a "quinta na varanda”, com música externa, tornando o ambiente ainda mais aconchegante e familiar. Falando em família, enquanto os adultos curtem o melhor da gastronomia, as crianças podem brincar e aprender no Espaço Kids, monitorado por pedagogas. Pets também são bem vindos e o local tem estacionamento fechado. A casa abre de terça a sexta a partir das 17h. Aos sábados e domingos a partir das 11h, sendo uma ótima opção para aquele almoço em família.

Inscrições para a 4ª etapa da Corrida Clinipam já iniciaram no próximo dia 11

Inscrições para a 4ª etapa da Corrida Clinipam já iniciaram no próximo dia 11

Evento será no dia 1º de dezembro, no Parque Barigui, em Curitiba, e tem como objetivo estimular mudanças de hábitos para diminuir a obesidade infantil, além de promover integração com a comunidade

Crianças e adolescentes atletas que gostam de corrida de rua poderão se inscrever para a 4ª etapa da Corrida Clinipam - Circuito Infantil de Corridas de Curitiba, uma realização da Prefeitura com patrocínio da Clinipam. O período de inscrição vai de 11 a 21 de novembro, no próprio site da operadora (www.clinipam.com.br) e vale para os nascidos entre 2003 e 2010. As crianças que nascerem em 2011, 2012 e 2013 participam da corrida festiva e poderão se inscrever no dia da competição. O evento é gratuito e acontece em 1º de dezembro, a partir das 8h, no Parque Barigui (estacionamento da BR-277). Todos os participantes ganham medalhas e os primeiros colocados sobem no pódium.

Como nas edições anteriores, a expectativa é da participação de 2.500 crianças e adolescentes. A corrida Clinipam já se tornou uma tradição entre os pequenos que apreciam essa modalidade. A competição é uma forma de estimular a mudança de hábitos: a obesidade infantil atinge pelo menos cinco milhões de crianças com menos de cinco anos em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Além disso, dados de uma pesquisa do Ministério da Saúde em parceria com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), trazem informações alarmantes sobre a obesidade infantil: nas últimas quatro décadas, o número de crianças e adolescentes de até 17 anos com sobrepeso aumentou em 10 vezes, sendo 13% dos meninos e 10% das meninas, nessa faixa etária. O estudo, que contou com entrevistas por telefone, revela ainda que 53% dos brasileiros estão acima do peso e 45,8% praticam atividade física insuficiente.

Nesse sentido, o objetivo da Corrida Clinipam, segundo Cadri Massuda, diretor executivo da empresa de planos de saúde familiares e empresariais, é estimular a promoção da saúde, desde a infância. “Nosso foco não é tratar doenças, mas, acima de tudo, desenvolver programas capazes de melhorar a condição de saúde dos nossos beneficiários. Por isso criamos, há mais de 10 anos, o Centro de Qualidade de Vida (CQV) da Clinipam, uma unidade especializada para atendimento de pacientes com doenças crônicas. Nossa equipe multidisciplinar não mede esforço para melhorar a qualidade de vida e a sensação de bem-estar dos nossos clientes. E quando nos envolvemos em eventos como a corrida infantil, nossa intenção é estender nossas ações voltadas para a promoção da saúde, como fazemos no CQV, para toda a comunidade. Dentro do CQV, temos um Programa voltado à obesidade infantil, chamado de Mova-se”, explica Massuda.

O Programa é ofertado gratuitamente a pacientes em tratamento realizado pelo Ambulatório de Sobrepeso e Obesidade Infantil, da Unidade da Criança. Trata-se de mais uma frente da operadora paranaense no compromisso de atuar sob as premissas da medicina preventiva – desde a infância. “Não vale deixar os filhos apenas no sofá, em frente à televisão e fixados nos jogos eletrônicos. Esse estilo de vida prejudica a saúde das crianças, que devem fazer qualquer atividade física, sem maiores cobranças, para evitar problemas como a obesidade. Temos que cuidar e respeitar as fases de desenvolvimento e não cobrar desempenho esportivo de idades iniciais. O importante é se movimentar”, diz o preparador físico da Clinipam, Diego Mariano de Souza.

