Batalha dos Sommeliers online vai escolher melhores harmonizações para cervejas e vinhos

O Centro Europeu promove, no dia 11 de agosto, às 19h, uma batalha online entre sommeliers de vinhos e cervejas. Os profissionais serão desafiados a encontrar as melhores combinações para pratos do dia a dia, que serão sugeridos, na hora, por um Chef e pelo público. As harmonizações vencedoras serão escolhidas com a ajuda dos espectadores.

O Chef convidado para propor os pratos do desafio é Washington Silvera, especialista em análise sensorial e fundador da Confraria Honesta Volúpia. Os sommeliers desafiados são o enólogo Alcioni Dumes e o beer sommelier Guilhermo Spindola.

Todos são professores do Centro Europeu e o desafio integra três cursos da escola: Gastronomia, Beer Sommelier e Sommelier.

A batalha será mediada por Rogério Gobbi, diretor acadêmico responsável pelos cursos de Gastronomia. "O objetivo é trazer o público para uma discussão sobre as possibilidades de harmonizar diferentes pratos com vinho ou cerveja", afirma Gobbi. "O beer sommelier e o sommelier de vinhos deverão fazer sua defesa, com todos seus argumentos, sobre qual é a melhor harmonização para que haja uma vencedora. Além de inusitada, será uma atividade divertida".

Ainda segundo Gobbi, serão harmonizados pratos populares da cozinha paranaense, brasileira e clássicos da cozinha italiana, além de algumas surpresas. "Todos poderão participar desafiando a harmonização com aquele prato consumido em seu dia a dia", finaliza Gobbi.

A Batalha dos Sommeliers será transmitida em uma live no canal do YouTube da escola.

Batalha dos Sommeliers
Data: 11 de agosto de 2020
Horário: 19h
Canal: YouTube Centro Europeu (https://www.youtube.com/channel/UCsRiBSYy2Kme7ur3uU9M_LQ

Grupo de mulheres apaixonadas por cervejas artesanais comemora 5 anos com festa online

A Comadria Lulupulinhas inova e realiza primeiro encontro virtual para celebrar aniversário em meio à pandemia do novo coronavírus
Comando News, 30 de julho de 2020 - A Comadria Lulupulinhas, comunidade formada apenas por mulheres, se reúne todos os meses para aprender, degustar e compartilhar informações sobre cervejas artesanais, desde 2015. Com a pandemia do novo coronavírus, os encontros mensais foram suspensos. Porém, a necessidade de compartilhar e celebrar o 5° aniversário do grupo fez com que as participantes buscassem um jeito seguro de se encontrar. Por isso, organizaram uma festa online de aniversário que acontece na sexta-feira, dia 31 de julho, às 20h, via Google Meeting.
“Aos longos dos últimos 5 anos sempre nos esforçamos muito para estarmos juntas, conversando, apreciando e aprendendo sobre o mundo das cervejas artesanais. Não poderíamos deixar nosso 5° aniversário passar em branco, então veio a ideia de elaborarmos um kit de aniversário com uma cerveja artesanal e um bolinho para nos reunirmos e celebrarmos virtualmente”, conta Lindslei Antunes, coordenadora das Lulupulinhas Comadria.

Para ajudar na missão de organizar o aniversário online, o grupo contou com a ajuda do projeto Cerveja Fora da Caixa. “O kit de aniversário das Lulupulinhas foi elaborado pensando em um brinde. Para isso, escolhemos uma cerveja à base de trigo de origem belga do estilo witbier, a Vitti Whatever Cervejaria harmonizada com um cupcake de laranja especialmente concebido para o evento”, explica Carolina Scheibe, beer sommelière do Cerveja fora da Caixa.
O evento organizado pelas Lulupulinhas com apoio do Cerveja Fora da Caixa tem o apoio da Comando News - Comunicação & Conteúdo, Whatever Cervejaria, Di Mari Doceria Artesanal, Celebrar Bebidas de Luxo, Vinvino Loja Online, Cervejaria Klein e Belclinic Dermoativos.
Sobre o Cerveja fora da Caixa

O projeto criado pela jornalista Nina Machado, da Comando News - Comunicação & Conteúdo, pela beer sommelière Carolina Scheibe, da Whatever Cervejaria e Mariana Celestrino, confeiteira da Di Mari Doceria Artesanal visa popularizar o acesso à experiências de harmonizações de cerveja com comida.
Para mais informações sobre o Cerveja fora da Caixa acesse www.instagram.com/cervejaforadacaixa
Sobre as Lulupulinhas
Criada em 2015, a comadria Lulupulinhas tem o intuito de estimular e criar um ambiente de amizade e aprendizado em torno da cerveja artesanal. Quando a sommelière Lindslei Monteiro Antunes, reuniu um grupo de amigas pela primeira vez a cerveja artesanal ainda era um assunto dominado pelos homens.
“Há 5 anos lancei um desafio à donos de bares e cervejarias artesanais de Curitiba: receber um grupo mulheres curiosas ávidas por conhecer e provar os mais variados estilos de cervejas artesanais que começavam a despontar no Brasil”, lembra Lindslei. A iniciativa deu tão certo que hoje o grupo é formada por mais de 80 mulheres, já passou por mais de 40 estabelecimentos entre bares e cervejarias artesanais do Paraná e Santa Catarina.
Para conhecer um pouco mais sobre as Lulupulinhas: https://www.facebook.com/lulupulinhas/
https://www.instagram.com/lulupulinhas/

ØL Beer lança kits para presentear o seu guerreiro no Dia dos Pais

Com combinações criadas para agradar pais com os mais diversos paladares, cervejaria artesanal paranaense cria três kits para a data

Inspirador, amigo, protetor, herói. Seja dando dicas para uma entrevista de emprego ou ajudando a andar pela primeira vez em uma bicicleta, os pais nos apoiam e inspiram nas mais diferentes fases da vida. Para presentear esses heróis do dia a dia, a cervejaria artesanal ØL Beer lança Kits para o Dia dos Pais. São três conjuntos criados especialmente para a data. Cada kit contém itens e combinações únicas para surpreender desde o pai mais tradicional até o mais exigente:

• Kit garrafas (R$35): com 2 garrafas de cerveja artesanal ØL Beer 500ml (com 5 opções de estilo para escolha).

• Kit garrafa + copo (R$35): com 1 garrafa de cerveja artesanal ØL Beer 500 ml (estilos a escolher) e 1 copo personalizado com deuses nórdicos.

• Kit Premium (R$169): com 12 garrafas de cerveja artesanal ØL Beer (estilos a escolher) e 1 copo personalizado.

Se seu pai tem um paladar mais amargo, Eduardo Vosgerau, mestre cervejeiro e sócio-proprietário da ØL Beer, indica as cervejas Loki APA, Thor Belgian IPA ou até mesmo a escura Bragi Oatmeal Stout. “Já para pais que gostem de um sabor mais refrescante, sugerimos a Odin Witbier”, complementa. O mestre cervejeiro esclarece que todas essas cervejas, assim como a Baldr Pilsen, de paladar equilibrado e mais suave, podem ser escolhidas para montar os kits para o Dia dos Pais.

“Quisemos fazer uma homenagem à mitologia que nos inspira desde o início, trazendo 5 estilos para agradar os mais diferentes perfis de pais. Odin é o mais velho e sábio dos deuses nórdicos e Thor, seu filho, um dos maiores guerreiros, representante da força. Baldr é o deus nórdico da luz, comumente relacionado à justiça e a sabedoria; e Bragi, o deus da música e da poesia. E por fim, Loki, o mais imprevisível dos deuses, vem para os pais mais descolados e brincalhões”, explica Isadora Neier, mestre cervejeira e sócio-proprietária da Øl Beer.

Os kits já estão disponíveis no delivery da ØL Beer e podem ser adquiridos até sábado (8 de agosto) que antecede o Dia dos Pais. Vale lembrar que até o dia 5 de agosto todos os pedidos pelo WhatsApp próprio da marca tem frete grátis, com entrega para Curitiba (PR) e São José dos Pinhais (PR). Também é possível adquirir diretamente pelo site olbeer.com.br.

Serviço

Kits Dia dos Pais ØL Beer

Pedidos pelo WhatsApp (41) 9.98821077, sendo que valores a partir de R$100 podem ser parcelados em até 4X no cartão de crédito. Também é possível adquirir diretamente pelo site olbeer.com.br.

São 5 estilos de cerveja: Pilsen, Belgian IPA, APA, witbier e Oatmeal Stout. Já os copos possuem ilustrações dos deuses nórdicos Odin, Thor, Loki, Bragi e Baldr, que ilustram as cervejas da marca.

