Feijoada, samba e chope na fábrica da Way Beer

Sábado (04) tem almoço especial na cervejaria com roda de samba e o típico preparo brasileiro, além de muito chope Way para curtir o dia

CURITIBA, 01/09/2021 – O final de semana prolongado, que para muitos só vai acabar após o feriado de 07 de setembro, terá muita diversão na Way Beer. A cervejaria vai promover neste sábado, dia 04 de setembro, um almoço especial em sua fábrica com roda de samba e muito chope. A ação será realizada com todas as normas de combate ao coronavírus, com capacidade de público limitada e serviço exclusivamente em mesas.

Será a primeira feijoada realizada na cervejaria da Way Beer, preparo clássico, que será produzido pelo Sabor Nobre, servido a partir das 12h. Já a partir das 13h, o grupo OSZERO11 vai participar do almoço com os grandes destaques do samba. “O almoço vai seguir todos os protocolos de segurança que o momento exige. Em agosto, servimos uma costela de chão e foi um com grande sucesso. Para a feijoada, seguiremos o mesmo modelo: serão mesas limitadas organizadas por ordem de chegada em ambiente aberto e com distanciamento”, comenta Desiree Meister, coordenadora de marketing da Way Beer.

Propondo uma harmonização completa, a Way Beer vai disponibilizar mais de 20 estilos de chope das categorias campeãs e premium, entre eles a recém-lançada Dark Side of The Way, uma imperial stout com toda a riqueza do malte torrado com notas de café e chocolate amargo. A feijoada completa, que será acompanhada por arroz, couve, farofa, laranja, vinagrete e torresmo, custará R$ 35 por porção. Além da feijoada, será oferecido a opção de pão com linguiça por R$ 10. Já os chopes terão preços a partir de R$ 10 (copo de 440ml). Para quem possui a jarra da Way Beer, será disponibilizada a opção do litro a partir de R$ 20.

A feijoada da Way Beer será servida neste sábado, dia 04 de setembro, a partir das 12h. A cervejaria fica na Rua Pérola (nº 331), em Pinhais, logo depois do Tarumã, e abrirá das 10h às 20h. O almoço terá capacidade de público limitada conforme ordem de chegada. Mais informações no site www.waybeer.com.br, nas redes sociais oficiais da cervejaria ou pelo telefone (41) 3653-8853.

ØL Beer aposta em cervejas não pasteurizadas para intensificar a experiência sensorial dos clientes

As "cervejas vivas", como são conhecidas, trazem sabores e aromas mais frescos, proporcionando uma intensa experiência de degustação

Diariamente, as tendências de mercado e o paladar cada vez mais exigente de apreciadores de cerveja criam novos desafios para os produtores. Uma dessas questões é a maior preservação das características da cerveja. "Quanto mais fresca a cerveja, maior e melhor será a experiência de degustação", comenta a mestre-cervejeira e sócia-fundadora da Cervejaria ØL Beer, Isadora Neier. Para alcançar esse resultado, uma das formas é a não pasteurização, processo adotado pela ØL Beer em toda a sua linha especial, a UsinØL.

Eduardo Vosgerau, sócio fundador da ØL, explica a diferença entre chopes e cervejas não pasteurizadas. "Ao passar pela pasteurização, a cerveja se torna um produto mais estável e com maior tempo de validade e armazenagem, possibilitando, assim, o envio dessas cervejas para regiões mais afastadas e até mesmo para exportação. Por outro lado, as cervejas e chopes não pasteurizados oferecem uma experiência sensorial mais intensa, mas devem ser consumidos em um curto período de tempo", pondera Eduardo, que também é mestre-cervejeiro da marca.

Isadora explica as particularidades do processo: "as cervejas não pasteurizadas contém leveduras vivas e isso ajuda a preservar o frescor, sabor e aroma. Por isso as cervejas não pasteurizadas são famosas por serem mais frescas e por apresentarem as características sensoriais do produto de forma mais pronunciada". De acordo com a mestre-cervejeira, a pasteurização é um processo físico importante e feito para esterilizar os alimentos. Porém, modifica levemente os aromas e sabores da cerveja por submetê-la a uma alta temperatura.

Como funciona na ØL
Os tanques da ØL Beer produzem tanto cervejas pasteurizadas, quanto as não pasteurizadas. As 5 cervejas da linha principal da ØL (Baldr Pilsen, Odin Witbier, Thor Belgian IPA, Loki APA e Bragi Oatmeal Stout), quando pasteurizadas, são comercializadas em garrafas de 500ml.

Já as cervejas não pasteurizadas da cervejaria — que incluem toda a linha de cervejas especiais UsinØL — são comercializadas em barris e growlers (de vidro ou PET). Após o envase, as cervejas da ØL vão direto para a câmara fria, onde ficam até o momento do transporte.

"O transporte de nossas 'cervejas vivas' é limitado às cidades mais próximas da nossa fábrica, evitando exposições longas a altas temperaturas e garantindo que o produto chegue sempre fresco aos nossos clientes", esclarece Eduardo. "O objetivo é garantir a qualidade e nosso compromisso em entregar a melhor experiência", complementa Isadora.

Entre as cervejas não pasteurizadas da ØL Beer, vale destacar:
Thor Belgian IPA: nessa versão, a cerveja duplamente premiada da ØL destaca ainda mais o incrível aroma cítrico e o sabor picante, frutado e adocicado, advindos da levedura belga e um corpo médio.
Odin Witbier: a cerveja de trigo da ØL proporciona uma degustação equilibrada e refrescante. As notas de casca de laranja e de limão siciliano, combinadas ao leve sabor picante das especiarias coentro, noz moscada e zimbro, surpreendem a cada gole.
Bragi Oatmeal Stout: com uma incrível combinação de maltes torrados e aveia, a Stout da ØL Beer traz cremosidade e textura aveludada no paladar, trazendo sabores complexos com notas de amêndoas, nozes, café, caramelo e leve chocolate.
Belgian Tripel Wood Aged: aromática e intensa, a Cerveja da Poesia é a mais recente criação da UsinØL. Feita com malte belga Abbey, cascas de laranja, limão siciliano e coentro em grãos, recebe uma infusão de chips de carvalho francês que complementa o buquê aromático, trazendo uma cerveja encorpada e com boa drinkability.

Como adquirir sua ØL Beer fresquinha
Todas as 5 cervejas de linha da ØL podem ser encontradas nas unidades das redes de supermercados Angeloni, Big, Colatusso, Festval, Muffato, Verde Mais e Zamprogna, e também nas unidades da Adega Brasil.

Outra opção é pedir seu chopp dos deuses direto da câmara fria da ØL Beer pelo delivery próprio da marca ou pelo e-commerce: https://olbeer.com.br/loja/. O delivery da ØL funciona por Whatsapp: (41) 99676-8354 (válido para Curitiba e Região Metropolitana), de segunda a sábado, sendo que os pedidos feitos até as 14h são entregues no mesmo dia. A partir desse horário, a entrega ocorre no próximo dia útil. Vale lembrar que a cervejaria oferece frete grátis para Curitiba e São José dos Pinhais em pedidos acima de R$100.

Serviço
Site: https://olbeer.com.br/
Facebook: @cervejariaolbeer
e Instagram: @cervejariaolbeer

Lançado edital de concessão da nova Cervejaria Oficial da Oktoberfest Blumenau

Além de explorar comercialmente a segunda maior Oktober do mundo nas edições de 2022 a 2027, e Sommerfest entre 2022 e 2028, a nova cervejaria terá que construir boulevard e museu.

Oktoberfest Blumenau terá nova cervejaria oficial - crédito: Clio Luconi

Foi lançado nesta segunda-feira, dia 16, o edital de concessão da nova cervejaria oficial da Oktoberfest Blumenau. A concorrência será realizada na modalidade “melhor preço” e as candidatas serão conhecidas no dia 15 de setembro. A nova Cervejaria Oficial poderá explorar comercialmente a Oktoberfest durante seis edições, entre 2022 e 2027, e sete edições da Sommerfest, entre 2022 e 2028. Como contrapartida, a empresa deverá construir um Boulevard na parte externa aos pavilhões, em frente ao Biergarten, e o Museu da Oktoberfest, que será o maior do mundo.