Taciana Bonete, gerente da Unidade Materno Infantil da Clinipam, enfatiza que, a médio e longo prazo, quando não tratada corretamente, a obesidade infantil pode causar ansiedade, irritabilidade e problemas sociais. “Buscar ajuda e mudar comportamentos melhora o sono, auxilia na imunidade e previne doenças mais sérias, como diabetes, pressão alta, problemas cardíacos e até mesmo alguns distúrbios psicológicos”.

Ação solidária

A 4ª etapa da Corrida Clinipam - Circuito Infantil de Corridas de Curitiba também incentiva a ajuda à comunidade com a doação de tênis (novos ou usados), como nas edições anteriores.

Festival de Felicidade 2019 leva atrações gratuitas ao Parque Barigui em novembro

Festival de Felicidade 2019 leva atrações gratuitas ao Parque Barigui em novembro
Evento já virou tradição em Curitiba; programação traz show musicais, artes, meditação, yoga, palestras, lançamento de livros, feira de produtos ligados ao bem-estar, espaço gastronômico e atividades para crianças

Já virou tradição em Curitiba: novembro é o mês do Festival de Felicidade, que chega este ano à sua quarta edição com apoio da lei federal de incentivo à cultura. Criado em 2016 com a missão de promover atividades culturais, as artes e a paz, o evento será realizado nos dias 2 e 3 no estacionamento do ExpoBarigui, paralelamente ao Congresso Internacional de Felicidade, com todas as atrações gratuitas.

Nas três primeiras edições, mais de 13 mil pessoas já passaram pelo Festival – que oferece ao público diversas opções artísticas e de bem-estar e autoconhecimento. As atrações vão se revezar em diversos espaços, com apresentações de grandes artistas da música instrumental paranaense. Entre os shows, mantras, meditação, dança circular, peças de teatro e palestras entreterão o público, que ainda contará com tenda de yoga e espaço “Brincando em Família”.

Serão diversas atrações de manhã até a noite, no sábado e no domingo. Entre os destaques musicais estão os grupos Klezmorim e Alma Síria: o primeiro, formado por músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná, é especialista no gênero Klezmer – originário do século XV nos guetos do leste europeu e de influência judaico cigana; o segundo, formado por refugiados sírios da cidade de Alepo, toca canções sírias típicas com instrumentos oriundos do oriente médio.

O palco também receberá uma performance da poeta, artista plástica e designer Mana Bernardes, acompanhada pelo músico Marcelo Jeneci, sobre o recém-publicado livro da autora "Ritos do nascer ao parir".

A Tenda Yoga terá atividades durante todo o dia, incluindo atividades para crianças e para a terceira idade.

O espaço Brincando em Família terá uma programação variada, desde aulas de agroecologia e comunicação não-violenta para as famílias até meditação, musicoterapia e jardinagem para as crianças.

Já a Tenda RPC terá palestras sobre Arte e Felicidade, massagem gratuita e oficina de massagem.

O evento também contará com espaço gastronômico e a IV Feira Holística, que oferece ao público livros, produtos e serviços que visam uma vida mais saudável. Por fim, sedia lançamentos de diversas obras e promove sessões de autógrafos com autores participantes do Congresso de Felicidade.

Acessibilidade - O local do Festival terá área coberta e amplo espaço com mesas e cadeiras. Neste ano haverá mais uma novidade: o quesito acessibilidade ganha atenção especial, tanto na facilidade de movimentação para cadeirantes quanto no atendimento a pessoas com deficiência visual ou auditiva: todas as atividades serão reproduzidas em audiodescrição e em Libras.