Mais informações: olbeer.com.br
facebook: /cervejariaolbeer
instagram: @cervejariaolbeer

--

Combos de inverno ØL Beer: 8 diferentes stouts para gerar uma deliciosa experiência de degustação

Cervejaria artesanal paranaense lança combos de chopp com 8 diferentes Stouts para surpreender o olfato e o paladar, numa experiência de degustação horizontal

Criadas na Inglaterra durante o séc. XIX, as cervejas Stouts são ideais para esta época do ano, de temperaturas mais frias. Mais encorpadas e com teor alcoólico mais elevado, as Stouts trazem uma sensação de aquecimento e conforto. Para tornar a experiência de degustação ainda mais impactante e desafiar o olfato e paladar do público de Curitiba e região metropolitana, a microcervejaria ØL Beer está lançando um combo com 8 stouts. São seis novas variações, criadas a partir da Oatmeal Stout, uma cerveja cremosa e aveludada, feita com maltes torrados e aveia. Completam a degustação a Oatmeal em sua versão original e a White Chocolate Stout, uma versão de stout na cor clara.

“A cerveja Stout é uma escolha clássica para períodos com temperaturas mais baixas. Em sua versão mais tradicional, apresenta um aroma de caramelo e sabor de malte torrado. Combinando essas características com o extrato de coco queimado ou de café, por exemplo, você expande a experiência gustativa, provando bebidas totalmente distintas”, explica Isadora Neier, mestre cervejeira e sócia-proprietária ØL Beer.

Disponíveis pelo serviço de delivery da ØL Beer, os combos são compostos por growlers de 1L e quantidade varia de acordo com a opção escolhida. O público pode escolher entre oito variações:

Oatmeal Stout Tradicional
White Chocolat Stout
Café
Cacau
Cacau e Baunilha
Coco Queimado
Frutas Vermelhas
Canela
Experiência de degustação horizontal

Eduardo Vosgerau, mestre cervejeiro e sócio-proprietário da ØL beer, revela que a soma dessas essências ajudou a criar uma experiência totalmente nova, o que motivou o lançamento dos combos. “Foi quando tivemos a ideia de desenvolver fichas de avaliação. Queremos que qualquer pessoa possa proporcionar a si uma experiência de degustação horizontal”.

Eduardo explica que ao fazer uma degustação horizontal, experimentando várias cervejas do mesmo estilo para comparações, o público pode se desafiar a identificar características distintas da bebida. “São quesitos relacionados à aparência do chopp, aroma, sabor, corpo, amargor e retrogosto (aquele sabor que insiste na boca depois do gole)”, complementa.

Para fazer o pedido, basta enviar uma mensagem para WhatsApp da ØL Beer (41) 9.98821077, escolher os sabores e optar entre:

Combo Stout Iniciante (R$60): contém dois growlers de 1L
Combo Intermediário (R$90): contém três growlers de 1L
Combo Avançado (R$115): contém quatro growlers de 1L
Combo Sommelier (R$135): contém cinco growlers de 1L, além de um livreto com fichas de degustação e também um copo Pint personalizado
O objetivo da nova criação é proporcionar uma experiência divertida e prazerosa tanto para o público mais experiente quanto para pessoas iniciantes no consumo de cervejas artesanais.

É importante ressaltar que os growlers da ØL Beer são envasados em equipamentos que garantem a qualidade e segurança dos produtos. A validade dos growlers é de 45 dias a partir da entrega, desde que mantidos sempre em refrigeração. Os combos permanecem disponíveis até o fim da estação.

E mais: este mês a cervejaria está com uma campanha para incentivar a doação de alimentos não perecíveis para instituições que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social. Por meio do Delivery Søulidário, quem doar ao menos 3 quilos de alimento não perecível no ato do recebimento do pedido, ganha 20% na compra de qualquer growler da marca. Todos os alimentos arrecadados serão doados para instituições sociais de Curitiba e São José dos Pinhais e as doações podem ser acompanhadas nas redes sociais da Cervejaria ØL Beer (@cervejariaolbeer).

Serviço

Combo de InvernØ

Pedidos pelo WhatsApp (41) 9.9882-1077, sendo que valores a partir de R$100 podem ser parcelados em até 4X no cartão de crédito.

São oito sabores de chopp Stout (tradicional, cacau, cacau e baunilha, coco queimado, café, frutas vermelhas, canela e a White Chocolate Stout) e as opções de combo são: Iniciante (dois growlers), Intermediário (três growlers), Avançado (quatro growlers) ou Sommelier (cinco growlers + livreto com fichas de degustação + copo Pint personalizado).

Mais informações: olbeer.com.br

facebook.com/cervejariaolbeer

instagram.com/cervejariaolbeer

Dia Mundial do Rock: por que cerveja é tão rock n´roll?

*por Carolina Scheibe beer sommelière e cofundadora da Whatever Cervejaria
O Dia Mundial do Rock, comemorado no dia 13 de julho desde 1985, foi escolhida em homenagem ao Live Aid. A celebração é uma referência a um desejo do Phil Collins, que expressou que aquele deveria ser considerado o “dia mundial do rock”. Que assim seja!

Avançando 35 anos na linha do tempo, chegamos a 2020. Um ano surpreendente que confinou a humanidade em casa por tempo indeterminado. Sem poder aglomerar em um bom e velho show de rock n´ roll, devido a pandemia do novo coronavírus, a saída para saudar as lendas rebeldes que fizeram desse gênero musical um estilo de vida é #ficaremcasa.

Em casa sim, sozinha nunca
Embalada por quase 100 dias de confinamento, comecei a refletir sobre o dia do rock n’roll e senti uma nostalgia absurda dessa dupla inseparável. Liguei o som e abri uma cerveja para pensar e me conectar com a música. Foi inevitável sentir falta da sensação de estar em outros ambientes, uma casa de show, na praia com amigos, em um bar. Enfim, a combinação de rock e cerveja remete a rua, liberdade, amizades e curtição. Todas essas coisas que a COVID-19 tirou temporariamente da nossa vida.

Por isso, peguei minha Whatever Vitii Capim limão, meu computador e sentei para escrever sobre experiências. São tantas as referências que o rock me proporcionou ao longo vida, mas a minha primeira memória é da Rita Lee. A rainha do rock nacional ainda é uma das cantoras preferidas da minha mãe e cresci escutando Ovelha Negra, Lança Perfume, Mania de Você e tantos outros sucessos.

Além da Rita, lembro que minha mãe ouvia Tropicália, Cazuza, Jovem Guarda, Beatles, Tim Maia, Os Mutantes, Secos e Molhados, em todos os lugares. Por isso, essa fase do rock nacional tem cheiro e gosto de mãe.

Só quem viveu sabe
Quando cresci um pouco, comecei a ouvir o que minha irmã mais velha escutava. Comecei minha jornada no rock dos anos 90 ajudando minha irmã a apertar o play na fita cassete na hora certa que a rádio iria tocar nossa música favorita ou rebobinando com caneta esferográfica aqueles pedaços enormes de fita embolados para fora. Nessa época descobri Biquini Cavadão, Legião Urbana, Paralamas, Titãs, RPM, The Cure, The Police, Pixies, Echo & the Bunnymen, Blur, Blondie, Pearl Jam e tantas outras bandas.

Aí veio a adolescência e com ela as descobertas dos prazeres da vida exterior. Ir à shows de rock e tomar cerveja começou a fazer parte da minha lista de programas favoritos. Como uma adolescente latino americana sem dinheiro no banco que era, bebia a cerveja que cabia no meu bolso. Nessa fase, meu critério era óbvio: quantidade e não qualidade. Foi mais ou menos nessa mesma época que a minha irmã caçula me apresentou sons novos como Raimundos, Charlie Brown Jr, Chico Science e Nação Zumbi, Lulu Santos, O Rappa, Virgulóides, Offispring, Blink 182, No Doubt, Green Day, Rage Against the Machine e outras tantas bandas do final dos anos 1990.

Enfim, um certo dia fomos a um show do Raimundos em Praia de Leste e nesse dia percebi como era bom ouvir rock n’ roll tomando uma cerveja bem gelada. Naquela hora outra dimensão se abriu para mim e percebi que essa união era perfeita e que iria me acompanhar ao longo da vida.

Muito tempo passou, minha lista de bandas preferidas aumentou demais e meus estudos sobre cervejas também. Passei por vários momentos ouvindo rock n’ roll com uma cerveja na mão. Não vou listar aqui quantos foram, pois faltaria espaço!

Toca Raul
Porém, para encurtar a história, vou dar um salto no tempo para o ano de 2019 para contar a mais recente experiência que reforçou minha convicção de que rock n’ roll e cerveja nasceram um para o outro. O mês era novembro e a banda Newholly tocava durante a festa do “Inesperado Acontece” do The12Beers, evento de cerveja que acontece duas vezes por ano em Curitiba, e eu peguei um copo de cada cerveja artesanal que estava sendo servida na festa.

