O lucrativo mercado dos pets Empresas apostam em sorvetes, cervejas, canais de TV e comedouros inteligentes para agradar donos e bichinhos CURITIBA

O lucrativo mercado dos pets

Empresas apostam em sorvetes, cervejas, canais de TV e comedouros inteligentes para agradar donos e bichinhos

CURITIBA, 24/08/2018 – Um mercado que vem chamando a atenção das empresas é o dos bichinhos de estimação, os famosos “pets”. Só no Brasil, são mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos de estimação, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano passado, segundo a estimativa do Instituo Pet Brasil, mais de 25 bilhões circularam nesse nicho de mercado, um crescimento de 7% em relação a 2016.

Os números comprovam que mesmo em anos de crise, o setor é uma ótima opção para os empreendedores. São infinitas as opções no mercado, desde as mais simples até as mais tecnológicas. O professor de empreendedorismo, inovação e sustentabilidade do ISAE – Escola de Negócios, Rafael de Tarso, explica que um dos grandes diferenciais do mercado de nicho é a sua diferenciação. “O número de pessoas com pets aumentou de forma significativa, o que acontece é que antes não tinha uma indústria muito forte voltada para customização, que tivesse alguns produtos com baixo valor agregado, inicialmente uma coleira ou um serviço de pet era muito tradicional. Agora, as indústrias perceberam que tem como agregar valor nesse nicho, tendo uma rentabilidade amor”, enfatiza Rafael.

Em Curitiba (PR), um exemplo dessa efervescência e inovação do mercado é a startup PlayPet, que lançou um comedouro inteligente que funciona conectado sem fio a rede wi-fi, tem capacidade para 3 kg de ração e permite as pessoas alimentem seus bichinhos via aplicativo. O alimento é liberado de acordo com os horários pré-programados no aplicativo, mas você pode liberar o alimento quando quiser, apertando o botão de liberação de ração dentro do aplicativo, disponível nos sistemas Android e iOS.

Para quem busca uma experiência ainda mais próxima com o seu pet, a PlayPet oferece, ainda, uma câmera com imagens ao vivo que podem ser acompanhadas pelo aplicativo. “Nosso trabalho é focado em produtos inteligentes para promover cuidados e entretenimento para os pets, enquanto eles ficam sozinhos em casa. Nessa linha lançamos o comedouro, nosso principal produto, que hoje já é utilizado por todo o país", comenta Rafael Souza, CEO da PlayPet.

De Vassouras, no Rio de Janeiro, saiu a Dog Beer, a primeira cerveja para animais de estimação. Criada por Lucas Marque Bueno, é na verdade um petisco liquido, não alcoólico, feito à base de água, mate e extrato de carne ou frango, sem nenhuma substância que possa prejudicar os animais e está à venda em todos os pet shops do país. Hoje existe até sorvete para cães e gatos, como o Ice Pet. Quem desenvolveu a receita foi a empresa APF, e ela não possui açúcar, lactose ou gordura. São vários sabores chocolate, morango, banana, atum e bacon.

Existe ainda um canal de TV exclusivo para pets no Brasil (https://www.mypettv.com.br/). Com assinatura mensal, os donos tem acesso a programação completa para acalmar, relaxar e estimular seus bichinhos. Esses são apenas alguns exemplos desse mercado, existem ainda spas, escolhinhas, restaurantes, hotéis, pensados para quem tem bichinhos de estimação ou exclusivamente para eles.

“O segredo para crescer é achar o seu público-alvo, se perguntar: eu quero um público que vá pagar barato? Um serviço básico? Ou um público que vá pagar um pouco mais? Em linhas gerais quando a gente fala de nicho, com todos os processos de digitalização que existem, é mais fácil você conhecer o seu consumidor. Nesse sentido, você identifica o que ele quer e oferece algo que ele realmente precisa”, finaliza o Tarso.