O Festival de Felicidade conta com o patrocínio de Helisul, Positivo, Denso, Greca Asfaltos e
Vitao.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

SÁBADO (02/11)
9:00 – Kundalini Yoga (Tenda Yoga)
9:00 – Agroecologia para crianças (Espaço Brincando em Família)
10:20 – Apresentação Dança - Criança que Dança (Palco)
10:30 – Yoga Integrativa (Tenda Yoga)
11:00 – Comunicação Não Violenta para Famílias (Espaço Brincando em Família)
12:00 – Show Klezmorim (Palco)
12:00 – Yoga para Todos (Tenda Yoga)
12:00 – Sessão de autógrafos Monja Coen, Roberto Crema, Káká Werá (Tenda autógrafos)
13:00 – Labirinto infantil (Espaço Brincando em Família)
13:30 – Relaxamento e Meditação (Tenda Yoga)
14:30 – Autoconhecimento - Endurance (Espaço Brincando em Família)
14:30 – Oficina Mana Bernardes (Tenda RPC)
15:00 – Yoga para Crianças (Tenda Yoga)
15:00 – Show banda Alma Síria (Palco)
16:30 – Musicalização/Musicoterapia infantil (Espaço Brincando em Família)
16:55 – Sessão de autógrafos Ana Beatriz, Flora Victoria (Tenda autógrafos)
17:00 – Yoga (Tenda Yoga)
17:20 – Performance Mana Bernardes (Palco)
18:00 – Meditação infantil (Espaço Brincando em Família)
18:30 – Biodança (Tenda Yoga)
19:40 – Sessão de autógrafos Marcos Piangers, Howard Martin (Tenda autógrafos)

DOMINGO (03/11)
9:00 – Yoga para 3a idade (Tenda Yoga)
9:00 – Música e Teatro infantil (Espaço Brincando em Família)
10:20 – Dança - Grupo Tribah Kids Andréa Soares - ONG Irmão Sol & Irmã Lua (Palco)
10:30 – Workshop (Tenda Yoga)
11:00 – Dança com Bebês (Espaço Brincando em Família)
11:20 – Apresentação de Dança - Street Angels (Palco)
12:00 – Show banda Plata o Plomo (Palco)
12:00 – Sessão de autógrafos Jorge Trevisol (Tenda autógrafos)
12:30 – Yogaterapia (Tenda Yoga)
13:00 – Labirinto infantil (Espaço Brincando em Família)
14:00 – Yoga Nidra e Meditação (Tenda Yoga)
14:30 – Encontro Xamânico - Anna Xara (Palco)
14:30 – 18:00 Oficina Massagem - Gabriel Romão (Tenda RPC)
14:30 – Inteligência Emocional (Espaço Brincando em Família)
15:00 – Yoga para Todos (Tenda Yoga)
15:45 – Dança Circular - Vânia Slaviero (Palco)
16:30 – Apresentação Musical (Palco)
16:30 – Comunicação Não Violenta para Famílias (Espaço Brincando em Família)
16:30 – Yoga Integrativa (Tenda Yoga)
16:25 – Sessão de autógrafos Maria Sirois, Guilherme Kraus (Tenda autógrafos)
18:00 – Jardim para Crianças (Espaço Brincando em Família)
18:30 – Kundalini Yoga (Tenda Yoga)

_______
LINKS para vídeos:

KLEZMORIM1: https://www.youtube.com/watch?v=OpM1RGgd3E0
KLEZMORIM2: https://www.youtube.com/watch?v=FsRNtG2LBug
ALMA SÍRIA1: https://www.youtube.com/watch?v=Nh9rNsZ1q6Y
PLATA O PLOMO = https://www.youtube.com/watch?v=J4byMnXi_Ew

CORRENDO PELO DIABETES DESEMBARCA EM CURITIBA

CORRENDO PELO DIABETES DESEMBARCA EM CURITIBA
Iniciativa idealizada pelo maratonista Bruno Helman engaja portadores da doença por meio do esporte

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) mais de 16 milhões de brasileiros sofrem de diabetes. Os dados são ainda mais alarmantes se analisarmos que a taxa de incidência da doença cresceu 61,8% nos últimos dez anos. A enfermidade, que é caracterizada pela elevação da glicose no sangue por conta da insuficiência de insulina no organismo, demanda acompanhamento médico frequente, adequação na rotina e bons hábitos de vida.