A cerveja da mão direita era a “Black IPA” (IBU: 50-ABV: 5.7%), da Alright Beer que, segundo o mestre cervejeiro e criador da receita Marcos Marcelino, o Marcão, “é uma variação da American IPA de coloração escura, porém sem sabores fortes torrados dos maltes utilizados. Com perfil aromático de frutas tropicais, provenientes dos lúpulos americanos utilizados, é uma cerveja leve, refrescante e com alta drinkability“. Dei um gole e a banda começou a tocar Raul Seixas. Foi impressionante como percebi a sincronia entre cerveja e música passando por minha corrente sanguínea, trazendo uma sensação de maluquice beleza para minha boca. Esperava torra, amargor, terroso da IPA e fui surpreendida por uma cerveja tropical, fresca e deliciosa. Uma loucura!

Olhei para minha mão esquerda tinha um copo da sugestiva “Me Engana que eu Gosto” (IBU: 28-ABV: 9,1%), criada por Marcio Pádua, mestre cervejeiro e proprietário da Cervejaria 365. “A Me Engana que Eu Gosto apresenta sabores e aromas complexos provenientes da levedura belga utilizada, que associada ao seu alto teor alcoólico, proporcionará uma degustação única e equilibrada. A cerveja é convite para se deixar ser enganado”, explica Marcio. Nem preciso dizer que fui encantadoramente enganada por essa cerveja super saborosa e complexa, que não entrega tudo no primeiro gole. Cada prova traz mais profundidade e novas descobertas, viajei em frutas amarelas, especiarias como cravo, aroma licoroso, suave picância e paro por aqui, afinal, cada um que sinta o que quiser. Mas não posso deixar de dizer que não será enganado quanto à qualidade da cerveja.

Com a palavra os especialistas
Como gosto é algo super pessoal, conversei com pessoas que admiro muito na cena cervejeira de Curitiba e pedi depoimentos de suas experiências com cerveja e rock n´roll. Confira o que feras como Suelen Presser, da Klein, Fábia Malburg, da Mestre-Cervejeiro.com, Rodolfo Andrade, da Whatever Cervejaria e Haroldo Rocha do The12Beers têm a contar:

Suelen Presser, beer sommelière e proprietária da Klein
“O rock sempre será a melhor inspiração para criar cervejas com atitude. Foi nas suas batidas que nasceu Banda Rock Ipa da Klein, que tem o objetivo de fazer a sua cabeça chacoalhar. Com muito lúpulo, identidade marcante e atitude vamos ouvir um bom som. No Baixo, com notas moderadas apresento a Klein Session Rock IPA (IBU: 32-ABV: 4.7%) fazendo uma base de som sutil e imprescindível para a evolução do show. Na guitarra, com presença marcante, à Rock IPA (IBU: 45-ABV: 6.8%). Na Batera, com força total, está à Klein Imperial IPA (IBU: 86-ABV: 9.2%) com suas batidas firmes e intensas fazendo você pular o show inteiro. E no vocal, nada mais, nada menos que o lendário Dave Evans, vocalista do AC/DC que nos concedeu a honra de produzir a Klein Rock Ipa Dave Evans com adição de maracujá (IBU: 45-ABV 7.2%0 para sua turnê no Brasil. Uma edição limitada, autografada e inesquecível, um marco para a história da cervejaria Klein”, conta Suelen Presser, beer sommelière e proprietária da Klein Cervejaria.

Jamais poderia escrever um texto sobre cerveja e rock n´roll sem falar com a Suelen. Se hoje nós mulheres recuperamos nosso espaço no mundo cervejeiro temos muito a agradecer à Suelen. Ela é uma das pioneiras nesse mercado e, com muita dedicação e persistência, abriu o caminho que passamos atuar nessa área. A Klein Cervejaria é o exemplo de como a união entre cerveja boa e rock pode ser fantástica.

Fábia Malburg, beer sommelière e gestora de comunicação da Mestre-Cervejeiro.com
“Quando o Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden (uma das minhas bandas favoritas), revelou que era mestre cervejeiro e fez a primeira Trooper, fiquei louca atrás da cerveja e do copo. Naquela época conhecia muito pouco sobre estilos, ela é uma Special Bitter, eu experimentei e não entendi muito bem a proposta. Anos depois tive que degustar de novo. Quando a Bodebrown, cervejaria de Curitiba, divulgou que estava produzindo a Trooper brasileira, uma Session IPA com adição de nibs de cacau, foi uma nova emoção. Lá fui eu atrás da cerveja e me apaixonei. Obrigada, Bruce!!! Rock’n’roll e cerveja são minhas paixões. Por mais que as duas coisas casem perfeitamente, grandes shows raramente oferecem cervejas artesanais, e nós, beer lovers, temos que nos contentar com cervejas comerciais a preços absurdos. Lembro uma vez que fui a São Paulo para um show do Richie Sambora, ex guitarrista do Bon Jovi. Era um lugar pequeno, excelente pois ficamos perto do palco muito confortáveis, sem aperto. Quando fui ao bar, custei a acreditar, 4 torneiras de chope artesanal! Tive que degustar todos eles, foi uma bela experiência, curti muito mais o show!”

Rodolfo Andrade, sócio e fundador da Cervejaria Whatever
Para o meu sócio, o Rodolfo Andrade, que também é o criador das nossas cervejas. “Geralmente é assim quando vou bolar uma nova béra: lápis e papel na mão direita, pint gelado da mão esquerda, chinelo de dedo nos pés e rock’n’roll nos fones! É o tipo de coisa que não se faz por encomenda. A inspiração vem e BUM! Lembro do dia em que nasceu a Ceis, session IPA da Whatever Cervejaria. Eu queria brassar uma IPA de presença nas minhas panelas em casa e estava com algumas ideias de lúpulos para usar. Conversando comigo mesmo eu dizia: vou usar Columbus e Citra. Não, não, usarei Chinook e Cascade. Putz, mas Centennial e Comet ficaria massa. Enfim, dei outro gole na minha béra, a faixa virou nos fones e o estalo rolou! Cara, vou botar todos eles, todos os seis, e caprichar nas técnicas de lupulagem para extrair o melhor de cada um deles só pra ver no que vai dar. Fiquei surpreso com a coincidência de usar seis variedades de lúpulo na mesma cerveja e todos começarem com a letra C. O nome nasceu na sequência, Ceis que nada mais é seis lúpulos com a letra C. O resultado nas panelas ficou tão irado que mandamos brassar na cervejaria. Essa foi a cerveja mais rock’n’roll que já criei até hoje. Os seis lúpulos formaram uma espécie de banda, cada um fazendo a sua parte pra melodia soar perfeita”, relembra Rodolfo.

Por que cerveja e rock n´roll combinam tanto?
“Se você ainda não está convencido que rock n´roll e cerveja combinam saiba que os dois harmonizam tanto porque são democráticos, possuem vários estilos e vertentes. São apreciados por pessoas de todas as classes, cores e estilos ao redor do mundo. Cada pessoa curte rock e cerveja do seu jeito, no seu tempo e sem preconceitos. É por isso que eu gosto tanto dos dois e da combinação deles”, conta Haroldo Rocha, organizador do The12Beers.

Quem tem amigos tem tudo
Depois de tantas experiências, cheias de significados, só posso agradecer ao depoimento de cada uma dessas pessoas queridas e, finalmente, convidar você que chegou até aqui a colocarem seu rock preferido no som, pegar sua bera e deixar rolar. Permita-se viajar nas notas musicais e nos sabores e aromas da cerveja. Sinta tudo aquilo que sentimos quando unimos essa dupla.

Para quem ficou curioso, escrevi este texto ao som de “Wish You Were Here” do Pink Floyd em homenagem a todos que perderam seus entes queridos nesse ano tão estranho. Depois vieram “Dreaming”, do Blondie na versão do Green Day, “Back On The Chain Gang”, The Pretenders, “Pretend We’re Dead” do L7 e muito mais. E a cerveja? Nem posso contar, mas é uma que me ajuda a sonhar. Mas tudo sem muita “goumertização”, pois o mais importante é curtir e ser feliz.

Cervejaria ØL Beer lança projeto solidário SØUL

Para ajudar a atender as necessidades de pessoas em vulnerabilidade social, a cervejaria artesanal lança um calendário de ações sociais em Curitiba e região para todos os meses de 2020

Em tempos de pandemia e crise econômica, governo, empresas e a sociedade civil precisam se unir para mitigar os efeitos da pandemia. A fome não espera e gera uma sequência de sofrimento e riscos sociais. Ciente desta necessidade, a microcervejaria artesanal ØL Beer dá vida ao Projeto SØUL, uma iniciativa para ajudar a atender as necessidades de pessoas em situação de vulnerabilidade social em Curitiba e São José dos Pinhais.