O edital pode ser conferido por meio do Portal da Transparência da Prefeitura de Blumenau.

“A Oktoberfest é muito importante para o município, tanto econômica quanto para a preservação das nossas tradições. A concessão da nova Cervejaria marca um novo momento para a Oktoberfest e para o município. Depois de dois anos sem a festa, teremos um 2022 com grandes novidades, com construções como o Boulevard e o Museu, que serão determinantes para o desenvolvimento do Turismo na cidade para os próximos anos”, afirma o prefeito Mário Hildebrandt.

Para o secretário de Turismo e Lazer e presidente do Parque Vila Germânica, Marcelo Greuel, o Boulevard Vila Germânica e o Museu da Oktoberfest vão posicionar Blumenau para o futuro. “Trabalhamos muito na construção de um edital que considere o tamanho da nossa Oktoberfest, que é um dos cinco maiores eventos do Brasil. Num momento de retomada e de muita expectativa para 2022, a nova cervejaria será uma novidade importante, e que dirá muito sobre como será a próxima edição”, conta.

Oktoberfest Blumenau - crédito: Clio Luconi

Valores
A proposta de preço deverá ser de, no mínimo, R$ 15,3 milhões por seis anos de exploração comercial da Oktoberfest Blumenau (2022/2017) e sete edições da Sommerfest (2022/2028), que serão pagos durante vigência do contrato. A cervejaria oficial também será responsável por projetar e executar a cenografia e decoração dos eventos. No entanto, o projeto deverá passar por aprovação da organização da festa.

É importante ressaltar que será obrigação da licitada realizar a venda de chope sem álcool em todos os pontos de venda de bebida dos eventos.

Naming rights
Além da comercialização de cervejas, chopes, licores, drinks prontos, refrigerantes, sucos, água mineral e souvenires, e da construção do Boulevard e Museu, a nova cervejaria terá o direito de exploração de naming rights de todos esses equipamentos. Também entram na relação o Biergarten (Setor 4) e o restaurante localizado no mezanino do pavilhão.

Maior museu da Oktoberfest do mundo
Blumenau receberá dois novos atrativos, o Boulevard Vila Germânica e o Museu da Oktoberfest, que será o maior museu temático da Oktober do mundo. O projeto do Boulevard contempla uma cobertura “fixa” de 3.131 metros quadrados na área onde já funciona a Praça de Alimentação da Oktoberfest. Segundo o projeto, o objetivo é que este espaço conte com pontos de alimentação que funcionem durante todo o ano.

Já o projeto do museu compreende área de mais de 4 mil metros quadrados contando todos os pavimentos, superando inclusive os museus de Munique, na Alemanha, e Kitchener-Waterloo, no Canadá. As duas construções deverão ser entregues à comunidade até 2 de setembro de 2023.

Para saber mais sobre Blumenau, acesse www.turismoblumenau.com.br e o site www.gvanoticias.com.

Sobre a Oktoberfest

Considerada a segunda maior Oktoberfest do mundo, a festa de Blumenau acontece desde 1984. Nos cerca de 30 mil metros quadrados de área, que compreende quatro setores e área externa, cerca de 600 mil visitantes são recebidos anualmente. A festa acontece sempre no mês de outubro, e tem duração de 19 dias. Além da festa nos pavilhões, a Rua XV de Novembro recebe os Desfiles Oficiais, que levam uma experiência única aos visitantes. Este é o segundo ano consecutivo em que a festa não acontecerá em virtude da pandemia de Covid-19. A edição de 2022 já tem data marcada: será de 05 a 23 de outubro.

Sobre Blumenau

Município do Estado de Santa Catarina, situado na região do Vale Europeu, Blumenau foi colonizada em 1850 pelo médico farmacêutico e filósofo alemão Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau, que chegou à cidade acompanhado de outros 17 colonos, também da Alemanha. Mais tarde, chegaram imigrantes vindos da Itália e Polônia. Blumenau possui uma série de atrativos como museus, monumentos, praças e casas no estilo enxaimel, além de organizar eventos e festas responsáveis pelo incremento da economia local e pela movimentação de milhares de turistas. A cidade sedia a Oktoberfest Blumenau, a segunda maior do mundo e a maior festa alemã da América do Sul, e é oficialmente a Capital Brasileira da Cerveja. Blumenau está entre as dez maiores e melhores cidades do Brasil e é detentora dos selos Safe Travels, da WTTC, e Viaje+SC, da Santur, que a qualifica como um destino seguro para o turismo.

Sobre a Global Vision Access

A Global Vision Access é uma empresa de comunicação e marketing em turismo, reconhecida no mercado nacional e internacional. A GVA facilita a entrada e a consolidação de destinos turísticos no mercado brasileiro, oferecendo serviços de planejamento estratégico, marketing e relações públicas e sempre se destacando com os projetos especiais que desenvolve. Fazem parte do portfólio da empresa Blumenau, Jordânia, Mônaco, Ilhas Seychelles e Turkish Airlines. Também inclui-se ao portfólio da GVA parcerias estratégicas com organizações e empresas de outras indústrias que buscam maximizar exposição, oportunidades de negócios e retorno sobre o investimento para cada cliente.

Masc Beer Pub chega em Curitiba para reunir os apaixonados por cervejas e homebrewers

Espaço conta com 12 torneiras de chope, com destaque para as cervejarias de Curitiba e região metropolitana, além de rótulos nacionais e internacionais

O Paraná detém 10% das cervejarias independentes do Brasil, segundo o 1º Censo das Cervejarias Independentes Brasileiras, realizado pelo Sebrae. Só 5 estados têm um volume maior de cervejarias: Rio Grande do Sul (20%), São Paulo (18%), Minas Gerais (13%) e Rio de Janeiro e Santa Catarina (ambos com 11%).

0hRmN5EjY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6AjN4EDO5czM5EjOnVGcq5iMzEzN0UDO0MjMGJTJ0MjMGJTJwIDN2MjRyUyM3EzMx8VL1ETLf12bj5icw1WLp5CcwFmRyUiRyUSQzUycwRHdopTN
Com o propósito de reunir cervejeiros e consumidores, surgiu o Masc Beer Pub no fim de maio, localizado no Alto da Rua XV, em Curitiba. "É um espaço onde cervejarias iniciantes ou as mais antigas do mercado engatam suas produções para proporcionar ao público uma experiência exclusiva, com cervejas de alta qualidade e drinkability. Nosso propósito é centralizar a cultura da cerveja neste espaço", explica Adriano Gonçalves, um dos proprietários, conhecido como Mascote, de onde deriva o nome Masc.

Historicamente, as marcas paranaenses são reconhecidas e consagradas em concursos nacionais pela qualidade de sua produção, sendo Curitiba conhecida como a capital brasileira da cerveja artesanal. Desde 2012, o estado conta com a Associação das Microcervejarias do Paraná (Procerva), que reúne mais de 40 marcas no estado. O principal polo cervejeiro do Paraná está na Região Metropolitana de Curitiba, onde estão quase três dezenas dos filiados.
Diversidade

O objetivo é oferecer aos apaixonados por cerveja uma variedade de estilos e de marcas locais, nacionais e internacionais. "Nós priorizamos 12 torneiras artesanais de diversos locais do país inclusive as microcervejarias e as ciganas", ressalta Gonçalves. Cervejarias ciganas são aquelas que não detém fábrica própria, produzindo em espaços profissionais terceirizados.

Além de um local para desfrutar de lançamentos e estilos nas torneiras, o Masc Beer Pub também oferece mais de 60 rótulos de latas e garrafas nacionais e internacionais. "Essas opções oferecem estilos diferentes para degustações ou harmonizações para quem aprecia uma boa cerveja", destaca Gonçalves. Além do consumo no local os clientes também buscam cervejas com seus Growlers para levar para casa ou em encontros com os amigos.

Em sua inauguração, o espaço reuniu cervejarias de Curitiba, Paranaguá, Rio Negro e Colombo no Paraná, além de Pomerode em Santa Catarina e de Brugge, na Bélgica. Entre os estilos contemplados, estão Lager, Baltic Porter, Helles Bock, English Bitter, American Session IPA, American Pale Ale, Sour Ale, American IPA, New england IPA, Belgian Blond, entre outras.