Pessoa com diabetes tipo 1, o atleta Bruno Helman, sabe quais são os desafios de conviver com a doença. A surpresa de descobrir a enfermidade veio aos 18 anos exatamente no período em que se preparava para ingressar na graduação de Relações Internacionais. Assustado com o diagnóstico, Helman tomou uma decisão que mudou seu destino para sempre: não deixar que o diabetes limitasse sua vida.

Ele, que sempre praticou esportes, se rendeu de vez a essa prática ao escolher a corrida para homenagear o seu pai, que é amante da modalidade. “Criei o projeto ‘Maratona Pai e Filho’ para correr com ele. Era uma forma de agradecer por todo o apoio que me deu quando descobri a doença e um incentivo para completar minha primeira maratona. Foi o impulso que eu precisava para abraçar o esporte e mostrar para todos que é possível ter uma vida ativa e saudável com diabetes.”

Cada vez mais engajado com o universo da condição, Helman compreendeu que poderia utilizar a corrida como instrumento de educação, inspiração e motivação para outros pacientes. Pensando nisso idealizou o ‘Correndo pelo Diabetes’, que tem o compromisso de levar a corrida para cidades brasileiras em prol da causa, além de compartilhar histórias, trocar experiências, desmistificar a condição do diabetes e discutir os benefícios da atividade física, ajudando assim outros pacientes com diabetes a estarem cada vez mais atentos à própria condição e à importância do acompanhamento médico regular para manter a doença sob controle.

Em 2018, o projeto prevê a realização de cinco eventos gratuitos por capitais brasileiras. Quatro deles já aconteceram, sendo nas cidades de Porto Alegre, São Paulo, Florianópolis e Salvador. A expectativa é ampliar o ‘Correndo pelo Diabetes’, aumentando cinco maratonas a cada ano e percorrer as 27 capitais brasileiras em 2022.

A quinta e última corrida programada para 2018 acontecerá no próximo sábado, 17 de novembro, em Curitiba. Além da prática do esporte, o evento trará palestras ministradas por Helman e equipe médica, alongamento, corrida de 1 km em grupo, sorteio de brindes e encerramento.

“É importante falar que para participar não precisa ser atleta. Basta vir com roupas confortáveis para a caminhada de 1 km. Quem estiver apto, poderá correr. Além disso, antes de cada maratona a ideia é reunir a comunidade local, atletas, simpatizantes e quem mais quiser para batermos um papo sobre saúde e bem-estar, além de compartilharmos nossas experiências.” As inscrições serão feitas no dia do evento, então é fundamental que os interessados cheguem no horário para a lista de sorteio dos brindes. Apenas quem estiver inscrito poderá concorrer ao sorteio.

“O Correndo pelo Diabetes é a forma que encontrei de mostrar que quem tem diabetes pode ter uma vida saudável e ativa, respeitando os limites do seu corpo e condição física. Sou um engajador e ativista desta ideia, principalmente, pela intenção de motivar e incentivar pessoas a terem mais qualidade de vida e a compreenderem que a condição não deve limitá-las. O caminho é o tratamento adequado, a informação, e um estilo de vida positivo, para que possamos sempre aproveitar os momentos doces da vida e aprender com os momentos de dificuldade.”

5ª CORRENDO PELO DIABETES 2018
Data: 17/11/2018
Local: Salão de Atos do Parque Barigui
Al. Ecológica Burle Marx, S/N - Santo Inacio, PR, 82010-715
Horário: 14h30 às 17h30

PROGRAMAÇÃO
​Inscrições: 14h30
Abertura com Bruno Helman: 15h
Palestra com Dr. Mauro Scharf: 15h20
Palestra com Dra. Denise Franco: 15h40
Bate-papo - Diabetes e Atividade Física com Emerson Bisan: 16h
Alongamento/Caminhada /Corrida: 16h20
Sorteio de Brindes e Encerramento: 17h30