O Projeto SØUL (palavra que em inglês significa “alma”) foi inspirado no “Chopp do Bem”, uma campanha solidária promovida em abril pela Associação das Microcervejarias do Paraná (PROCERVA). Os sócios e mestres cervejeiros da ØL Beer, Isadora Neier e Eduardo Vosgerau, contam que participar daquela ação foi o empurrão que faltava para dar vida a um projeto com maior duração, cujo objetivo é gerar um calendário de ações para todos os demais meses de 2020.

Além de ser uma ótima alusão fonética à marca, o SØul também reflete o propósito da ØL no mercado da cervejaria. “Ainda que estejamos em tempos de crise, sempre há espaço para a solidariedade. Para nós, empreender não é apenas produzir e vender cerveja. Entendemos que podemos fazer mais e por isso queremos ajudar o máximo de pessoas que conseguirmos e também criar ações para estimular a microeconomia de nossa região”, explica Eduardo Vosgerau.

Calendário SØUL

Com as duas primeiras ações a serem realizadas já em junho, o projeto SØUL dará vida a partir dessa semana ao "Delivery Søulidário". A ação consiste em desconto de 20% em qualquer growler da marca para quem doar ao menos 2 quilos de alimentos não perecíveis. Basta pedir direto pelo Whatsapp da cervejaria: (41) 9882-1077. Um dos entregadores próprios da marca coletará as doações no endereço do cliente e aplicará na hora o desconto. Além de um benefício ao cliente, a ideia é aumentar as arrecadações que serão destinadas a instituições sociais de Curitiba e São José dos Pinhais. E mais: a cada pedido acima de R$ 100,00 em compras, a cervejaria vai doar mais 1 KG de alimento.

“A gente determinou uma pequena quantidade mínima para incentivar as doações, mas quanto mais as pessoas puderem doar, melhor. O grande intuito aqui é ajudar a quem precisa e a cerveja é só um motivo para celebrar uma boa ação. Sabemos que juntos, cada um fazendo um pouquinho, podemos impactar muitas pessoas. Queremos que a ØL seja um veículo para selecionar instituições sociais que realmente precisam e receber as doações de todos que podem ajudar”, completa Isadora.

Além disso, neste sábado (dia 27/06), a ØL Beer abre os portões da fábrica, localizada em São José dos Pinhais, para a realização da ação “Entregando SØlidariedade”. Nesse dia, a partir das 14h, a ØL disponibilizará 150 growlers pet de 1L com o chopp Baldr Pilsen Puro Malte envasado direto do tanque, fresquinho. Para participar, basta levar a partir de 2 kg de alimentos, 5 itens para higiene pessoal ou 2 unidades de produtos para higienização de superfícies. A troca dos growlers por produtos será realizada por drive thru, para que o motorista não precise sair do carro para fazer o bem.

“Nessa ação também queremos fomentar a arrecadação de itens de higiene, porque sabemos a importância que isso faz no cenário atual. Há pessoas que sequer tem sabonete para higienizar as mãos, um dos itens fundamentais para o combate ao coronavírus”, reforça Eduardo.

Em julho, será a vez de trocar alimentos por máscaras exclusivas e personalizadas com a temática viking, principal inspiração da identidade visual da cervejaria artesanal. Para isso, a ØL Beer deu vida a máscaras personalizadas, nesta ação intitulada "Guerreirøs Mascarados". Para participar, bastará ir até a fábrica da ØL Beer, a partir das 14 horas, e levar pelo menos 3kg de alimentos. A data de lançamento e os demais pontos de troca serão divulgados em breve, nas redes sociais da cervejaria artesanal. Por lá também será possível acompanhar todas as entregas das doações.

Ações solidárias ao longo de 2020

Isadora enfatiza que as pessoas precisam de ajuda constantemente. “Por isso, também recebemos doações na nossa fábrica de quem mais quiser contribuir livremente com o projeto. Basta levar as doações até nosso endereço de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Para os residentes de Curitiba (PR) que quiserem colaborar, temos um posto de coleta em um de nossos parceiros, o Mad Jack Beer Lab (@madjackbeer), localizado no bairro Alto da Glória”.

“Esperamos conseguir uma boa adesão do público em geral e, quem sabe, até captar algum parceiro ou patrocinador. Isso daria ainda mais força ao projeto”, considera Eduardo. A intenção da equipe ØL Beer é preencher o calendário anual do projeto SØUL com diversas ações.

A cervejaria também está aberta a receber indicações de organizações sociais de Curitiba e região metropolitana que queiram se candidatar para receber as doações arrecadas. Instituições interessadas em saber mais sobre o projeto podem entrar em contato pelo e-mail: contato@olbeer.com.br.

A mestre cervejeira faz por fim um convite: “Para quem quiser se voluntariar, também basta entrar em contato via e-mail com a gente. Será um prazer aumentar nossa equipe de voluntários para entregas nesse projeto”. Todas as doações podem ser conferidas nas redes sociais da marca (Facebook e Instagram: @cervejariaolbeer).

Serviço

Projeto SØUL: calendário de ações sociais da microcervejaria artesanal ØL

Junho:

• Delivery Søulidário: 20% de desconto para quem doar ao menos 2 quilos de alimento não perecíveis. Ação exclusiva para delivery, pelo Whatsapp da cervejaria: (41) 9882-1077.

• 27/06: Entregando SØlidariedade, com entrega de growlers da Baldr Pilsen Puro Malte para quem doar a partir de 2 kg de alimentos, 5 itens para higiene pessoal ou 2 unidades de produtos para higienização de superfícies.

Fábrica ØL Beer: Alameda Arpo, 1569, São José dos Pinhais – PR.

• Doações livres: basta levar alimentos e produtos de higiene até a fábrica da ØL Beer.

Julho:

• Guerreirøs Mascarados, troca a partir de 3kg alimentos por máscaras exclusivas e personalizadas com a temática viking.

Mais informações: olbeer.com.br

facebook.com/cervejariaolbeer

instagram.com/cervejariaolbeer

--

05 de junho: descubra como surgiu o Dia da Cerveja Brasileira

Brasileira e como brindar a data de uma forma típica e inusitada
Comemoração existe desde 2012 em homenagem ao mestre cervejeiro mais antigo do país

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=171186&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253Cae1401d63aa4%25240965ea90%25241c31bfb0%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3Cae1401d63aa4%240965ea90%241c31bfb0%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.1.7As cervejas artesanais tem conquistado cada vez mais espaço no Brasil, e atualmente é possível encontrar diversos estabelecimentos e marcas especializadas nesse tipo de bebida. Mas engana-se aquele que pensa que essa história começou agora. A primeira cervejaria artesanal surgiu no país em 1908, em Canoinhas, Santa Catarina. A Canoinhense foi fundada pelo Otto Loeffler, que seguia as receitas da família passadas por cinco gerações para produzir as cervejas, além das bebidas serem feitas de acordo com a Lei da Pureza Alemã. Além disso, os tonéis de carvalho que eram utilizados pela Canoinhense vieram da Alemanha há mais de um século.

"O mestre cervejaeiro da marca, Sr. Ruprecht Loeffler, é uma importante figura da história das cervejas no Brasil, já que era o mestre cervejeiro mais antigo e que ainda exercia suas atividades no país, tanto que, desde 2012, no dia 05 de junho é comemorado o Dia da Cerveja Brasileira como uma forma de homenageá-lo, já que nesse dia ele faria aniversário", explica Rogéria Xerxenevsky, sócia proprietária da X Craft Beer.
Assim como a Canoinhense, a X Craft Beer também possui em seu DNA uma forte ligação com o país, começando pelo local em que a marca foi fundada em 2014: Brasília, capital do país. A marca foi umas das pioneiras quando se fala em cerveja artesanal na cidade. Com o crescimento da X Craft Beer, a cervejaria então se mudou para São Paulo, a maior cidade do país. “Hoje em dia é possível encontrarmos marcas brasileiras conquistando medalhas em premiações internacionais, então como os consumidores estão cada vez mais exigentes, as cervejarias estão investindo em produções sofisticadas e com ingredientes selecionados”, diz Rogéria.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=171186&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253Cae1401d63aa4%25240965ea90%25241c31bfb0%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3Cae1401d63aa4%240965ea90%241c31bfb0%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.1.8
Cartão-postal de Brasília
Para brindar o Dia da Cerveja Brasileira, a X Craft Beer possui uma cerveja perfeita para ocasião. A 61IPA recebeu este nome em homenagem a Brasília, que tem o 61 como código de área. No rótulo, é possível ver uma ilustração da Catedral Metropolitana de Brasília.
De cor dourada e espuma branca com boa formação e estabilidade, possui aroma de frutas tropicais que remetem principalmente ao maracujá. A garrafa de 500ml sai por R$21 no site oficial da marca.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=171186&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253Cae1401d63aa4%25240965ea90%25241c31bfb0%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3Cae1401d63aa4%240965ea90%241c31bfb0%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.1.9Brindando de forma inusitada

Muitos não imaginam, mas a cerveja pode ser uma ótima opção na hora de preparar um drink. Se o objetivo é brindar o Dia da Cerveja Brasileira de uma forma inusitada e com a cara do país, Rogéria explica como preparar uma caipirinha de cerveja, confira:

Ingredientes
2 colheres (sopa) de açúcar
Gelo
Sal
Suco de 2 limões
1 cerveja IPA
1 dose de cachaça

Modo de Preparo
Em uma coqueteleira, misture o suco, a cachaça, o açúcar e o gelo. Mexa bem e coloque essa mistura em um copo com a borda de sal.
Depois, coloque a cerveja até completar o copo.