Espaço para o local

Curitiba mantém diversas histórias de cervejarias, espaços e grupos conectados com a cerveja artesanal iniciadas como hobby, assim como na Masc Beer. Uma delas é a Hespanha Brewery. Depois de comercializar de forma amadora em Paranaguá desde 2014 e conviver com membros de confrarias e outros produtores nos últimos anos, a marca passou a produzir de forma cigana. No ano passado, a Hespanha Brewery ficou no top 5 das melhores cervejarias do Brasil pelo Untappd (aplicativo de avaliação de cervejas), exportou três estilos para a Holanda e foi premiada com 2 estilos no Festival de Blumenau.

"Os feedbacks positivos nos incentivaram a estudar mais e se aprofundar, principalmente nos estilos de fermentação mista e sour (as cervejas azedas, com frutas), no qual somos especialistas. Ganhamos um concurso local, que resultava numa produção de 500 litros e, desde então, passamos a produzir comercialmente como ciganos", conta João Paulo Hespanha, um dos sócios da marca. Atualmente, a Hespanha Brewery produz cerca de 2,5 mil litros por mês.

O sócio-proprietário da Ignórus, José Marcelo Popi, afirma que a marca valoriza a cultura cervejeira do "beba local". "Esta forma de pensar o mercado garante a comercialização de um produto fresco, de melhor qualidade, com bom custo-benefício e ainda valoriza a relação de proximidade entre o consumidor final e as cervejarias. E isto não seria possível sem a contrapartida dos nossos parceiros ‘Ignorantes’", diz Popi, cuja produção inicial começou como hobby e hoje a marca é amplamente reconhecida, destaque para a cerveja Mutum Cavalo, uma das mais distribuídas e reconhecidas do país.

Um dos criadores e responsável pela "Confraria do Norte" grupo com 40 produtores de cerveja artesanal, John Jefferson Favaro, conta que Gonçalves sempre participou do grupo, onde ganhou o apelido de Mascote, mesmo antes de produzir. "Com o tempo cedeu à pressão e investiu nos equipamentos necessários, se apaixonou pelo hobby e nunca mais deixou de produzir, tornando-se inclusive um ótimo cervejeiro. Um belo dia surpreendeu a todos no grupo ao informar que havia adquirido um Pub de Cerveja artesanal", conta.

Sobre o Masc Beer Pub

Adriano Gonçalves convivia com produtores homebrew, mas não realizava sua produção própria. Com isso, ganhou o apelido de "Mascote", pois só degustava das cervejas artesanais. Em 2020, em meio à pandemia, o proprietário desenvolveu mais de 15 estilos de cervejas em 7 meses. Mas decidiu que não queria ficar nisso e abriu o Masc Beer Pub, um espaço para conectar apaixonados por cerveja e aqueles que as produzem.

Confira as torneiras engatadas no Masc Beer: business.untappd.com/ boards /48776

Conheça as latas e garrafas disponíveis no espaço: business.untappd.com/ boards /52566

Cervejas artesanais sem álcool e mais saudáveis são tendência no mercado

Escola de profissões de Curitiba oferece curso completo de especialização em Beer Sommelier e Home Brewer.
A inovação do mercado cervejeiro artesanal nacional já trouxe uma série de novos aromas e sabores à bebida e tende a chegar, também, no ramo saudável.

De acordo com Gabriel Sant’anna Vasques, sommelier e professor do Centro Europeu a cerveja é uma bebida rica em vitaminas e considerada saudável quando produzida de forma artesanal. "As bebidas artesanais tem um processo de produção sem aditivos químicos ou qualquer forma de conservante, tornando a cerveja mais natural, com água, malte, cevada e lúpulo, sem os outros ingredientes utilizados nas grandes indústrias", afirma.

Uma pesquisa realizada pela agência Mintel (2020) aponta que cerca de um terço dos adultos brasileiros que já consumiram álcool afirmam que experimentariam uma cerveja em versão menos calórica e alcoólica.

Ainda de acordo com o levantamento Mintel, os consumidores de álcool com idades entre 18 e 24 anos apresentam maior interesse em experimentar bebidas não alcoólicas do que os de outras idades.

CARBOIDRATOS: A composição da bebida com e sem álcool é parecida, sendo que no segundo caso a cerveja passa por um processo específico para a retirada do teor alcoólico.

"Durante o processo de produção da cerveja (alcoólica ou não) fazemos o cozimento dos maltes que seriam as principais fontes de carboidratos e que, em sua maior parte são desfeitos ou consumidos pelas leveduras, reduzindo de forma significativa a quantidade. A fonte existe, mas na comparação com outros elementos se torna baixa concentração", explica Gabriel.

ISOTÔNICO OU UMA CERVEJA APÓS O TREINO?

A cerveja é uma ótima fonte de vitamina B e de acordo com Gabriel auxilia a melhorar nosso desempenho. "Essas vitaminas, principalmente a B9, são responsáveis pela produção de energia no corpo. Durante o treino, se consumida com parcimônia, é uma ótima fonte de energia. O lúpulo é rico em antioxidantes e a única forma de alimentação que temos com o lúpulo é a cerveja, que nos auxilia principalmente nesse processo de regeneração de células", afirma.

As cervejas também nos hidratam. "Grandes quantidades fazem nosso corpo usar água para nos purificar e retirar o álcool do organismo. Por outro lado, a bebida sem álcool acaba sendo quase isotônica, servindo muito bem como fonte de hidratação após um treino pesado". Gabriel.

Algumas cervejarias artesanais já trabalham com as opções de cervejas sem álcool, como desenvolver uma IPA zero, por exemplo. "Esse processo é mais caro devido a levedura e a tecnologia que é utilizada. A cerveja também chega mais cara para o consumidor final.", explicou Spindola.

CURSO - Os amantes de cervejas que desejam se especializar podem ingressar no Curso Beer Sommelier - Home Brewer que é oferecido nos formatos presenciais e online pelo Centro Europeu que prepara o aluno para além de produzir sua própria cerveja, desenvolver técnicas de degustação, análise sensorial e harmonização gastronômica com a bebida.

As aulas no formato online iniciam no dia 27 de setembro, sempre às segundas e quartas. De acordo com Edinéia Biassi, Coordenadora do curso de Beer Sommelier e Sommelier, o aluno sai preparado para o mercado de trabalho. "São ministradas aulas de insumos, produções, técnicas de harmonização e contamos também com técnicas de serviços da bebida e glassware - adequação de taças à bebida. Os alunos receberão um case com taças para degustação, livro de conteúdos, caderno de análise sensorial, abridor de cerveja, kit de análise sensorial (on off flavors) e aproximadamente 40 rótulos de cervejas das principais escolas cervejeiras mundiais, para que possam acompanhar as degustações que serão conduzidas para cada aula".

Os alunos recebem a certificação da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes. Para saber mais e realizar a sua matrícula, acesse: centroeuropeu.com.br

No Paraná, iniciativa une cervejarias artesanais e atrativo natural para promover o turismo

Ação no Parque de Natureza Buraco do Padre valoriza as cervejarias do município de Ponta Grossa, nos Campos Gerais

Corpo de jurados participou de degustação às cegas em evento realizado no Buraco do Padre. Crédito: Laertes Soares

Uma caverna vertical (furna) com cerca de 40 metros de profundidade visível e 30 metros de diâmetro, por onde deságua uma cascata de 30 metros de altura em solo arenoso. O Parque de Natureza Buraco do Padre, localizado em Ponta Grossa, no Paraná, passa a contar com quatro estilos de cervejas artesanais que serão “marcas” do atrativo turístico, visitado anualmente por 50 mil turistas do Brasil e do exterior.

Os estilos foram selecionados nesta terça-feira (10), em evento promovido pelo Buraco do Padre e pela Associação Ponta-Grossense da Indústria Cervejeira (APIC), com o apoio do Sebrae/PR e a da Secretaria Municipal de Turismo de Ponta Grossa. Na ocasião, foi lançado também o concurso para a escolha do design dos rótulos das cervejas oficiais do Buraco do Padre, aberto para participação popular.