Espetáculo Nem Maravilhas Nem Espelhos Apenas Alice retorna aos palcos no Domingo é no Teatro

Espetáculo Nem Maravilhas Nem Espelhos Apenas Alice retorna aos palcos no Domingo é no Teatro
Em única apresentação, a peça chega a cidade de Fazenda Rio Grande (PR) no início de setembro, em um domingo dedicado ao teatro e a cultura

Arte do cartaz: Bolívar T. Escobar (divulgação)

Um texto que expõe e questiona algumas atitudes praticadas pela medicina e pela sociedade moderna. Após um breve recesso, o Multipersonas Coletivo Teatral retorna com o espetáculo Nem Maravilhas Nem Espelhos - Apenas Alice. Criado a partir de alguns dos estudos publicados sobre as obras do escritor Lewis Carrol, a peça traz a tona o drama vivido pela personagem Alice, abandonada em um sanatório após ser diagnosticada com esquizofrenia.
“Fiquei atônito com a chocante narrativa de Nem Maravilhas Nem Espelhos – Apenas Alice ao tratar das doenças psiquiátricas de uma maneira muito diferente e intrigante. Criatividade é a marca deste enredo porque contou com apartes de cada ator”, relembra Miguel Ângelo Moutinho Neto, que prestigiou a estreia da peça no dia 18 de maio, data que também enfatizou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Com nova apresentação agendada para o dia 2 de setembro, às 19h, no Teatro Municipal de Fazenda Rio Grande, Nem Maravilhas Nem Espelhos - Apenas Alice participa da 3ª temporada do projeto “Domingo é no Teatro”. A proposta é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes de Fazenda Rio Grande (PR).
“Estamos muito animados com essa oportunidade! Era algo que sempre esteve em nossos planos: levar a peça para as cidades do entorno de Curitiba. Tivemos um retorno muito bacana da plateia e também de colegas da classe artística e isso é muito gratificante. Queremos levar esse espetáculo ao máximo de pessoas possível porque a peça possibilita mostrar o quão importante é abrir os olhos de fato para o abuso, manifestado de tantas formas diferentes”, conta Bila Ivankio, diretora do espetáculo.
Com uma produção totalmente original e independente, o espetáculo traz diversos personagens das obras de Carrol, como a Rainha de Copas, os gêmeos Tweedle Dum e Tweedle Di, a lagarta azul, o Chapeleiro, a Lebre de Março e claro, a própria Alice. No entanto, a ambientação da história é mais sinistra, pois expõe algumas das más práticas que aconteciam nos antigos sanatórios, como o famoso Hospital Colônia de Barbacena, no interior de Minas Gerais, por exemplo. Estima-se que aproximadamente 70% dos pacientes internados nessa instituição não possuiam qualquer doença mental, mas mesmo assim, eram privados de alimentação, torturados e humilhados.

Fotos: Marília Costa (divulgação)
Os ingressos para Nem Maravilhas Nem Espelhos - Apenas Alice já podem ser adquiridos e custam apenas R$5 mais 1 kg de alimento, que serão doados a instituições da cidade como uma contrapartida social do Multipersonas Coletivo Teatral.
Para visualizar fotos, vídeos e mais informações sobre o grupo e o espetáculo, acesse o site https://nemaravilhas.wixsite.com/nemespelhos.

O projeto Domingo é no Teatro
Promovido por meio do Departamento de Cultura, em parceria com diversos grupos e companhias teatrais da região, o projeto visa criação de plateia em Fazenda Rio Grande e também objetiva promover o acesso a peças teatrais sem que a população fazendense precise se deslocar até a capital. Em sua terceira edição, o “Domingo é no Teatro” proporciona um espaço para os artistas fazendenses e paranaenses mostrarem seus trabalhos no Teatro Municipal durante os domingos, prestigiando companhias locais e de várias regiões do estado.
A 3ª temporada do "Domingo é no Teatro" teve início no dia 18 de agosto, com a peça "Somos Fortes" do grupo Tagarelar. A programação segue com apresentações sempre aos domingos, até dia 14 de outubro. Para mais informações e ingressos, basta ligar para o telefone (41) 3627-9065.
Serviço
Nem Maravilhas Nem Espelhos - Apenas Alice (Domingo é no Teatro)
Quando: dia 2 de setembro, 19h
Onde: Teatro Municipal de Fazenda Rio Grande (Rua Itália, 287 – Nações – Fazenda Rio Grande/PR)
Quanto: R$5,00 + 1 kg de alimento
Mais informações e ingressos: (41) 3627-9065