Sobre a X Craft Beer
A X Craft Beer foi fundada em 2014, em Brasília, pelo casal Alexandre e Rogéria Xerxenevsky. Inicialmente, a cerveja tinha o nome de Microcervejaria X, e é considerada uma das pioneiras quando se fala em cerveja artesanal em Brasília.
Para maiores informações acesse: delivery.xcraftbeer.com.br

Em live inédita, Martinho da Vila aceita convite da cerveja Original e faz “Batuque na Cozinha”

Clássicos do samba e sucessos da carreira do cantor estarão em apresentação no dia 14 de junho

“Quem canta os males espanta”, já dizia o ditado popular. Então, por que não se juntar a Martinho da Vila e deixar a tristeza para lá? Seguindo seu movimento de apoio ao samba, a Cerveja Original se une ao cantor e compositor em live inédita para levar a tradicional roda de samba para dentro da casa das pessoas nesse momento de quarentena. Na apresentação, o sambista promete abrir a intimidade de seu lar e, para isso, convida todos para um divertido papo recheado de música da melhor qualidade. Entre os destaques do repertório, está garantido o grande sucesso que dá nome à live, “Batuque na Cozinha”. O encontro está marcado para domingo, dia 14, às 15h, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do cantor no Youtube.

O sambista promete um show com clássicos como “Pelo Telefone”, primeiro samba gravado na história da música, até as atuais canções, passando pelos grandes sucessos dos seus mais de 50 anos de carreira. Entre eles, o hino mais atual e necessário para esse período de isolamento social: “Canta, Canta Minha Gente”. Ao longo da apresentação, Martinho vai revelar casos muito curiosos da história do samba.

E ainda tem mais. Durante a live, Martinho vai mostrar que é possível fazer samba com utensílios de cozinha. Prato, frigideiras e até mesmo, uma garrafa de Original vão entrar no batuque do cantor.

“Queremos reforçar o nosso apoio ao ritmo e levar entretenimento para dentro da casa das pessoas”, explica Aline Fernandes, gerente de marketing de Original.

Assim como as rodas de samba, a Cerveja Original também é conhecida por sua tradição e, neste momento de distanciamento, nada melhor do que compartilhar o que realmente é bom. Tudo isso “Por uma vida mais Original.

Descubra como surgiu o Growler e como ele pode ajudar o comércio local e o meio ambiente nesse momento

O garrafão de cerveja, que já era bastante utilizado no meio cervejeiro, agora está ganhando espaço também entre os consumidores tradicionais de cervejas

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=170619&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C0e8e01d63503%2524f939ff30%2524ebadfd90%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C0e8e01d63503%24f939ff30%24ebadfd90%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.5Por conta do isolamento social, os bares foram fechados e alguns consumidores que fazem questão de saborear um chope fresco direto da torneira do bar passaram a recorrer aos growlers. O garrafão de cerveja, bastante utilizado no meio cervejeiro, agora está ganhando espaço também entre os consumidores tradicionais, já que muitos passaram a utilizar o sistema delivery como única maneira de continuar saboreando seu chope. “O growler é uma forma prática de poder saborear uma cerveja de qualidade em qualquer lugar, e, nesse momento, ainda contribui para o comércio local”, ressalta Robson Vergillio, beer sommelier da cervejaria Berggren.

História

Em meados do século 19, nos Estados Unidos, para poder saborear uma cerveja era necessário encher um balde com tampa em uma cervejaria da região, já que até então não existia geladeira e as cervejas engarrafadas ainda não tinham se popularizado. Diz a lenda que o gás carbônico da cerveja fazia um barulho dentro do balde similar ao rosnar de um cão, que em inglês é “growl”. Por conta disso, os americanos decidiram chamar de “Growler o recipiente usado para armazenar a bebida”.

Como as cervejas engarrafadas ganharam espaço no mercado, os Growlers acabaram sendo ofuscados e esquecidos. Apenas nos anos 80 eles voltaram em uma versão sofisticada e com mais detalhes, alças e até ilustrações. “O garrafão de vidro ganhou força aqui no Brasil nos últimos anos por causa das cervejas artesanais que têm conquistado cada vez mais o paladar daqueles que buscam qualidade ao invés de quantidade”, diz Vergillio.

Diferentes formatos

Atualmente, é possível encontrar growlers de diferentes tamanhos e formatos e geralmente eles possuem capacidade de armazenamento de 1l ou 2l. O garrafão pode ser de inox, porcelana, vidro ou plástico, porém, no caso da bebida ser armazenada em uma garrafa pet, é importante ressaltar que ela não deve ser reutilizada. “O mais importante do growler é ter uma tampa que feche hermeticamente, de modo a evitar a descarbonatação do chope”, explica o beer sommelier.

Assim que o garrafão estiver abastecido, ele deve ser levado direto à geladeira e ser consumido em até dois dias, pois após esse prazo há o risco de oxidação. Após aberto, toda a bebida armazenada dentro dele deve ser consumida para evitar que ela fique descarbonatada.

Ajuda ao comércio local e ao meio ambiente

Por conta do aumento de consumo de bebidas durante o isolamento, o Growler pode ser uma opção sustentável, pois evita o descarte em massa de garrafas de vidro, além de ajudar bares que trabalham apenas com a venda de chope direto da torneira. “Existe diversos sites e aplicativos que indicam qual é o estabelecimento mais próximo para pedir o growler com preços variados e diversos estilos de cerveja”, finaliza Vergillio.

Sobre a Berggren

A Berggren é uma cervejaria que foi oficialmente inaugurada em novembro de 2015. Quem está à frente dos trabalhos é o Diretor Geral Lucas Berggren. A empresa teve seu projeto iniciado entre 2008/2009, quando a família Berggren começou a estudar o funcionamento dos equipamentos para a montagem da fábrica e entre 2013/2014 a família, que tem atuação na indústria têxtil, ganhou um fôlego financeiro e deu retomada definitiva ao projeto.

Produzindo cervejas de estilo clássico, e outras inspiradas na Escola Americana, a Berggren Bier conta com uma fábrica piloto (com laboratório e estrutura de envase) para testar suas cervejas – algo presente em poucas cervejarias do país.

Maior abertura ao produto local: chopps e cervejas ØL Beer ampliam presença em supermercados de Curitiba

Com taps fixos, cervejaria paranaense reforça presença nos supermercados e expande serviço de entrega em casa

Com o objetivo de fomentar o consumo de itens locais, a cervejaria artesanal ØL Beer amplia sua presença nas prateleiras dos supermercados Angeloni e agora nas redes Muffato e VerdeMais. No total são mais 4 pontos de venda para chopps e cervejas artesanais que são exclusivamente produzidos localmente: as unidades do VerdeMais Fresh Market nos bairros Hauer e Xaxim e no Muffato do Portão e de Santa Felicidade.

“Queremos consolidar a ideia de que as pessoas podem encontrar cerveja e chopp artesanal de produção local no supermercado. Em março, nossa parceria com um bar na região central de Curitiba (PR) nos ajudou a avançar mais um passo. E agora, com taps na expositora do VerdeMais Fresh Market e no Muffato, conseguimos entregar um produto ainda mais fresco para mais públicos”, explica Eduardo Vosgerau, mestre-cervejeiro e sócio da ØL Beer.

No Muffato, o destaque está no carrinho de chopp já disponível na loja de Santa Felicidade e em um Barco com 6 torneiras de chopp na unidade do Muffato Portão. Já no Angeloni, são 4 cervejas de 500 ml da marca disponíveis para escolha: Pilsen, Witbier, APA e Belgian IPA. “Temos uma parceria de longa data com o Angeloni. A rede conta com um amplo leque das nossas cervejas, para garantir que o público encontre o tipo que mais gosta a qualquer momento em que fizer as compras”, complementa Isadora Neier, mestre-cervejeira e sócia da ØL Beer.