A degustação às cegas foi realizada por um corpo de jurados composto pela prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt; pelo empresário Beto Madalosso, proprietário do Carlo Ristorante e Mada Pizza e Vinho, em Curitiba; pelo secretário Municipal de Turismo de Ponta Grossa, Paulo Stachowiak, que também representou o Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC); pelo diretor da Serra Verde Express e da BWT Operadora, Adonai Aires de Arruda Filho; pela influenciadora Giselle Alonso; pelo gestor do Buraco do Padre, Álvaro Fernandes Dias Filho e pelo empresário Maurício Dobis, o chef Dobis.

Buraco do Padre desperta atenção de 50 mil turistas todo o ano. Crédito: Laertes Soares

A cerveja Pilsen selecionada foi da OAK Bier. A estilo APA foi da Partner Brewwery House. A Strasburger Cervejaria teve a sua IPA escolhida e o estilo ‘diferenciada’ foi para a Brauerei Schultz. A iniciativa contou com a participação de cervejarias de Ponta Grossa, tendo no total 24 cervejas inscritas.

Para o gestor do Buraco do Padre, Álvaro Fernandes Dias Filho, a ação tem como foco a promoção do atrativo turístico e do Município, pela sua vocação cervejeira. “Com isso, os turistas têm a opção de levar um souvenir para sua cidade, presentear ou consumi-lo no próprio parque”, diz.

Na ocasião também foi lançado o concurso para a escolha do design dos rótulos das cervejas oficiais do Buraco do Padre, aberto para participação popular. “Vamos abrir a negociação com as cervejarias que tiveram seus estilos selecionados e a estimativa é que o concurso aconteça em setembro”, antecipa Álvaro. A votação online do melhor rótulo vai contar com a participação da comunidade e deve ser realizada pelo Instagram do Buraco do Padre.

Evento escolhe os estilos de cervejas que serão oficiais do Buraco do Padre. Crédito: Crédito: Laertes Soares

“Além de promover o turismo e o desenvolvimento regional dos Campos Gerais, a iniciativa valoriza a história e a cultura de Ponta Grossa, que é conhecida como um polo cervejeiro. É uma ação que dá ainda mais visibilidade para esses produtos turísticos, levando o nome das cervejarias para outras diversas regiões do Brasil e do mundo”, frisa a consultora do Sebrae/PR, Nádia Terumi Joboji.

A opinião é compartilhada pelo presidente da APIC, Rogério Bortolato Garcia. “O setor cervejeiro tem se profissionalizado e aprimorado cada vez mais e, além disso, Ponta Grossa deve se tornar, em breve, a maior produtora de cerveja do mundo. A parceria com o Buraco do Padre vai render bons frutos para o setor e para o turismo local”, considera.

Selo Turismo

O Parque de Natureza Buraco do Padre recebeu o Selo de Qualidade no Turismo do Paraná, que tem como objetivo estimular a melhoria contínua da gestão do negócio e da qualidade dos serviços prestados pelas empresas do setor turístico, adotando boas práticas e procedimentos definidos para seu negócio com um conjunto de elementos para melhorar a competividade, a eficácia e a flexibilidade da empresa por meio de planejamento, organização e compreensão de cada atividade. No Estado, é a primeira vez que um atrativo turístico natural e cultural recebe Selo.

O projeto Selo de Qualidade no Turismo do Paraná é executado pelo Comitê Gestor formado pelas instituições Sebrae/PR e Fecomércio PR, com a parceria da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná (ABIH-PR), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR), Associação Brasileira de Agências de Viagens do Paraná (Abav-PR), Associação Brasileira de Empresas de Eventos do Paraná (ABEOC/PR), Paraná Convention e Paraná Turismo.

ITAIPAVA LEVA O #SEXTOU A OUTRO NÍVEL EM COMEMORAÇÃO AO DIA INTERNACIONAL DA CERVEJA

Marca lança “Mês da Cerveja” com iniciativas que vão desde filmes para TV, conteúdos produzidos pelos influenciadores Cleo e John Drops, e promoção com direto a geladeira na Rede Band FM

Qual o símbolo máximo do #sextou e a abertura do happy hour no Brasil? Ela, a cerveja! E para celebrar o Dia Internacional da Cerveja, comemorado hoje (6/8), a Itaipava preparou o "Mês da Cerveja", com diversas iniciativas que irão exaltar a bebida que faz a alegria dos brasileiros no início dos 'trabalhos' do fim de semana.

A campanha, criada em conjunto com a WMcCann, começa com um 'esquenta' na quinta-feira (5). A marca lança um filme de 15 segundos para a TV nacional, no intervalo da novela "Império", avisando aos cervejeiros para se prepararem porque essa não será uma sexta comum, mas “A” sexta. Já no dia Internacional da Cerveja (6), a Itaipava lança outro filme, desta vez, no intervalo do "Jornal Nacional". O vídeo marca a celebração deste grande dia, que não poderia deixar de ser exaltado. A peça destaca que sexta-feira é o respiro da semana, e que até esta data faz questão de cair sempre em uma sexta.

"A campanha quer levar aquele sentimento de alívio e de missão cumprida após uma semana de trabalho. E não há bebida melhor para brindar o "Dia da Cerveja", neste #sextou especial, do que a Itaipava, a bebida 100% sexta, 100% sextou e 100% Dia da Cerveja”, diz Eliana Cassandre, head de Marketing do Grupo Petrópolis e da marca Itaipava.

Como sustentação da campanha, a cidade de São Paulo contará com peças em formatos digitais e estáticos nas estações de metrô e trem. No Rio de Janeiro, a Itaipava terá mobiliário urbano durante todo o mês, além da campanha de always on e conteúdos produzidos pelos influenciadores da marca: Cleo e John Drops.

A campanha também contempla uma ação em conjunto com a Rede Band FM, no período de 6 a 31 de agosto, que sorteará 5 geladeiras cheias de Itaipava, uma para cada região do Brasil. E pensando exclusivamente no Estado de São Paulo, irá realizar ações promocionais nos pontos de venda.

SOBRE A ITAIPAVA - Criada em Petrópolis (RJ), Itaipava, a cerveja do verão, conquistou o consumidor brasileiro ao longo dos anos e, hoje, é uma das cervejas mais consumidas no país. A família Itaipava conta com diferentes tipos para todos os gostos e ocasiões: Itaipava Pilsen, Itaipava Premium Puro Malte, Itaipava Go Draft, Itaipava Malzbier, Itaipava Chopp e Itaipava Zero Álcool. Conheça o site: http://www.cervejaitaipava.com.br/ @itaipava

SOBRE O GRUPO PETRÓPOLIS - O Grupo Petrópolis é a única grande empresa do setor cervejeiro com capital 100% nacional. Produz as marcas de cerveja Itaipava, Crystal, Lokal, Black Princess, Petra e Weltenburger, Brassaria Ampolis com os rótulos Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forévis, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka, a Cabaré Ice, os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o refrigerante It!, o isotônico TNT Sports Drink e a água Petra. Com oito fábricas em operação, o Grupo é responsável pela geração de aproximadamente 24 mil empregos diretos. Por meio dos projetos ambientais, promove o plantio e manutenção de milhares de árvores, além de ações de sustentabilidade e programa de educação ambiental para escolas municipais. Conta também com o Saber Beber, programa comprometido em orientar as pessoas sobre os benefícios do consumo moderado e as consequências do consumo exagerado de álcool. Saiba mais em: www.grupopetropolis.com.br e @grupo.petropolis nas redes sociais.