Sinopse: Nessa montagem inédita e autoral, o Multipersonas Coletivo Teatral utilizou alguns dos vários estudos sobre as obras do escritor Lewis Carrol para contar a história de Alice de forma inusitada. Não falamos do País das Maravilhas e tão pouco do que há do outro lado do espelho. O projeto Nem Maravilhas Nem Espelhos - Apenas Alice mostra como as drogas e os tratamentos que deveriam curar a humanidade, na verdade corromperam a mente dos pacientes e também daqueles que deveriam zelar por eles.
A história acontece em um ambiente muito mais estranho e doentio do que os mundos pelos quais a menina já “viajou”. Abandonada pelos pais por ser considerada uma vergonha, devido a sua esquizofrenia, Alice vive agora em um lugar sem cor, onde tudo é branco exceto pelas manchas de sangue deixadas por seus habitantes.
Uma exploração pelo ambiente dos antigos hospícios – hoje extintos na maior parte do mundo – para contar a história desses personagens, que oscilam entre realidade, sonho e loucura.
Ficha técnica
Direção: Bila Ivankio
Dramaturgia: Daniel de Mattos Keller
Gênero: Drama
Classificação: 14+
Tempo de duração: 75min
Produção: Multipersonas Coletivo Teatral
Trilha sonora original: Beto Siri

Elenco: Bolívar Escobar, Daniel de Mattos Keller, Jess Oliveira, Jorge Augusto Costenario, Julia Charlee, Mariane Rocha, Vivi Padilha

Apoio: ACCIO Comunicação Estratégica, KLOSS Áudio, Studio Santa, Almofofíssimas – Amor em paninhos e Relojoaria Neves

nemaravilhas.wixsite.com/nemespelhos
Facebook: @nemaravilhas
Instagram: @multipersonascoletivoteatral

Contribuição do design para a redução da poluição marinha é tema de palestra em Curitiba Promovida pelo Centro Europeu

Contribuição do design para a redução da poluição marinha é tema de palestra em Curitiba
Promovida pelo Centro Europeu, a Palestra Magna sobre Poluição Plástica vai debater o papel dos designers na busca de soluções ambientais

CURITIBA, 22/08/2018 – Nesta sexta-feira, dia 24 de agosto, o Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões da América Latina, vai apresentar uma palestra inédita e gratuita sobre a responsabilidade do segmento de design no desenvolvimento de soluções para a poluição plástica: a Palestra Magna sobre Poluição Plástica.

A atividade será liderada pelos designers Maurício Noronha e Rodrigo Brenner, da Furf Design Studio, única empresa do mundo que ganhou os três maiores prêmios do design mundial (iF Design Awards, Cannes e Red Dot Design Awards), em parceria com o Mares Limpos, projeto da ONU Meio ambiente que trabalha para mobilizar governos, sociedade e iniciativa privada a fortalecer ações que reduzam a contribuição do Brasil ao problema global dos plásticos que acabam nos mares.

A preocupação do Mares Limpos não é exagerada. Cerca de 80% da poluição marinha, por exemplo, é originada em terra e são os cursos de água doce que levam esgotos, pesticidas, metais pesados, lixo plástico e outros poluentes até o litoral, causando danos aos ecossistemas à saúde das pessoas. As especialistas Fernanda Altoré Daltro e Mariana Bartelli Bazzini, do Mares Limpos, vão enriquecer a palestra com informações especiais sobre o tema que tem assombrado os ambientalistas.

Durante o evento, os profissionais convidados vão discutir o contexto atual do mercado de design e a relação do segmento com novas soluções que reduzam a proliferação de resíduos plásticos nos oceanos, além de evidenciar novas tendências e possibilidades de atuar em soluções de impacto para a sociedade. Voltada para designers, executivos, publicitários, empreendedores e pessoas criativas interessadas pelo segmento, a palestra tem por objetivo sintetizar a importância do setor para iniciativas sustentáveis e falar sobre as principais projeções futuras para o segmento nesse nicho de atuação.

A Palestra Magna sobre Poluição Plástica será realizada na Livraria da Vila do Shopping Pátio Batel (Avenida do Batel, 1868), a partir das 19h. Mais informações e inscrições no site www.centroeuropeu.com.br ou pelo telefone (41) 3222-6669.