Com foco em colaborar com o crescimento da cultura cervejeira, a ØL Beer investe continuamente na elaboração de novas receitas. As últimas novidades produzidas este ano foram a Bragi Oatmeal Stout e a Sunna Session Rye IPA. A primeira combina maltes torrados e aveia para uma bebida cremosa, com textura aveludada e aromas de amêndoas, nozes, café, caramelo e chocolate, e pode ser encontrada em garrafas de 500ml nas prateleiras dos supermercados de Curitiba. Já a Sunna, feita com centeio, possui amargor moderado e notas herbais e cítricas de limão e capim limão e está disponível exclusivamente na versão chopp.

Além das novidades, dentre os produtos com maior procura está a Thor Belgian IPA, medalha de bronze na categoria Belgian IPA da mais recente Copa Cervezas de America. Com aroma cítrico, sabor picante e ao mesmo tempo frutado e adocicado – devido à levedura belga – a cerveja é a atual campeã de vendas da ØL Beer.

Vale reforçar que a ØL Beer também atende por delivery, que funciona tanto diretamente por meio do WhatsApp (41) 9.9882-1077 quanto pelo aplicativo iFood. As entregas neste caso são realizadas em parceria com o bar Mad Jack Beer Lab, localizado no Alto da Glória. A parceria, além de fomentar um dos principais parceiros locais, ainda contribui para ampliar a região atendida pelo aplicativo e trazer mais opções para entrega ao consumidor.

Serviço

· VerdeMais Fresh Market (loja Hauer): Rua Tenente Francisco Ferreira de Souza, 1315 - Hauer. Atendimento: de segunda a sábado, das 8h às 23h e aos domingos e feriados das 8h às 22h.

· VerdeMais Fresh Market (loja Xaxim): Rua Francisco Derosso, 481, Xaxim. Atendimento: de segunda a sábado, das 8h às 23h e aos domingos e feriados das 8h às 22h.

· Angeloni Batel: Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 2050.

· Angeloni Água Verde: Av. Rep. Argentina, 900.

· Angeloni Bigorrilho: Rua Padre Agostinho, 2885

· Angeloni São José dos Pinhais: Rua Quinze de Novembro, 2900.

· Angeloni Maringá: Av. Advogado Horácio Raccanello Filho, 5.120 - Zona 7.

· Muffato loja Santa Felicidade: Av. Ver. Toaldo Túlio, nº2184. Atendimento: diariamente, das 8h às 22h.

· Muffato Portão: Rua Eduardo Carlos Pereira, 3605. Atendimento: de segunda a sábado, das 8h às 23h. Domingos das 8h às 22h.

Delivery: WhatsApp (41) 9.9882-1077 ou pelo aplicativo iFood

Mais informações: olbeer.com.br

Facebook e Instagram: @cervejariaolbeer

--

Informações para imprensa

Daniel de M. Keller e Larissa Moutinho

larissa@acciocomunicacao.com / imprensa@acciocomunicacao.com

(41) 3402-9110 / 9.9282-7551

Baixe aqui o release completo

clique nas fotos para baixar os arquivos em alta:

Cervejas OL Beer 500 ml
cervejas OL Beer

SKOL democratiza acesso ao delivery e lança serviço de televendas

Em tempos de Covid-19, SKOL cria nova solução para quem não tem familiaridade com a tecnologia

Skol sempre foi uma marca democrática e por isso vai tentar ajudar as pessoas que ainda não são familiarizadas com a tecnologia ou têm dificuldades para acessar à internet. Para eles, a marca criou uma ferramenta raiz, o Anota aí Skol, um serviço de televendas que estará disponível a partir de hoje, 18 de maio.

De forma simples e prática os pedidos podem ser feitos pelo telefone (11) 3557-0058, das 15h às 21h, e a entrega é realizada em até uma hora. “Nesse momento difícil que estamos vivendo, temos que ter empatia pelo consumidor. Skol é uma marca democrática e tem como foco sempre inovar, só que nem sempre inovar significa investir em tecnologia disruptivas. Nesse caso em específico inovamos trazendo o televendas para vida dessas pessoas, resolvendo um pain point latente do nosso consumidor.” Lucas Oliveira, gerente de marketing Skol

O novo canal de vendas funciona em parceria com o Zé Delivery, e atende de segunda a sábado para as cidades de Curitiba, São Paulo (capital, interior e litoral), Belo Horizonte e Recife.

Caipirinha com clara de ovo, paçoca e cerveja: descubra cinco modos de preparar o drink clássico de uma forma inusitada

As receitas foram retiradas do livro 100 receitas de caipirinhas para fazer na sua casa, escrito pelo Leandro Dias e João Almeida

Com os bares proibidos de serem abertos para evitar a disseminação do novo coronavírus, os brasileiros estão aproveitando o tempo em casa para criar novas receitas e preparar drinks criativos para curtir desde um happy hour em uma videoconferência ou até mesmo assistir as lives de diversos artistas. Para quem gosta de inovar, é possível preparar receitas tradicionais como a caipirinha utilizando ingredientes inusitados.

Pensando nisso, Leandro Dias e João Almeida da Escola da Cachaça e Middas Cachaça, explica o passo a passo de como fazer o clássico drink em diferentes versões. As receitas foram retiradas do livro 100 receitas de caipirinhas para fazer na sua casa, escrito por eles, confira

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=169272&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C23a401d627c0%2524b7238210%2524256a8630%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C23a401d627c0%24b7238210%24256a8630%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.5Caipi Caju Rei

Com caju, rapadura e suco lichia

Ingredientes

1 caju maduro cortado em fatias

50 ml de suco de lichia

1 colher (sopa) de rapadura triturada

50 ml Cachaça

Flor de sal do Himalaia

Limão para crustrar a borda do copo

Gelo

Modo de preparo

Em um prato raso despeje a flor de sal do Himalaia, passe limão na borda do copo e mergulhe o copo no sal, de forma que a borda fique com o sal e reserve. Numa coqueteleira, macere o caju, coloque o gelo, o suco de lichia, a rapadura, a cachaça e bata tudo. Despeje no copo com o sal na borda, mexa e sirva.

Caipisur Boraê com limão e clara de ovo

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=169272&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C23a401d627c0%2524b7238210%2524256a8630%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C23a401d627c0%24b7238210%24256a8630%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.7Ingredientes

50 ml de suco de limão

50 ml de suco concentrado de abacaxi

50 ml Cachaça branca

3 colheres (chá) de açúcar

1 clara de ovo

Rapas de limão para decorar

Modo de preparo

Bata em uma coqueteleira, a Cachaça, o suco de limão, o suco de abacaxi, o gelo, o açúcar e a clara de ovo. Coloque em um copo long drink, decore com raspas da casca do limão e sirva.

Caipi Seduza-me

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=169272&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C23a401d627c0%2524b7238210%2524256a8630%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C23a401d627c0%24b7238210%24256a8630%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.9Com morango, manjericão e soda

5 morangos fatiados

4 folhinhas de manjericão

30 ml de suco de limão

3 colheres (chá) de açúcar

Soda para completar

50 ml de Cachaça

Gelo

Modo de preparo

Em um copo longo macere o morango, o açúcar e o manjericão. Adicione o gelo, a cachaça, mexa e adicione a soda para completar. Decore com um morango e sirva.

Caipilsen com cerveja estilo Pilsen

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=169272&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C23a401d627c0%2524b7238210%2524256a8630%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C23a401d627c0%24b7238210%24256a8630%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.11Ingredientes

1 limão siciliano cortado em cubos

3 colheres (chá) de açúcar

6 folhinhas de hortelã

50 ml de Cachaça branca

Cerveja pilsen para completar

Gelo

Modo de Preparo

Em uma caneca própria para cerveja, macere o limão, o açúcar e o hortelã, coloque o gelo, adicione a Cachaça, mexa, complete com a cerveja Pilsen e sirva.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=169272&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C23a401d627c0%2524b7238210%2524256a8630%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C23a401d627c0%24b7238210%24256a8630%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.13Caipaçoca com paçoca e licor de amendoim

Ingredientes

1 paçoca

50 ml de creme de leite

20 ml de licor de amendoim

50 ml de Cachaça envelhecida em toneis da madeira amburana

Gelo

Raspas de limão siciliano

Modo de Preparo

Em uma coqueteleira, coloque o gelo com todos ingredientes e bata. Coloque em um copo modelo Ilhabela, decore com a raspa de limão siciliano e sirva.