TIGER, CERVEJA DO GRUPO HEINEKEN, CHEGA AO PARANÁ ESTE MÊS

Puro malte de origem asiática promete agradar o paladar do público mais jovem

2=MWOhVTZlpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDMxUjN5kzM3EjOnVGcq5ydvxGM0EjYxMGMyYGOwU2YlF2M1E2NkZGMwMmZ1YGO2EDO5YkMlEDO5YkMlkTN0ITMGJTJ1IDM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
CLIQUE PARA BAIXA FOTOS - Crédito: João Sal
A cerveja puro malte Tiger, criada nas ruas de Singapura em 1932 e presente em mais de 50 países, chega neste mês ao Paraná e demais estados do Sul. Parte do Grupo HEINEKEN, a segunda maior cervejaria do país, Tiger mostra-se ideal para o gosto brasileiro, combinando a intensidade do puro malte com a refrescância da cerveja. As regiões Sudeste e Nordeste só passam a comercializar o produto em agosto.

A estratégia de lançamento está ligada a forte cultura cervejeira da região Sul, que abraça cada vez mais o puro malte - o segmento cresceu 70% nos últimos dois anos no Sul, segundo a Nielsen. Pioneira no segmento de mainstream puro malte com Amstel, no Brasil desde 2015, o lançamento de Tiger tem como objetivo expandir a atuação do Grupo HEINEKEN neste segmento.

Atualmente, a Tiger é uma das cinco principais marcas globais do Grupo HEINEKEN e propõe atingir os zillenials maiores de 18 anos, ou young millenials como também são chamados, e chega ao Brasil em três versões: a lata de 350ml, a garrafa de 600ml e a draft beer, em barril de 50L.

Sobre o Grupo HEINEKEN no Brasil

O Grupo HEINEKEN chegou ao Brasil em maio de 2010, após a aquisição da divisão de cerveja do Grupo FEMSA e, em 2017, adquiriu a Brasil Kirin Holding S.A ("Brasil Kirin"), tornando-se o segundo player no mercado brasileiro de cervejas. O Grupo gera mais de 13 mil empregos e tem 15 unidades produtivas no país, sendo 12 cervejarias, localizadas em Alagoinhas (BA), Alexânia (GO), Araraquara (SP), Benevides (PA), Caxias (MA), Igarassu (PE), Igrejinha (RS), Itu (SP), Jacareí (SP), Pacatuba (CE), Ponta Grossa (PR) e Recife (PE), duas micro cervejarias em Campos do Jordão (SP) e Blumenau (SC) e uma unidade de concentrados para refrigerantes em Manaus (AM). No Brasil, o portfólio de cervejas do Grupo HEINEKEN é composto por Heineken, Sol, Amstel, Tiger, Kaiser, Bavaria, Eisenbahn, Baden Baden, Devassa, Schin, Glacial, No Grau e Kirin Ichiban. O portfólio de não alcoólicos inclui Água Schin, Schin Tônica, Skinka e os refrigerantes Itubaína, Viva Schin e FYs. Com sede em São Paulo, a companhia é uma subsidiária da HEINEKEN NV, a maior cervejaria da Europa.

Desvende os mistérios da Linha do Tempo Sagrada com a Loki APA da ØL Beer

Para acompanhar o final da temporada da série “Loki”, a cervejaria ØL Beer traz combos especiais para os fãs do Deus da Trapaça
A primeira temporada da série “Loki” está chegando aos últimos episódios. Para acompanhar as últimas peripécias do deus nórdico nas telinhas, a cervejaria paranaense ØL Beer traz a partir de hoje 2 combos promocionais para quem for assistir ao último episódio de “Loki”, que vai ao ar na próxima quarta-feira, dia 14/07.

Porém, assim como o carismático e temperamental Deus da Trapaça diz, tudo fica melhor com um jogo e uma brincadeira. Por isso, os fãs de “Loki” terão que provar que são dignos e enviar os códigos promocionais no momento em que pedirem suas cervejas no delivery da ØL.

São dois kits com cervejas ØL: o Combo Loki, com 25% OFF e o Combo ØL, com 15% de desconto:
O Combo Loki conta com um pack de 4 growlers da cerveja Loki APA. Quem quiser comprar com desconto esse kit para assistir ao final da temporada de “Loki” deve informar a senha "LOKIOL" para ganhar um cupom de 25% OFF.
Já o Combo ØL é montado com um pack contendo todas as 5 cervejas da linha principal da ØL (Baldr Pilsen, Loki APA, Thor IPA, Odin Witbier e Bragi Oatmeal Stout). Para desfrutar desse kit com 15% de desconto, acompanhado de todos esses deuses, a senha é "VARIANTE".

Com aromas equilibrados entre maltes e lúpulos, remetendo a caramelo, frutas doces e um toque levemente cítrico, a APA da ØL Beer representa Loki. Filho de gigantes mitológicos e agente do caos, ele é admirado ao mesmo tempo por sua inteligência e imprevisibilidade. Experiência igualmente marcante que os mestres-cervejeiros da ØL buscaram proporcionar na criação desta APA, que conta com 30 IBU, 5,3% de teor alcoólico e vai bem com hambúrgueres, carnes, pizzas, queijos e comida mexicana.

De acordo com as informações oficiais divulgadas no Disney+ Brasil, a primeira temporada da série “Loki” tem 6 episódios no total. O episódio 6, que marca o fim dessa temporada, será exibido no dia 14 de julho. Por isso, a promoção da ØL já está ativa e segue válida para pedidos até a mesma data.

Vale destacar que o delivery da ØL funciona de segunda a sábado, pelo (41) 99676-8354 (WhatsApp), sendo que os pedidos feitos até às 14h são entregues no mesmo dia. A partir desse horário, a entrega acontece no próximo dia útil. A cervejaria conta ainda com frete grátis para Curitiba e São José dos Pinhais para compras acima de R$50. Quem preferir também pode encomendar os produtos ØL Beer pelo e-commerce da marca. Basta acessar: https://olbeer.com.br/loja/.

Mais informações: https://olbeer.com.br/
Facebook: @cervejariaolbeer
Instagram: @cervejariaolbeer

Petra lança novo rótulo no estilo Kellerbier

Produzido especialmente para o Festival Brasileiro da Cerveja, rótulo ganha versão long neck com venda pelo e-commerce Bom de Beer
Rio de Janeiro, maio de 2021 - Uma cerveja pensada para degustar na estação onde a chuva e o frio começam a aparecer. É com esse objetivo que a Petra lança o rótulo sazonal Petra Kellerbier. Premiado com medalha de prata no Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau/SC, em 2016, o rótulo ganha agora versão long neck e estará disponível para venda apenas no e-commerce www.bomdebeer.com.br, a partir de 20 de maio.
Seguindo a tradição da cerveja de adega alemã, a Petra Kellerbier possui baixa fermentação, graduação alcoólica de 6,3% v/v, amargor de 22 IBU e temperatura ideal para consumo entre 4° e 6°C. Com equilíbrio entre amargor e corpo médio, traz no paladar a percepção da cerveja não filtrada com notas de lúpulo, malte e fermentação, que resultam em sensações de frescor e consistência macia na língua. O sabor residual é de uma cerveja fresca e com amargor nobre, que permanece agradável até o próximo gole.
Com tradução direta de “cerveja de adega”, o estilo traz a sensação de degustação dentro da própria adega de maturação. Para a Petra Kellerbier foi utilizado como base o estilo German Märzen, da família Lager. Märzen é um termo usado na Europa, antes de 1840, para cervejas produzidas na primavera, armazenadas a frio durante o verão e consumidas no outono.
“A Petra Kellerbier é composta por maltes Pilsen, água leve das fissuras rochosas das montanhas e lúpulos aromáticos. Os sabores gerados pela sutileza das misturas na brassagem e a delicada robustez da cerveja maturada de adega, não filtrada, conferem à nossa Kellerbier um equilíbrio perfeito proveniente das matérias-primas e da fermentação, além de um frescor intenso das notas florais adquiridas com a escolha minuciosa dos lúpulos, que te convidam sempre para o próximo gole”, explica Diego Gomes, Diretor Industrial do Grupo Petrópolis.
A Petra Kellerbier harmoniza com comidas picantes e condimentadas, frango, salsichas e queijos leves. Para beber, indica-se a tradicional Mug (caneca alemã) ou o copo tulipa. As versões de 355ml serão comercializadas por R$ 10,90, através do link.
SOBRE A PETRA - A Petra é uma linha de cervejas desenvolvida seguindo a melhor tradição cervejeira mundial. Cada um dos estilos carrega a história de respeito aos preceitos essenciais de processos e matérias primas, sem ceder a modismos ou experimentações. Prezando pela harmonização, Petra apresenta rótulos que agradam aos mais exigentes paladares: Petra Aurum, Petra Schwarzbier, Petra Bock, Petra Weiss Bier, Petra Stark Bier, Petra Escura e Petra Origem. A Petra é parceira do Saber Beber, programa que incentiva o consumo consciente de álcool, reforçando que o ato de beber não é um problema, desde que seja feito de forma consciente e responsável.
www.cervejapetra.com.br
@cervejapetra