Sobre a Middas

A formula Middas resulta em um sabor único e especial da bebida, de baixa acidez e de intensa sensação olfativa. Tal como a arte, a Middas possui um toque especial. A inovadora proposta traz uma cachaça acompanhada de um frasco com ouro comestível de 23 quilates, importado da Alemanha e que possui certificado de qualidade da União Européia. A mistura do ouro ao produto dá a ele o máximo da sofisticação e do requinte que uma bebida com padrões internacionais de excelência pode proporcionar aos mais exigentes paladares. Saiba mais em www.middascachaca.com.br

Competição online vai premiar a melhor IPA de Curitiba

Evento terá 16 cervejarias locais numa competição “virtual”, com delivery para “degustação” e eleição dos rótulos campeões

Mais uma vez Curitiba recebe o “IPA da Galera”, evento promovido pela Beermad – bar de cervejas artesanais localizado na vila gastronômica SOUQ Curitiba. E, enquanto o estabelecimento segue com atividades suspensas em medidas preventivas ao COVID-19, a marca proporciona entretenimento on-line aos amantes das cervejas artesanais.

Muito além de premiar a melhor IPA da capital, um dos estilos mais apreciados pelos curitibanos, a ação vai incentivar o comércio local e as cervejarias da região nesse momento delicado de pandemia. “É a segunda edição do evento, mas o primeiro online a envolver as principais cervejarias da capital paranaense. Estamos realmente unidos e motivados a levar entretenimento aos ipeiros e, ao mesmo tempo, fazer a máquina rodar. Precisamos continuar, né”, comenta a beer Sommelier Daiane Santos.

A disputa pelo melhor rótulo já está acontecendo no Instagram @beermadoficial e as “batalhas”, divididas por “chaves”, vão até dia 09 de maio. Qualquer pessoa pode participar como jurado, até mesmo porque os melhores juízes de cervejas são os próprios consumidores. “Vamos fazer tudo online e no dia três de maio divulgaremos as finalistas. Entre os dias cinco e oito, as quatro IPAS escolhidas estarão no nosso TAP para serem provadas pelos “jurados”, acrescenta.

Basta pedir via delivery, ou buscar no formato TAKE AWAY, os rótulos finalistas para degustação e avaliação. As cervejas serão vendidas em growlers pets de 500 ml e vão acompanhadas de uma ficha avaliação. “A dica que eu dou é ficar atento a questões específicas como cor, aroma, sabor e amargor, por exemplo. São aspectos que realmente definem os melhores rótulos”, explica a Beer Sommelier.
Além do público geral, três participantes especiais serão escolhidos pela Beermad para ajudarem na votação. A IPA campeã será conhecida por todos através de uma live no dia 09, às 16h, com o show do curitibano Marlon Able, com o melhor do Bluegrass, country, folk e rock. Além disso o artista Marcelo – O Homem que Voa – fará um quadro ao vivo durante a transmissão do resultado. Afinal de contas, cerveja também é cultura

Outras atrações

Entre os dias seis e oito de maio, também no insta do bar, serão realizados simpósios on-line e bate papo sobre esse amado estilo de cerveja. Os “ipeiros” vão ouvir sobre a história da cerveja, harmonização com IPAs, além de acompanhar a avaliação das cervejas concorrentes, feitas pelos jurados profissionais.

No dia sete, às 20h, Luis Celso Junior vai falar sobre a história da IPA. Depois é a vez de André Santini, do CWBEER falar sobre harmonização de IPA com churrasco – combinação que a legião de brasileiros tanto ama!
Cervejas confirmadas:
Gobe Brew
Hop Paradise (IPA)
Joy Project Brewing
Cream (IPA)
Maniacs Brewing Co
Yankee (NEW ENGALND IPA)
Cervejaria Terraço
Gárgula Ipa (IPA)
Cervejaria Palta
Want Ipa (IPA)
Swamp Brewing
A vaca e o cachorro foram pro brejo ( IPA)
Ol Beer Cervejas Especiais
Thor Belgian Ipa ( BELGIAN IPA)
Cervejaria Masmorra
Maligna Ipa (IPA)
Hump Beer
Hump Beer Ipa (IPA)
Alright Brewing co.
Red Sky ( RED IPA)
Cervejaria Turbinada
Turbinada American Ipa (IPA)
Ignorus
Mutum Cavalo (IPA)
Moondri
Orange Moon (NEW ENGLAND IPA)
Van Dutch
Mosaic Ipa (IPA)
Way Beer
Ipa Loka (IPA)
Bodebrown
Cacau Ipa (IPA)

Pedidos da Competição
WhatsApp: (41) 99721-4399
Kit das finalistas: até 17h
Atendimento pelo WhatsApp: 11h às 18h.
Take Away: 13h às 18h.
Valor de entrega: R$7
Para compras acima de R$100 – frete grátis!

Chopp do Bem: Cervejaria ØL Beer participa de ação da Procerva que fará um brinde à solidariedade

Cervejaria ØL Beer terá pontos de troca de alimentos não perecíveis por chopps da marca. Ação acontece neste sábado (18/04) com objetivo de arrecadar alimentos para doação a Casa de Repouso para Idosos São José

O Brasil segue no controle e contenção da pandemia do Coronavírus. Em meio a tantas notícias e dados alarmantes, criar um momento de alívio se torna cada vez mais importante. Em uma ação solidária, a ØL Beer Cervejas Artesanais promove neste sábado, dia 18 de abril, a partir das 10h, pontos de troca do Chopp do Bem, iniciativa da Associação das Microcervejarias do Paraná (PROCERVA) para fomentar a arrecadação de alimentos não perecíveis, com o objetivo de ajudar a famílias e entidades necessitadas. Para participar é simples: a cada 2 Kg de alimentos doados, o participante recebe 1 litro de chopp artesanal.

O Chopp do Bem será realizado em diversos pontos de Curitiba e região, já que cada associado PROCERVA pode escolher onde irá efetuar a troca dos alimentos por chopp. A ØL Beer estará com 3 pontos de troca. O bar da fábrica, localizado em São José dos Pinhais, estará operando especificamente para a ação de troca de alimentos por chopp. A troca será feita no local por drive thru – os doadores não precisam sair do carro para participar e fazer o bem, trocando alimentos por chopp artesanal.

Além disso, a ØL Beer firmou parceria com os bares Punk Hop, com loja localizada no Jardim Social, e Mad Jack Beer Lab, localizado no Alto da Glória. Os dois bares também vão trocar alimentos não perecíveis por chopps da ØL Beer. Para tal, basta ir a um dos bares e levar 2 quilos de alimentos não-perecíveis, que serão trocados no balcão por chopps da marca. A ação seguirá até acabarem os estoques.

Nos 3 pontos de troca estarão disponíveis 4 estilos de chopp para escolha: American Pale Ale (APA), Witbier, a premiada Belgian IPA da marca e a mais nova criação da ØL Beer, White Chocolat Stout, cerveja desenvolvida especialmente para o clima mais frio. Vale reforçar que os chopps serão entregues exclusivamente em growlers descartáveis, disponibilizados gratuitamente pela cervejaria. Seguindo os rigorosos padrões de envase e de segurança para este momento de pandemia, não será possível levar growlers pessoais para encher.

“Estamos muito honrados em participar desta ação e poder ajudar neste momento tão delicado. Além do valor humano da iniciativa, também é uma ótima forma de dar vazão aos produtos que já foram produzidos, evitando o desperdício. É uma ação ganha-ganha: doar alimentos para aqueles que precisam e ainda poder brindar com alegria”, explica Isadora Neier, mestre-cervejeira e sócia da ØL Beer.

É importante reforçar que a equipe ØL Beer segue todos os protocolos de segurança e higienização, utilizando luvas, toucas e máscaras descartáveis durante todo o período da ação. Todos os alimentos arrecadados pela ØL Beer durante o Chopp do Bem serão doados para a Casa de Repouso para Idosos São José.

“Na mitologia nórdica, o deus Tyr colocou sua mão na boca do lobo gigante Fenrir, como garantia de sua palavra. Esse é um dos exemplos de coragem que nos inspira. Em um momento onde todos enfrentam dificuldades, participar do Chopp do Bem foi uma forma de ajudar a injetar uma dose de coragem em todos, incluindo em nós mesmos. Isso nos motiva a continuar produzindo e melhorando sempre, como cervejeiros, como empreendedores e como seres humanos”, finaliza Eduardo Vosgerau, mestre-cervejeiro e sócio da ØL Beer. Vale destacar que a troca é limitada a 1 litro de chopp por pessoa (sujeito à apresentação do CPF).