Cervejaria Curitibana lança a Cruzeiro München

Na receita de família escrita há 151 anos, a composição de uma lager escura e leve, que pode ser harmonizada com sobremesas e carnes assadas, tem leve aroma de café e chocolate é maturada em temperaturas da época em carvalho

A cada ano percebemos que o número de microcervejarias cresce de maneira exponencial, em todo país. A cada ida ao mercado na sessão das cervejas, percebemos uma marca ou um rótulo novo chamando atenção. Na capital dos paranaenses não é diferente, pois já se consagra como uma referência emergente no setor cervejeiro, atendendo a todos os consumidores apaixonados e apreciadores de um puro malte, não só no estado, mas em boa parte do país e mundo afora.

E você sabia que o Paraná abriga uma das cervejarias mais antigas do Brasil? A Cervejaria Cruzeiro foi a primeira do estado, construída por volta de 1870, junto ao Grande Hotel, na região central - um dos primeiros construídos na cidade - quando a produção cresceu, mudaram as instalações da fábrica para um bosque, no coração do bairro Batel. Há exatos 151 anos, os austríacos de Tirol, João e Jorge Leitner deram um pontapé inicial às produções de cervejas especiais para servirem aos seus hóspedes.

As produções aumentaram quando a comunidade germânica da época descobriu e também passou a frequentar o hotel para a consumir a bebida no local. Os Leitner começaram a servir uma cerveja de cor clara e com o passar do tempo, posteriormente, as cervejas foram evoluindo e outros rótulos também foram lançados. Hoje, a cervejaria é conduzida pelo bisneto de João Leitner, o empresário Beto Glaser.

Há dois anos, foi recuperada uma das jóias mais preciosas da família, a receita da Cruzeiro Keller, de cor clara, a mesma que seu bisavô fabricava naquela época. E há pouco tempo, encontraram os manuscritos da cerveja München. A cerveja lager preta, bem escura, estilo Munich Dunkel, com 5% de álcool (ABV) e 30% de amargor (IBU). Por ser uma cerveja puramente curitibana, ela tem se destacado muito bem e caído no gosto do público cervejeiro.

Beto Glaser conta que fica surpreso com os curiosos que chegam na Cervejaria Curitibana e pedem uma receita genuinamente Cruzeiro. "Nós fabricamos e vendemos exclusivamente a Cerveja Cruzeiro no nosso ponto. Todos que chegam perguntam, querem provar o mais novo lançamento das nossas cervejas. Percebo que a aceitação da galera é positiva quando experimentam um copo, pedem o segundo, terceiro e por aí vai. A cerveja está em processo limitado de fabricação, mas a ideia é tê-la com mais frequência e disponibilidade", explica Glaser.

Todas as receitas da Cruzeiro foram escritas à mão e em alemão, pelo João Leitner. Elas estão sendo reorganizadas, traduzidas para que passem pelo processo de fabricação o mais similar possível como naquele tempo. "A ideia é reproduzir nos mesmos moldes. A cerveja é maturada com carvalho, nas mesmas condições de temperatura da época de sua fabricação original, fermentação e mesmo assim, alguns ingredientes, tiveram que passar por uma alteração", ressalta.

As readequações foram necessárias, pois alguns insumos originais são totalmente diferentes de hoje em dia. "Dificilmente iria encontrar esses insumos, por isso pedi uma ajuda ao mestre cervejeiro da Babuína e Solo Um, o Lucas Gonçalves. A receita passou por uma reformulação, onde conseguimos introduzir os ingredientes mais similares possíveis para não perder as características que reajam bem às temperaturas e preserve o sabor da Cruzeiro München", concluiu Beto.

A cerveja Cruzeiro München tem aroma de café e chocolate, corpo médio, espuma densa, tem baixo teor alcoólico de 5% (ABV) e amargor leve com 30% (IBU). Ideal para acompanhar com uma torta de chocolate amargo e sobremesas. É indicada para harmonizar com pratos que tenham molhos mais consistentes e densos, e as carnes assadas também são sempre bem vindas.

Serviço:
Facebook e Instagram: @cervejariacuritibana
Endereço: Rua Nestor Victor 400 - Água Verde
Horário: Seg à Sex: 16h às 22h
Sáb: 11h às 22h
Whatsapp: 41 984 067 041

Cervejaria Artesanal ØL Beer ganha medalha de prata com a Thor Belgian IPA no Concurso Brasileiro de Cervejas

Além de acumular mais um prêmio com a Belgian IPA, a ØL Beer também concorreu com a Hop Lager 0% entre as melhores cervejas sem álcool do Brasil

A Cervejaria Artesanal Paranaense ØL Beer mostra que com energia e dedicação é possível se diferenciar no mercado e expandir horizontes. A cerveja Thor Belgian IPA acaba de ganhar a medalha de prata no 9º Concurso Brasileiro de Cervejas. A premiação coloca a cerveja da marca entre as melhores cervejas da categoria Ale, subcategoria American-Belgo-Style Ale. Com isso, a Thor da ØL acumula seu segundo prêmio, somando com a medalha de bronze conquistada na categoria Belgian IPA na Copa Cervezas de América 2019.

Realizado pela Associação Blumenauense de Turismo, Eventos e Cultura (ABLUTEC), o concurso é um dos maiores do mundo e este ano analisou mais de 150 estilos de cerveja entre os tipos: Ale, Lager e Hybrid/Mixed Lagers ou Ales.

Isadora Neier, sócia-proprietária e mestre-cervejeira da ØL Beer conta que o evento analisou 448 cervejarias que somaram 3.099 rótulos: “Ter recebido a medalha de prata com a Thor, uma de nossas criações de maior sucesso, nos enche de motivação para evoluir nossos processos e receitas e continuar a promover a cultura cervejeira no Paraná e em todo país”. Isadora reforça que a marca também concorreu com a Hop Lager 0% (lançada em garrafas de 355 ml no ano passado) entre as melhores cervejas sem álcool do Brasil.

A 9ª edição do Concurso Brasileiro de Cervejas começou no dia 17 de novembro de 2020 e encerrou o julgamento das amostras recebidas no dia 8 de março. A premiação aconteceu no último dia 18 de forma virtual, respeitando as normas de segurança recomendadas pelo Ministério de Saúde para a contenção ao Coronavírus.

Para Eduardo Vosgerau, sócio-proprietário e mestre-cervejeiro da ØL Beer, além da premiação, o evento promove um diferencial estratégico para as cervejarias participantes. Segundo o mestre-cervejeiro, as avaliações e comentários dos juízes ajudam a melhorar processos produtivos, o que promove uma evolução das cervejas brasileiras.

“A edição deste ano foi muito humana, pois entendeu o quanto o ano de 2020 foi complicado para o mercado brasileiro. As inscrições foram realizadas em dois lotes e para ajudar as cervejarias, o primeiro lote teve um valor promocional. A edição anterior contou com mais de 600 cervejarias e esta 9ª edição teve ainda mais participantes. Isso só indica que o mercado cervejeiro permanece aquecido. Prova dessa perseverança foi a classificação da nossa Thor Belgian IPA como uma das melhores cervejas do país. Estamos muito animados!" revela Eduardo.

O Concurso Brasileiro de Cervejas é uma realização da Associação Blumenauense de Turismo, Cultura e Eventos (Ablutec) com a coordenação técnica da Escola Superior de Cerveja e Malte.