Serviço

Chopp do Bem
A cada 2 Kg de alimento não perecível doado, ganha 1 litro de chopp artesanal
Data: Sábado, dia 18 de abril, das 10h até acabarem os estoques
Pontos de troca OL Beer:
· Bar da fábrica ØL Beer - Alameda Arpo, 1569, Ouro Fino, São José dos Pinhais
· Punk Hop loja Jardim Social - Rua Fagundes Varela, 1112, Jardim Social
· Mad Jack Beer Lab - Rua Mauá 827, Alto da Glória
Mais informações: facebook.com/cervejariaolbeer
instagram.com/cervejariaolbeer/

Sobre ØL Beer

Inspirada na cultura viking, a ØL Beer nasceu para desbravar e compartilhar novas receitas, conhecer novos sabores e ampliar a cultura cervejeira. Localizada em São José dos Pinhais (PR), a fábrica artesanal conta com estrutura de 1.200 m2 e que se destaca pela atenção à sustentabilidade, com aproveitamento de água e redução do desperdício energético e de matérias-primas. Vencedora da medalha de bronze na categoria Belgian IPA na Copa Cervezas de América 2019, a ØL Beer foca em utilizar apenas insumos de qualidade para elaborar cervejas criativas e entregar qualidade e preço competitivo para consumidores e compradores.

CURITIBA: Bar de Cervejas Artesanais promove live para mutumzeiros

1º evento cervejeiro “mutumzeiros online” será no sábado (18.04) em live através do instagram da BeerMad com discotecagem no vinil, brasilidades, soul e rock

INSTAGRAM: @beermadoficial

Quem gosta da MUTUM CAVALO, da cervejaria Ignorus, tem compromisso marcado nesse sábado (18.04). Uma live embalada pelo DJ João Freitas (@jhonipfreitas) no instagram do bar de cervejas artesanais BeerMad vai reunir todos os “mutumzeiros” de quarentena para um momento divertido no final de semana. A transmissão começa às 16h promete levar alegria e descontração, enquanto os apreciadores desse rótulo carregado de lúpulo degustam a cerveja.

A compra da bebida poderá ser feita a partir dessa quarta, dia 15, ao preço promocional de R$ 24 o litro, já com growler PET. O cliente pode retirar no bar, que fica dentro do SOUQ CURITIBA, ou agendar a entrega em casa - com taxa de R$ 12. Para pedidos acima de R$ 100, o frete é gratuito. “Temos nosso delivery próprio, com atendimento e entregas personalizadas, garantindo ao cliente toda a segurança e comodidade que o momento pede. Esse valor promocional é de quarta a sexta, depois teremos outro preço”, diz Daiane Santos – Beer Sommelier da BeerMad.

“É o primeiro evento cervejeiro online. Estamos na expectativa que seja, acima de tudo, muito divertido para quem está há tantos dias em casa. Queremos levar alegria e diversão, quebrar a rotina e propor algo diferente. Estamos de olho nas lives musicais e, por que não, uma live que une música e cerveja artesanal? É uma ótima combinação para o final de semana, principalmente para aproximar a legião de fãs MUTUM”, completa Daiane.

Os pedidos devem ser feitos através do LINK da bio do instagram do bar!

Sobre o rótulo

Com uma base de maltes consistente e uma enorme carga de lúpulos norteamericanos, é a cerveja ideal para lupulomaníacos. Tem aromas intensos que lembram frutas cítricas como abacaxi, limão e maracujá, final amargo, potente, longo e seco, como uma IPA de respeito deve ter.

Descubra como preparar uma sessão de degustação de cervejas em casa

O beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, explica o passo a passo

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=166210&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C06fa01d60cda%2524a4dd78f0%2524ee986ad0%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C06fa01d60cda%24a4dd78f0%24ee986ad0%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.5Com o crescimento das cervejarias artesanais, muitos consumidores que até então optavam por bebidas de marcas tradicionais, hoje descobriram que existem diversos estilos de cerveja disponíveis no mercado e estão explorando novas formas de apreciá-las. Uma forma interessante de conhecer as características de cada uma é através de uma sessão de degustação. Para quem quer preparar sua própria sessão, o beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, explica o passo a passo, confira:

Preparando o local

É preciso que o local da degustação esteja limpo, que os copos e a refrigeração sejam adequados e que tudo esteja preparado para a ocasião. É importante evitar ingerir qualquer bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes do evento, para que os órgãos envolvidos na degustação estejam atentos a todos os estímulos. É essencial que a atmosfera seja descontraída, sem exigência de formalidades ou requintes de etiqueta.

O primeiro item é a definição do critério de escolha das cervejas. Uma possibilidade é realizar uma sessão de degustação de cervejas do mesmo estilo, para comparar produtos de diferentes fabricantes. Outra possibilidade é degustar cervejas de estilos diferentes. O importante é prestar atenção às características esperadas de cada um: a avaliação deve corresponder ao estilo analisado e não ao gosto ou a preferência do degustador.

O segundo item é a infraestrutura: local, copos, guardanapos, geladeira etc. Os copos devem ser de vidro ou plástico rígido transparente, perfeitamente limpos e sem odor, e estar sempre em temperatura ambiente (nunca gelados). É absolutamente inadequado realizar uma degustação diretamente da garrafa ou lata. É importante manter jejum de pelo menos uma hora. Devem ser evitados odores de perfume, batom, cigarro ou maquiagem. As cervejas devem estar na temperatura de serviço indicada ao estilo.

Para limpar o paladar entre uma amostra e outra, disponibiliza-se água sem gás e pãezinhos sem sal ou biscoitos tipo cream cracker. A degustação é feita com cada exemplar, um por vez, servido de acordo com o seu estilo. Cada estilo tem seu próprio perfil (que será indicado posteriormente), que precisa ser respeitado tanto pelo mestre cervejeiro quanto pelo apreciador final.

Degustação através dos sentidos

Audição

Aquele barulho da tampa da garrafa ou da latinha abrindo já indica que você está perto de tomar uma cerveja. Seu cérebro identifica que você está prestes a se deliciar com uma gelada, por isso é importante escutar o “tchssss”. Além disso, nesta etapa já se verifica o nível de carbonatação da cerveja. Já dá para sentir seu frescor, sua “idade” e a qualidade/abundância de espuma.

Visão

Você precisa olhar a cerveja ao colocá-la no copo, preferencialmente servindo num ângulo de 45 graus. Nesta etapa deve-se conferir a cor, a transparência e, principalmente, a espuma. É preciso verificar se a espuma é cremosa, densa ou esparsa, se há bolhas e se elas são grandes ou pequenas. Não sendo transparente, é necessário saber se é uma cerveja não filtrada; caso contrário, isso é uma indicação de problemas de estabilidade físico-química (turbidez a frio) ou possível contaminação microbiológica. Finalmente, é preciso verificar se há resíduos no copo. Eles podem ser restos de fermento aglutinados, o que é aceitável na cerveja com refermentação na garrafa, mas também podem indicar impurezas.

Olfato

Deve-se cheirar a bebida tão logo ela tenha sido servida. Alguns aromas são mais voláteis, isto é, evaporam rapidamente e precisam ser identificados logo. É necessário prestar atenção ao primeiro aroma percebido, pois é o mais rico; depois os sensores nasais ficam rapidamente saturados e não mantêm a mesma capacidade inicial. O objetivo é identificar os principais aromas característicos: malte, lúpulo, tostado, frutas e temperos (condimentos).

Paladar

O primeiro gole é sempre o melhor, tanto para o prazer de apreciar uma boa cerveja quanto para a degustação com objetivos de qualificá-la. É recomendável reter o primeiro gole na boca, de forma que o líquido possa entrar em contato com toda a superfície da língua. Deve-se perceber a alma da cerveja, formada pelo casamento do malte com o lúpulo, que carregam 80% da mensagem da bebida. É preciso se atentar para o caráter de cada um desses ingredientes, que revelam a essência do que está se apreciando. Por fim, deve-se sentir a carbonatação, a sensação muitas vezes descrita como “crocante”, e a presença de álcool, percebida pelo leve calor na língua e no céu da boca. Este é o momento de apreciar, de fato, a bebida.

Sensação Final

As últimas impressões da degustação são conhecidas como “final”, o que inclui o retrogosto, a sensação refrescante e de satisfação, além do leve calor experimentado pela boca e pelo corpo. Durante o percurso através do esôfago até o estomago, a impressão deve ser de agradável saciedade e prazer, como se estivesse absorvendo um pão líquido. O amargor e sabores remanescentes, chamados de retrogosto, devem ser observados de forma a completar a experiência gustativa. Após alguns goles, temos a medida exata chamada “drinkability”, que é o quão bebível a cerveja é.

Sobre a Berggren

A Berggren é uma cervejaria que foi oficialmente inaugurada em novembro de 2015. Quem está à frente dos trabalhos é o Diretor Geral Lucas Berggren. A empresa teve seu projeto iniciado entre 2008/2009, quando a família Berggren começou a estudar o funcionamento dos equipamentos para a montagem da fábrica e entre 2013/2014 a família, que tem atuação na indústria têxtil, ganhou um fôlego financeiro e deu retomada definitiva ao projeto.

Produzindo cervejas de estilo clássico, e outras inspiradas na Escola Americana, a Berggren Bier conta com uma fábrica piloto (com laboratório e estrutura de envase) para testar suas cervejas – algo presente em poucas cervejarias do país.