Conheça as cervejas da ØL Beer que concorreram no evento

A Thor Belgian IPA é uma cerveja forte e clara. A campeã da ØL soma vários ingredientes especiais para trazer um incrível aroma cítrico, além de sabor picante (devido à levedura belga), frutado, adocicado e um corpo médio. Com 6,7% vol. e 65 IBU, é representada por Thor, o deus nórdico do trovão, da guerra e da força. Combina bem com carnes vermelhas, hambúrgueres, queijos duros de média maturação, carne crua, carnes selvagens suculentas e/ou gordurosas.

Já a Hop Lager 0% é leve, possui coloração dourada, baixo amargor e traz aromas de frutas cítricas. Possui uma altíssima drinkability. A cerveja sem álcool da ØL segue a inspiração da cultura nórdica característica da marca e traz a Yggdrasil, a árvore da vida que une os nove mundos da mitologia nórdica estampando seu rótulo. Combina muito bem com queijos, petiscos em geral e carnes.

Sobre ØL Beer

Inspirada na cultura viking, a ØL Beer nasceu para desbravar e compartilhar novas receitas, conhecer novos sabores e ampliar a cultura cervejeira. Localizada em São José dos Pinhais (PR), a fábrica artesanal conta com estrutura de 1.200 m2 e que se destaca pela atenção à sustentabilidade, com aproveitamento de água e redução do desperdício energético e de matérias-primas. Vencedora da medalha de bronze na categoria Belgian IPA na Copa Cervezas de América 2019, a ØL Beer foca em utilizar apenas insumos de qualidade para elaborar cervejas criativas e entregar qualidade e preço competitivo para consumidores e compradores.

Mais informações: olbeer.com.br

Facebook: @cervejariaolbeer

Instagram: @cervejariaolbeer

Cervejaria Bragantina desmistifica os growlers.

Muitos mitos, dúvidas e uso incorreto cercam os garrafões tão úteis para qualquer cervejeiro

O growler é o grande protagonista em tempos de pandemia. Com o delivery a todo vapor, o uso dos garrafões é muito útil para os cervejeiros de plantão, mas muitas dúvidas e mitos circulam ao adquiri-los.

Para aqueles que não sabem, os growlers são vasilhames retornáveis feitos de cerâmica, vidro, inox ou pet (único material não retornável). Dependendo do modelo, podem ter tampas de pressão ou de rosca, e permitem ao consumidor transportar e consumir o chope sempre fresco, evitando que se percam as características sensoriais da bebida, como carbonatação, frescor, aroma e sabor. Como curiosidade, os growlers de vidro apresentam a maior variedade de tamanhos (os mais comuns variam entre 1L e 3L ) e formas de fechamento (tampa flip-top e rosca).

A Cervejaria Bragantina, localizada no interior de São Paulo, diz quais são os mitos e a realidade sobre os growlers, e qual a melhor maneira de cuidar e armazenar o vasilhame:

1. Não posso usar mais de uma vez.

MENTIRA

Pode sim. Aliás, essa é uma das premissas do uso do growler, além de permitir que a gente consuma o chope fresco. Com exceção dos growlers feitos de plástico, todos os outros são reutilizáveis, sejam eles de vidro, cerâmica ou metal. A única coisa necessária para que seja possível usar de novo, quantas vezes quiser, é manter a garrafa limpa após o consumo do líquido. Quando cheios, devemos sempre armazenar na vertical, para que a área da superfície em contato com o oxigênio seja a menor possível. Quando vazios, devemos armazená-los longe de áreas com umidade, ou seja, mantê-los sempre em locais secos, limpos e livres de odores. Se higienizá-lo com água fervente, não o coloque imediatamente em superfícies frias, pois isso pode causar um choque térmico. Guardá-lo seco, mantendo a tampa aberta para evitar o desenvolvimento de bolores e mofos e o consequente mau cheiro no seu interior, ou após secar bem, colocar cerca de 50ml de álcool 70º para guardar fechado.

2. O growler precisa ser higienizado imediatamente.

VERDADE

Pode se usar até detergente, é só se certificar de tirar quaisquer resíduos do produto durante a lavagem, mas deve ser lavado na hora. A verdade é que devemos sempre, sem exceção, lavar com água corrente ou com água quente logo após a utilização. Caso demore um pouco para fazer a higienização, use água com 1% de ácido peracético ou detergente. Se optar por utilizar algum desses dois produtos de limpeza, apenas tenha a certeza de que ele foi totalmente removido antes de entrar em contato com a cerveja. Se optar por lavar com água quente, não coloque o vasilhame imediatamente em contato com superfície fria (o que poderia causar fissuras devido ao choque térmico).

É recomendado também limpar tanto o interior quanto o exterior do growler, bem como o anel de vedação da tampa (no caso de tampas flip-top), que deve ser retirado para limpeza e depois recolocado. Importante: Não colocar o anel de vedação em contato com água quente ou materiais abrasivos, pois pode ocorrer o ressecamento do material. Além disso, tome cuidado para colocá-lo na mesma posição que estava originalmente, sem deixar nenhuma fresta, para evitar vazamentos na próxima vez que encher o growler.

3. O transporte do growler exige cuidados especiais.

VERDADE

É preciso evitar qualquer tipo de batida ou queda do growler, principalmente se ele for de cerâmica ou de vidro. O choque pode trincar ou, até, gerar microfissuras quase imperceptíveis mas que podem fazer com que o garrafão quebre quando for enchido sob pressão. Ao transportar mais de uma peça, tomar cuidado para que estejam isoladas para que uma garrafa não bata na outra. Evite a exposição, direta ou indireta, a fontes de calor. Lembrando que se o growler estiver cheio de cerveja gelada e for apoiado em uma superfície quente, ele também poderá quebrar, devido ao choque térmico. Recomendamos também não encher o growler de cerâmica em equipamentos de contrapressão, pois apesar de serem muito bonitos, existe o risco de explosão ou rompimento devido à carbonatação muito alta.

4. O growler tem prazo de validade.

MENTIRA

Os growlers de vidro, cerâmica e metal podem durar muito! Apesar de parecerem frágeis, eles costumam ter uma vida útil muito longa e a validade do produto final é indeterminada, desde que sejam tomadas todas as precauções e cuidados necessários para sua preservação tanto no momento da higienização, como no armazenamento e transporte.

5. O Growler de cerâmica faz a cerveja durar menos.

MENTIRA

A conservação das características da cerveja vai depender mais do armazenamento do que do material do growler. A cerâmica protege o líquido da luz, que pode alterar o sabor da cerveja, mas não faz com que ela dure mais. Sendo assim, podemos considerar duas variáveis. Se for envasado sem pressão, recomenda-se o consumo em até 10 dias. Se for envasado por contrapressão (sistema que injeta CO2 e expulsa o O2 presente no recipiente), é possível armazená-la um pouco mais, até duas a três semanas. Independentemente da técnica utilizada para o envase, sempre conservar refrigerado, armazenar na vertical, e uma vez aberto, o ideal é o consumo imediato. Por esse motivo, recomenda-se que ao comprar um growler a pessoa escolha o que seja mais adequado ao seu perfil de consumo, ou seja, se ela bebe sozinha, o ideal é escolher um growler de menor volume; já se costuma estar acompanhado, compensa optar pelos maiores, como os de 3L ou até 5L.

6. O growler de cerâmica mantém a temperatura da cerveja por mais tempo.

VERDADE

É física, a cerâmica tem uma capacidade de trocar calor com o meio de forma mais lenta que os outros materiais utilizados para a fabricação dos growlers. Essa característica térmica ajuda a prolongar o tempo que a cerveja vai se manter com a temperatura mais baixa, desde que o growler esteja bem fechado, com a vedação da tampa em boas condições.

7. O growler interfere nas características da cerveja.

MENTIRA

Não interfere se, após o uso, tiver sido higienizado e armazenado de acordo com as recomendações e condições ideais. Uma vez cheio, haverá alteração nas características sensoriais da cerveja apenas se o growler não for fechado corretamente, podendo descarbonatar ou "perder o gás" da cerveja, ou então se o growler for exposto ao sol ou a temperaturas elevadas, o que pode trazer aromas e gostos indesejados à cerveja. Nesse caso, a cerâmica ou o metal levam vantagem, já que a incidência de luz sobre a bebida armazenada nesses tipos de materiais é zero, e isso contribui muito na conservação mantendo as características originais do produto por um período de tempo maior.

ØL Beer celebra a chegada do 5º ano com muito estilo (e cerveja)

Estudos, experimentação, adaptações, testes e viagens, desbravando pela primeira vez os litorais do Paraná e de Santa Catarina. Após um ano de provação, a Cervejaria Artesanal ØL Beer se espelha na coragem e perseverança presentes nos mitos nórdicos – fonte de inspirações para a marca – para iniciar seu 5º ano no mercado cervejeiro.

E não faltam conquistas para dividir! Além de consolidar uma linha com 5 estilos de cervejas engarrafadas no mercado (Thor Belgian IPA, Loki APA, Baldr Pilsen, Odin Witbier e Bragi Oatmeal Sout), no último ano a ØL Beer:

Criou 5 variações de sua Oatmeal Stout (marcando um sucesso nas vendas de inverno);
Consolidou sua Session Rye IPA (a Sunna);
Criou dois novos chopps da linha especial USINØL (Barley Wine e White Chocolat Stout);
E lançou sua primeira cerveja sem álcool, a Hop Lager 0,0%.
Fora as novas cervejas e chopps criados em 2020, a ØL Beer também expandiu horizontes. São mais de 10 novos pontos de distribuição em Curitiba e Região Metropolitana, que somam com as novas parcerias conquistadas nos litorais do Paraná e de Santa Catarina.

“Não temos as figuras das divindades nórdicas como ‘embaixadores’ de nossas cervejas à toa. Nos inspiramos na cultura viking e direcionamos nossas estratégias para compartilhar histórias, conquistas e sabores com o máximo de pessoas, como era a tradição desse povo antigo”, esclarece Eduardo Vosgerau, mestre-cervejeiro e sócio-proprietário da ØL Beer.

Isadora Neier, sócia-proprietária e mestre-cervejeira da ØL, reforça que um dos grandes esforços da marca é levar a cerveja artesanal o mais fresca possível até o consumidor. Por isso, o esforço dedicado para criar novos pontos comerciais: “Como produtores e consumidores de cerveja artesanal, sabemos que uma cerveja fresca traz uma experiência de degustação ainda mais intensa”, complementa.

Unindo forças para evoluir junto com a comunidade

O ano de 2020 foi um ano de grandes esforços não apenas na esfera comercial, mas também na parte social. Foram meses dedicados à criação de projetos solidários para ajudar ONGs e instituições a atender a comunidade em situação de vulnerabilidade social de Curitiba e de São José dos Pinhais.

“Mesmo que ainda estejamos em tempos de crise, sempre há espaço para a solidariedade. Para nós, empreender não é apenas produzir e vender cerveja. Sabemos que podemos fazer mais e por isso fomentamos esses projetos para ajudar o máximo de pessoas e também criar ações para estimular a microeconomia de nossa região”, comenta Eduardo.

Dentre os projetos, destacam-se o "Projeto SØUL", o "Delivery Søulidário", o projeto "Entregando SØlidariedade" e o "Guerreiros Mascarados". Juntas, essas ações arrecadaram mais de 500 kg de alimentos não perecíveis.

“A mitologia nórdica nos traz exemplos de superação e de coragem que nos motivam a continuar produzindo e melhorando sempre, como cervejeiros, empreendedores e também como seres humanos”, complementa Isadora.

Senso de aventura para explorar e robustez para entregar

Para envasar cerca de 50 mil litros/mês dos 6 tipos de cerveja da marca (entre barris de chopp e garrafas de 355 ml e 500 ml), a ØL Beer conta com uma estrutura de 1.200m². Localizada em São José dos Pinhais/PR, a fábrica conta com uma capacidade de armazenamento de até 30 mil litros de cerveja, simultaneamente, que estão divididos em 12 tanques fermentadores/maturadores.

Foto da fábrica da OL Beer com taça de chopp claro
“Ao longo desses anos, já produzimos 16 estilos, sendo 6 fixos e 10 sazonais, que variam conforme estação do ano ou demanda específica”, explica a mestre-cervejeira.

Atualmente, além do sistema de delivery próprio, a ØL Beer está presente nas redes Angeloni, Big, Festval, Muffato e VerdeMais, com toda a sua linha de garrafas: Thor Belgian IPA (cerveja premiada da marca), Loki APA, Baldr Pilsen, Odin Witbier e Bragi Oatmeal Sout.

O delivery funciona de segunda a sábado, pelo (41) 99676-8354 (WhatsApp), sendo que os pedidos feitos até às 14h são entregues no mesmo dia. A cervejaria conta ainda com frete grátis para Curitiba e São José dos Pinhais para compras acima de R$50. Quem preferir também pode encomendar os produtos ØL Beer pelo e-commerce da marca. Basta acessar: olbeer.com.br/loja/.

Mais informações: olbeer.com.br

Facebook: @cervejariaolbeer

Instagram: @cervejariaolbeer

Way Beer lança aplicativo exclusivo de delivery de cervejas artesanais

O app MyWay reúne os principais produtos da cervejaria paranaense, além de trazer promoções exclusivas para os usuários

CURITIBA, 17/12/2020 - Referência nacional na produção de cervejas artesanais, a cervejaria paranaense Way Beer acaba de lançra um aplicativo de delivery exclusivo para os produtos da marca. Batizado de MyWay, a opção digital de compra contempla os principais rótulos de cervejas, chopes no Growler, com as opções disponíveis no taplist, e uma outra grande novidade: coleções exclusivas da marca, com produtos como chinelos, camisetas, cangas e copos.

Disponível nos sistemas Andoid e iOS, o MyWay traz ainda promoções exclusivas e imperdíveis que ficam disponíveis somente para os usuários do aplicativo. “Estávamos em busca de uma maneira de estreitarmos ainda mais a nossa relação com o nosso cliente. Foi aí que chegamos ao projeto do MyWay, que permite que os usuários tenham acesso aos nossos produtos e serviços a partir de poucos cliques. Agora, os moradores das cidades de Curitiba e Pinhais têm um acesso descomplicado aos nossos produtos, sem contar a facilidade de receber informações sobre tudo o que acontece em nossa fábrica”, comenta Desiree Osternack Meister, Coordenadora de Marketing da Way Beer.

O aplicativo possui uma interface simples, intuitiva e dividida por categorias, tudo para facilitar a navegação e tornar a experiência de compra rápida e agradável. Para ter acesso ao novo canal de compras da Way Beer, basta realizar o download na Apple Store ou no Google Play e preencher o cadastro no aplicativo.

Mais informações no site www.waybeer.com.br ou no perfil oficial da cervejaria no Instagram (@way_beer).

Way Beer celebra 10 anos com growler de chope a R$ 10 em drive thru neste sábado

A ação especial em comemoração aos 10 anos da cervejaria paranaense terá promoção imperdível com todos os cuidados relacionados ao coronavírus

CURITIBA, 18/12/2020 – A Way Beer, principal cervejaria artesanal do Estado do Paraná, e referência nacional na produção cervejeira, acaba de completar 10 anos de existência. Para celebrar esta data tão especial, a cervejaria vai promover neste sábado, dia 18 de dezembro, uma ação exclusiva com growlers de rótulos selecionados, com preços promocionais fixos a partir de R$ 10, comercializados com toda a segurança do conceito drive thru.

Bastante populartes na Europa e nos Estados Unidos, os growlers são recipientes desenvolvidos especialmente para transportar e armazenar chopes sem que as propriedades e características que definem o sabor, frescor e qualidade sejam alterados. Durante a ação promocional de aniversário da Way Beer, que vai acontecer na fábrica da cervejaria, os apaixonados pela bebida terão a oportunidade adquirir o growler com 1 litro de Half Pilsen por apenas R$ 10 ou com 1 litro de IPA Loka, Red Ale ou Avelâ Porter por apenas R$15.

A ação será realizada na fábrica da Way Beer (Rua Pérola, 331 – Pinhais), na região metropolitana de Curitiba, das 10h às 17h, com compra e retirada de chope com toda segurança do formato drive thru. Mais informações pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.